Jogos no Arch Linux - Porque nem tudo é tela preta!

Aqui apresento alguns jogos nativos para Linux em várias categorias. O foco foi a distribuição Arch Linux, portanto todos os jogos que listo aqui são simplesmente instalados nesta distribuição através dos repositórios do pacman ou pelo AUR.

[ Hits: 33.839 ]

Por: Marcelo Cavalcante Rocha em 19/09/2008


Jogos no Arch Linux



Partindo agora aos jogos que rodam nativamente e livre no Linux, vamos apresentar alguns para divertir, ainda mais, os seus dias no Arch Linux.

Como existem vários jogos e de várias categorias, abordarei apenas 2 de algumas categorias.

RPG

Linux: Jogos no Arch! Porque nem tudo é tela preta
Na variante RPG temos alguns bons jogos como o The Mana World, que agradaria os fãs de Ragnarok por ser bastante parecido com o mesmo. Com gráficos simples em 2D, o que permite àqueles que não possuem uma placa 3D jogar, o game lhe permite participar de aventuras em um ambiente online com vários outros jogadores no mundo.
Linux: Jogos no Arch! Porque nem tudo é tela preta
Outro game que se destaca na categoria RPG é o Eternal Lands. Este com gráficos mais robustos necessita que você tenha uma placa com suporte a aceleração 3D. Neste incrível jogo online uma civilização é levada a destruir sua própria existência. Durante este jogo você passará pelos mais variados cenários, todos com ótimos detalhes gráficos.

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: Adonthell, Dofus, KQ e Vendetta.

Estratégia

Linux: Jogos no Arch! Porque nem tudo é tela preta
Na categoria estratégia eu deixo o destaque para o Battle of Wesnoth, ilustração acima, no qual você tem o objetivo de recrutar membros para sua tropa e conquistar territórios e vilas destruindo o líder de outras tropas nesta luta por conquistas. Com interface simples, este game também não precisa de uma placa com aceleração 3D.
Linux: Jogos no Arch! Porque nem tudo é tela preta
Meu segundo destaque vai para Warzone 2100, imagem acima, no qual você pousa sua nave de trasporte em um mundo onde você deverá estabelecer seu território com a construção de bases, equipamentos, coleta de recursos, naves, tanques etc. Você deverá crescer no jogo construindo novos veículos e planos de combate para o domínio do mundo, defendendo-se dos ataques inimigos. Este também requer uma placa de vídeo 3D com suporte a OpenGL.

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: Pingus e UFO: Alien Invasion.

Ação

Linux: Jogos no Arch! Porque nem tudo é tela preta
Na categoria Ação, esta que é a favorita de muitos fãs de games, gostaria de dar o grande destaque para o Urban Terror. Este que é um jogo baseado na engine do Quake, lhe trará vários cenários nos quais você faz parte de uma equipe, ou não, que deverá defender seu território, atacar os adversários, invadir territórios, sendo isto tudo com pessoas pela internet ou amigos em uma rede LAN.

O jogo necessita uma placa com aceleração 3D e compatível com OpenGL. A vantagem desde jogo é que é facilmente instalado, precisando apenas descompactar e executar, já trazendo os executáveis para Linux, Mac e Windows, o que facilita na hora de reunir amigos que possuem diferentes plataformas em suas máquinas, onde o mesmo arquivo compactado em seu pendrive servirá para qualquer um deles.

Em segundo lugar, mas não inferior, deixo o Open Arena. Este, também em cima da engine do Quake, se trata de um jogo simples e direto ao ponto. Um jogo no qual você jogará sozinho contra o computador, ou jogares que estejam na rede ou internet. Neste também precisamos de aceleração 3D e suporte a OpenGL na placa.

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: America's Army, Enemy Territory e Tremulous.

Simuladores

Linux: Jogos no Arch! Porque nem tudo é tela preta
Em primeiro lugar gostaria de apontar o FlightGear. Este é o resultado de um projeto que visava um simulador de vôo extremamente realista com cenários e gráficos muito bons de forma que pudesse ser utilizado inclusive em treinamento de pilotos. Requer também uma placa com aceleração 3D e OpenGL.
Linux: Jogos no Arch! Porque nem tudo é tela preta
Em segundo lugar vou deixar o Lin City NG. Este animará os fãs da série Sim City, já que o mesmo lembra muito as antigas versões do mesmo. Apesar dos gráficos não serem muito ricos, este divertido jogo será bastante útil para preencher suas horas sem ter o que fazer, no qual seu objetivo é construir cidades e gerenciá-las de forma a agradar sua população. Segue imagem do mesmo:

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: Racer, BillarGL e Trigger.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Jogos no Arch Linux
   3. Conclusão
Outros artigos deste autor

Criando senhas seguras com o mkpasswd

Pydev - Preparando o Eclipse para o Python

Um mês de Arch Linux: Resultado obtido

Cultura Hacker - Tenha ética e ganharás respeito

O Software Livre precisa de você!

Leitura recomendada

Duke Nukem online com hDuke, Linux Mint e YANG

Freedroid RPG

Netpanzer :: batalha de tanques multiplayer

Rodar o DDO no Ubuntu usando o Wine

Bygfoot :: Agora você é o cartola!

  
Comentários
[1] Comentário enviado por m4tri_x em 19/09/2008 - 13:49h

Realmente grande parte dos usuarios tem medo de mudar por "não poderem jogar" seus jogos preferidos,
Mais essa incompatibilidade cada dia que passa diminui e em breve creio que acabe e torne-se cada vez mais simples visivelmente para os usuarios.

Parabéns pelo artigo, :D

[]´s

[2] Comentário enviado por fulllinux em 19/09/2008 - 16:42h

Olha só o kalib, sempre com assuntos de grande interesse!!!
Abraço meu brother!!!

[3] Comentário enviado por saimonsaigon em 19/09/2008 - 17:55h

Parabens pelo artigo, pois eu como louco por games e dificil de rodar muitos de meus jogos amados, esse exemplos de jogos da pra saciar minha sede. VLW

[4] Comentário enviado por kalib em 19/09/2008 - 19:12h

@m4tri_x, pois eh cara..essa mentalidade está bem mudada nos dias de hoje... e a cada dia vemos mais espaço no linux para os games...nossa vida não é mais apenas tela preta..e ainda pode-se rodar jogos em horários de descanso entre uma configuração de servidor e outra... :p

@fulllinux, grande fulllinux...é isso aí...se a idéia é, também, atrair novos usuários ao mundo linux..temos sim que mostrar a eles que o Linux não é nenhum bixo de sete cabeças..e que SIM..pode ser utilizado em qualquer lugar e por qualquer um! Mesmo os fanáticos por jogos. ;]

@saimonsaigon, que bom que gostou..temos sim muitos jogos nativos para Linux..e com certeza, com a grande aceitação que o Linux vem tendo..a tendência é que em breve grandes fabricantes de jogos passem a desenvolver também versões de seus jogos para a arquitetura de nosso querido pinguim., de forma que que poderemos rodar qualquer jogo sem problemas..e claro..sem precisar fazer gambiarras com emulação.. :p
[]´s

[5] Comentário enviado por removido em 20/09/2008 - 13:52h


Opa foi bom falar de jogos , instalei aquele xmame para relembrar do passado :) Valeu pelas dicas

[6] Comentário enviado por grandmaster em 20/09/2008 - 15:59h

Legal as dicas :D

Renato de Castro Henriques
CobiT Foundation 4.1 Certified ID: 90391725
http://www.renato.henriques.nom.br

[7] Comentário enviado por adrianoturbo em 20/09/2008 - 20:20h

É o LINUX mostrando seu diferencial ,isso que é sistema.
Parabéns pelo artigo borther.

[8] Comentário enviado por Journeyman em 21/09/2008 - 12:32h

Na minha opinião, as grandes produtors nao portam games pra linux por "medo" de dar suporte técnico... afinal, linux nao tem um padrão pré-estabelecido como MacOS ou rWindows, entao o que funciona numa distro, nem sempre funciona em outra e tal...

Um possível solução as produtoras de games comerciais seguir o exemplo da "ID Software" ou "Epic Games" (atual Atari)

Eles disponibilizam seus executaveis pra linux, mas sem suporte técnico.. se quiser ta lá, mas "te vira nos 30" pra fazer funcionar.

Isso literalmente resolveria o problema da falta de games comerciais, que é a grande reclamação dos usuários.

[9] Comentário enviado por agk em 23/09/2008 - 11:47h

Eu também tiro meu chapéu para "ID Software" ou "Epic Games" (atual Atari), pois possuem jogos bons e com executável nativo para Linux.
Existem muito jogos bons para Linux, existem também muito jogos que possivelmente nunca vejamos rodando nativamente em Linux, como os da EA Sports e da NcSoft (LineAge 2).

Se o jogo possui executável para Linux e tem melhor desempenho no Linux eu jogo no Linux, se não tiver eu uso o "outro S.O".

Pra quem curte jogos online tem alguns que rodam nativamente em Linux e recomendo, como Savage e Regnum, muito bons e sempre com muitos players online.

Emuladores também são uma boa pedida, pois funcionam bem em Linux, desde NES, SNES, Mega Drive, NEOGEO, PSX, N64, fiz todos funcionarem perfeitamente (inclusive os joysticks adaptados pela porta de impressora, exceto o de N64 que ainda estou tentando).

Parabéns pelo artigo.

[10] Comentário enviado por hdoria em 23/09/2008 - 17:38h

Ótimo artigo. Já o tinha visto antes, mas artigos deste nível são sempre bons de serem prestigiados novamente.

[11] Comentário enviado por cesar em 06/10/2008 - 11:20h

Artigo show de Bola!

Deu até vontade de experimentar essa Distro, kkk

Final de semana faço isso, por enquanto continuarei com meu Bom e velho Slackware ;D

[]'s


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts