Integração Windows & Linux com Samba

Vamos conhecer neste artigo a origem, instalação, configuração e objetivo do software Samba. Artigo com o objetivo de demonstrar a funcionalidade do software Samba e suas principais características, para iniciantes e experientes.

[ Hits: 42.127 ]

Por: Flávio Secchieri Mariotti em 05/03/2008 | Blog: http://flaviosmariotti.blogspot.com/


Como surgiu o Samba?



Olá amigos,

Vou dar início a uma série de artigos direcionados à administradores de sistemas e redes Linux. Para começar vamos falar de integração, ou seja, integração Windows e Linux.

Como surgiu o Samba?

Para podermos compreender um pouco melhor o Samba, vamos partir do princípio. O criador dessa ferramenta de altíssimo potencial chama-se Andrew Tridgell, que quando criou ainda era um estudante. A ferramenta foi criada por que Andrew precisava integrar máquinas rodando Unix com PC rodando DOS. Esta integração na verdade não era o problema, visto que ele possuía uma versão do NFS (Network File System) que permitia que o PC acessasse os arquivos do seu servidor Unix. O problema estava que uma de suas aplicações exigia a interface NetBIOS, e neste pequeno problema o mundo hoje pode se beneficiar do software conhecido como Samba.

Escrever o Samba não foi uma tarefa muito fácil, sendo que na época a Microsoft ainda não tinha disponibilizado especificações sobre o protocolo SMB (Server Message Block) responsável pelo compartilhamento de recursos entre computadores. Sendo assim Andrew teve que realizar a engenharia reversa do protocolo utilizando um software de análise de rede (Packet Sniffer), assim decifrado o modo de operação do protocolo SMB. Andrew fez a implementação do protocolo em seu computador Unix. Assim o seu computador Unix aparecia na rede NetBIOS. Com isso deu início o software de integração que conhecemos como Samba, hoje não mais sendo uma iniciativa isolada de uma única pessoa, e sim controlada por diversos colaboradores do mundo de desenvolvimento.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Como surgiu o Samba?
   2. O pacote Samba
   3. Configuração do smb.conf
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Réplica de dados entre servidores Samba4 com load-balance de DNS

Migrando servidores Linux para autenticação LDAP

Samba: Implementando um domínio

Logando o Windows XP no Samba

Montando um compartilhamento com o smbmount

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Pianista em 05/03/2008 - 11:45h

Curto e grosso! otimo artigo! Parabéns!

[2] Comentário enviado por cassimirinho em 05/03/2008 - 11:55h

Valeu flaviao...

[3] Comentário enviado por cjba em 05/03/2008 - 14:24h

VALEW!!!... VO PRECISA MUITO DISSO, POIS SOU INICIANTE!!!!

[4] Comentário enviado por jeferson_roseira em 05/03/2008 - 15:14h

Cara muito bom o artigo

parabéns

Estou no aguardo dos outros artigos para adm de redes

[5] Comentário enviado por cassimirinho em 05/03/2008 - 15:17h

Flávio, fiz os testes com o smb.conf que você me enviou e não consegui acessar.
É visualizado no ambiente de rede do windows xp como media em servidor linux, mas ao tentar entrar fala que não tenho acesso e blá blá blá

[6] Comentário enviado por laudir_pinheiro em 05/03/2008 - 15:39h

Cara um dos melhores artigos , Parabéns véio...

[7] Comentário enviado por elfou em 06/03/2008 - 13:09h

Good man, isso é muito bom, curto e claro.

[8] Comentário enviado por marujo em 06/03/2008 - 20:03h

rpz.. legal o artigo, mas assim ficou faltando algumas coisas que eu considero importante, vou complementar com alguns poucos pormenores... Amigo "cassimirinho", vc nao teve permissao por que precisa especificar a permissao tbm no diretorio criado no sistema, o samba gerencia parcialmente o acesso a diretorio, para solucionar seu problema, eh possivel por exemplo usar...

#chmod 660 -R dir_criado

Ou ainda mudando o dono do diretorio, caso tenha sido criado com root, e ainda especificado no smb.conf na tag security como share, e colocar ainda nas configuraçoes de diretorio algumas outras tags especificas para compatilhamento completo,como foi colocado(guest ok = yes) por falar na tag security, ainda eh possível usar ADS, para inserçao do samba em um dominio AD(Active Directory Win3k), ou ainda Domain para inserçao do samba em um dominio Samba/PDC Linux... Logico que para uso dessas, eh preciso configurar o smb.conf adequadamente para este fim, enfim, sao soh ratificaçoes importantes que acho que ajudarao no artigo...

[9] Comentário enviado por flavio.mariotti em 06/03/2008 - 21:32h

Olá amigos,

Primeiramente quero agradecer a participação de todos tanto com elogios, criticas e sugestões, saibam que todos são muito bem recebidos.

Sobre esquecer de alguns detalhes na verdade não é bem esquecer, mas tento em meus artigos focar as principais funções.

Bom complementando o comentário do marujo no caso podemos também tratar a permissão do diretório classificado na security como share da seguinte maneira.

No lugar de:

[flavio]
Comment = estou compartilhando este diretório
Browseable = yes
Writeable = yes

Incluir os seguintes parâmetros.

[flavio]
Comment = estou compartilhando este diretório
Path = /flavio
Browseable = yes
Writeable = yes
Force user = root
Force group = root
Create mask = 0666

Assim estamos forçando o acesso com o usuário root e determinando as permissões do diretório.

Qualquer duvida podem entrar em contato pelo MSN encontrado no meu blog. http://fsmworldlinux.blogspot.com

Atenciosamente,
Flávio Secchieri Mariotti
Analista de Sistemas

[10] Comentário enviado por comfaa em 02/10/2008 - 09:30h

maneiro esse artigo cara, parabéns

[11] Comentário enviado por flavinho0o em 03/10/2008 - 10:35h

Um bom artigo, me auxiliará na implantação de um servidor de arquivos e usuario.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts