Backup fácil de seus arquivos com o Backintime

Os backups ficam salvos em forma de "snapshot" e são incrementais, você pode acessar qualquer "versão" dos arquivos copiados. Tudo de forma muito simples, ideal para desktop.

[ Hits: 29.352 ]

Por: Kemper Alves em 16/02/2010


Funcionamento e instalação



Funcionamento

Bem, o primeiro passo para trabalhar com este tipo de programa de backup é entender o seu funcionamento.

O Backintime utiliza o rsync, diff e cron para fazer backup dos arquivos, dessa forma, ele possibilita fazer backups incrementais.

Aqui no meu note fiz o primeiro backup do meu home e deu 14GB. Uma semana depois, efetuei um novo backup (um novo snapshot) e desta vez o espaço utilizado foi de apenas 2GB, pois este segundo backup é apenas das diferenças entre o primeiro backup e o estado atual do meu home.

Se você mantiver uma regularidade no seu backup (eu faço toda sexta), os snapshots vão ficando armazenados de forma que você consiga acessar qualquer versão de qualquer arquivo, por exemplo, veja o caso abaixo:

1) Digamos que você tenha um contrato salvo no seu home (contrato.odt), então você faz backup do seu home.
1) Depois disso, abre esse contrato e altera-o apagando alguns parágrafos e acrescentando outros.
3) Após isto, faz outro backup.
3) Depois deste segundo backup você exclui o contrato e faz um novo backup.

Conclusão:

Se você abrir o Backintime, verá 3 snapshots criados. Nos dois primeiros você encontrará o arquivo contrato.odt, porém, o arquivo do primeiro snapshot será a versão original (do primeiro backup), ao passo que o do segundo snapshot será a versão já editada. E no terceiro snapshot o arquivo não existirá mais.

Quem conhece o "time machine" da Apple sabe bem do que estou falando.

Instalação

Estou utilizando o Ubuntu Linux (embora seja usuário Debian, estou testando essa nova versão do Ubuntu), a instalação via linha de comando é muito simples:

Para o Gnome:

sudo apt-get install backintime-common backintime-gnome

Para o KDE:

sudo apt-get install backintime-common backintime-kde

Se você não tem facilidade de utilizar a linha de comando, clique em Aplicativos/Central de Programas do Ubuntu e procure por Backintime:
Linux: Backup Facil de Seus Arquivos com o Backintime
Feito isso, instale a versão que lhe for mais conveniente ou ambas. :)

Depois de instalado, estamos prontos para o próximo passo!

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Funcionamento e instalação
   2. Configurando o Backintime
   3. Fazendo backups e restaurando-os
Outros artigos deste autor

Instalando o Debian Etch com o instalador gráfico

Montando um Debian Etch - Para técnicos

Montando um sistema Helpdesk com servidor Linux e Java em um ambiente corporativo ou na Internet

Instalando o Ultra Servidor no Debian Lenny

Instalando o novo Anjuta 2.2.0 no Ubuntu Feisty

Leitura recomendada

Aprendendo NFS - Network File System

CentOS e LVM

Arquivos duplicados? fdupes neles!

Sistema de backup com dar

Montar e Criptografar HD Externo

  
Comentários
[1] Comentário enviado por krlsdu em 16/02/2010 - 19:59h

Muito bom seu artigo velhinho!!!
Testei e aprovei o programa!!!
So tenho uma observação a respeito de que ele nao faz backups de outras partições primarias como é o caso quando vc tem um hd externo e quer fazer backup deste HD externo!!!
pelo fato que ele utiza-se de links simbólicos para fazer a incrementação!!!
Mas de resto sem perfeito para backup domésticos!!!

[2] Comentário enviado por lcnrj em 16/02/2010 - 23:43h

Oi, legal!
Uso o ubuntu hardy e não instalou. Sabe se ele roda nessa versão?

:~$ sudo apt-get install backintime-common backintime-gnome
Lendo lista de pacotes... Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo estado da informação... Pronto
E: Impossível achar pacote backintime-common

[3] Comentário enviado por carlos.oliveira em 17/02/2010 - 20:30h

Vou cair dentro. Eu uso o COBIAN, através do WINE. Mas as suas dicas são bem melhores. Parabéns! e obrigado também. Carlos Oliveira www.divulgacao.com.br

[4] Comentário enviado por joserf em 17/02/2010 - 23:43h

você teve o erro mpossível achar pacote backintime-common ? esta tentando intalar em 1 ubuntu server ?

[5] Comentário enviado por aj.vini em 18/02/2010 - 08:41h

lcnrj,

O Back in Time só vem nos repositórios padrão do Ubuntu a partir do Karmic... no Hardy vc deve adicionar o repositório dos criadores da ferramenta.

Instruções no site:
http://backintime.le-web.org/download_page/

Também há instruções para instalar em Fedora e Mandriva.

A ferramenta é ótima, já tinha testado ela, e vou reinstala-la assim que eu der uma faxina geral no meu notebook...

[6] Comentário enviado por lcnrj em 18/02/2010 - 16:08h

Legal! Instalou direitinho pelo pacote deb pelo site que voce indicou. Vou organizar meu pc primeiro antes de usar...
Obrigado!!

[7] Comentário enviado por viniroll em 18/02/2010 - 19:46h

caramba, muito bom esse artigo! estou usando já o backintime! só elogios para ele
obrigado!

[8] Comentário enviado por kemperacc em 22/02/2010 - 07:39h

Pessoal, segue aqui a dica de como instalar o backintime no Debian (e acredito eu) que em outras distros baseadas nele

http://www.vivaolinux.com.br/dica/Instalando-o-Backintime-no-Debian-Lenny/

[9] Comentário enviado por lakto69 em 01/03/2010 - 01:41h

Kemper,

Preciso fazer um tipo de backup diferente desse incremental que você explicou no artigo. Será que seria possível usando o Backintime?

Minha necessidade é fazer um backup apenas dos NOVOS arquivos da pasta. Assim, na 1ª vez que fizesse o backup seriam armazenados TODOS os arquivos. Na 2ª vez que fizesse o backup, só seriam armazenados os NOVOS arquivos; nem os VELHOS, nem os ALTERADOS viriam!

Minha necessidade é backupear uma pasta de fotos sem me arriscar a armazenar alguma foto que tenha sido corrompida (seja num "snapshot" diferente - ocupando espaço indevidamente -, seja sobrepondo a foto original).

Obrigado

[10] Comentário enviado por Primo NT em 13/03/2010 - 10:43h

Bem util!
Vlw pela dica! ;D

[11] Comentário enviado por Fabio_Farias em 01/07/2010 - 21:08h

Amigo, excelente artigo. Mas tenho algumas dúvidas:

- Existe um limite para o tamanho do arquivo gerado? Pergunto isso pois tenho cerca de 250 GB de arquivos para salvar.

- Ele compacta os arquivos ou só faz uma cópia em outro local?

- Existe algum rpm deste arquivo? É que pretendo usá-lo no openSuSE.

Obrigado pela atenção!

Abraços!

[12] Comentário enviado por kemperacc em 01/07/2010 - 23:32h

Amigo, excelente artigo. Mas tenho algumas dúvidas:

- Existe um limite para o tamanho do arquivo gerado? Pergunto isso pois tenho cerca de 250 GB de arquivos para salvar.
-----> NAO, NO PRIMEIRO BACKUP ELE FAZ UMA "COPIA" PARA O LOCAL DE DESTINO, DO SEGUNDO EM DIANTE ELE COPIA APENAS AS DIFERENCAS, OU SEJA, SEU PRIMEIRO BACKUP VAI TER 250GB. SE FICAR UM MES POR EXEMPLO DE INTERVALO E NESSE INTERVALO VOCE ADICIONAR MAIS 1GB DE ARQUIVOS, O SEGUNDO BACKUP VAI OCUPAR SO MAIS 1GB. O LEGAL É QUE VOCE CONSEGUE ACESSAR OS ARQUIVOS DO PRIMEIRO BACKUP E TAMBEM O DO SEGUNDO, COMO SE FOSSE DUAS COPIAS (500GB) MAS NA VERDADE VAI ESTAR OCUPANDO SO 251GB. (NAO SEI SE FUI CLARO) HEHEHE

- Ele compacta os arquivos ou só faz uma cópia em outro local?
------> SEM COMPACTACAO

- Existe algum rpm deste arquivo? É que pretendo usá-lo no openSuSE.
http://translate.google.com.br/translate?u=http%3A%2F%2Fwww.susegeek.com%2Fbackups%2Fback-in-time-fr...

Obrigado pela atenção!

Abraços!

[13] Comentário enviado por Fabiofsg em 26/07/2011 - 13:49h

Perfeito, tudo que eu precisava.
Ótimo artigo, simples e objetivo, instalei no fedora 15 sem problemas.


Contribuir com comentário