Instalação e configuração do LMS Moodle no Linux

Este artigo mostrará a um iniciante como instalar e configurar o LMS (Learning Management System) Moodle no Linux, que vem se tornando cada vez mais popular nas mais diferentes instituições de ensino.

[ Hits: 26.412 ]

Por: Marcelo Penha em 21/11/2008


Instalação e configuração do LMS Moodle



O Moodle é um LMS (Learning Management System) que vem sendo largamente utilizado como Ambiente Virtual de Aprendizagem em vários cursos, tanto em Educação a Distância como ferramenta de apoio ao ensino presencial.

Esse grande uso pode ser justificado pela flexibilidade do sistema (funcionalidades podem ser adicionadas facilmente através de módulos), pela tradução em várias línguas (mais de 70), pela portabilidade (funciona em vários SOs e SGBDs).

O objetivo desse tutorial é explicar ao usuário iniciante o funcionamento básico do Moodle e suas principais configurações. Ele será dividido em duas partes: instalação e configuração do sistema.

Parte 1 - Instalação do Moodle

Para esse tutorial levaremos em consideração um servidor web Apache na versão 2.2, com SGBD Postgres e PHP 5.2. Outros SGBDs podem ser utilizados, como o MySQL ou Oracle. Por questões de permissão, a base de dados e o usuário com acesso pode ter que ser criado antes do início da instalação, a critério do administrador do servidor.

Para instalação o primeiro passo é fazer o download do sistema a partir do site do Moodle. Existem duas opções de download, a versão estável e a semanal. Em testes realizados no curso ARL, geralmente a versão semanal, que é a mais atualizada, não tem apresentado problemas.

Após o download, que pode ser feito em formato zip ou tgz, o pacote de instalação deve ser descompactado no diretório que é acessível via web pelo Apache. Após a descompactação do arquivo, basta acessá-lo via web.

A primeira tela apresentada ao administrador é para escolha da linguagem para instalação. Em seguida, são apresentadas as configurações do php exigidas e a verificação se as mesmas estão habilitadas no servidor. Caso alguma configuração do php não esteja correta, é informado ao usuário o problema que isso pode provocar.

Em seguida devem ser informados os diretórios do Moodle: endereço web do sistema, diretório de instalação e um diretório de dados. Esse diretório conterá os arquivos de usuários, arquivos locais de linguagens, entre outros. Ele não deve ser acessível via web e deve ter permissão de escrita para o Apache.

O próximo passo é a escolha do tipo de banco de dados (MySQL, Postgres etc), o endereço do servidor, o nome da base de dados (em alguns casos é necessário colocar a porta de acesso, no caso do postgres :5432:Aallow) e nomes de usuário e senha. Também deve ser informado um prefixo que será comum a todas as tabelas criadas pelo Moodle.

Em seguida são informadas ao usuário as extensões do php necessárias, configurações do banco de dados, versões de aplicativos, dentre outros detalhes. Caso alguma coisa não esteja correta, o usuário é informado do problema que isso pode gerar.

Em seguida deve ser baixado o pacote de idioma que foi escolhido na primeira tela. Caso não seja feito esse download, o sistema utilizará o inglês. O download também pode ser feito manualmente no site do sistema e descompactado na pasta lang, dentro da pasta de instalação.

O próximo passo é a criação do arquivo "config.php" com base nas configurações fornecidas. Caso tudo esteja correto, o arquivo será criado. Caso o Apache não consiga gravar no diretório de instalação, ele mostrará o conteúdo do arquivo e o usuário deverá criá-lo manualmente.

Em seguida o usuário deve aceitar as cláusulas de direitos autorais (baseados na licença GNU). Se tudo estiver correto, começará a criação das tabelas que serão usadas pelo sistema no banco de dados. Caso exista algum erro, o usuário será informado.

Terminada essa etapa, é necessária a criação de um usuário administrador, que terá totais poderes em todo o sistema. Após o preenchimento dos campos necessários (como nome de usuário, senha e e-mail), o usuário deverá preencher as informações do site, como nome do curso ou da instituição (nome do site), descrição etc. Feito isso a instalação estará completa.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalação e configuração do LMS Moodle
   2. Parte 2 - Configuração do Moodle
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Google AdSense: Técnicas de otimização dos anúncios

Symbaloo para uso em Química e Pesquisa Científica

EditorConfig - Padronização de código para seus projetos

Entenda o XML - Parte 3

Máquina Enigma e encriptação em XOR

  
Comentários
[1] Comentário enviado por nadsoncs em 27/06/2009 - 11:27h

Olá amigo, ja instalei o moodle no windows agora to tentando instalar no linux, já estou com apache e mysql rodando direitinha porem na parte dos diretórios da um erro e creio que é por causa da pasta moodledata, não sei como dar permissão de escrita nessa pasta para o apache.

Na verdade não sei qual é o usuário mesmo tentei dar permissão para o usuário nobody mais o problema continua, pode me ajudar ?

[2] Comentário enviado por mpenha em 31/08/2009 - 07:48h

Olá

Desculpe a demora.
Imagino que você tenha que dar permissão na pasta para o APACHE.

seria
#chmod 775 moodledata
#chown apache:apache moodledata

Espero ter ajudado.

Marcelo


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts