Instalação do PostgreSQL, Apache2 e PHP8 no Debian Buster 10 e no Stretch 9

Instalação manual (em sua maioria) do PostgreSQL, Apache2 e PHP8 nos Debian Buster e Stretch.

[ Hits: 1.572 ]

Por: Buckminster em 23/09/2021


Introdução



Este artigo é uma atualização de um artigo de 2016.

Podemos ver que desde 2016 até 2021 que o que mudou foram as versões dos programas, alguns links de downloads e os comandos, basicamente, continuam os mesmos. Os programas principais (PostgreSQL, Apache e PHP) tiveram atualizações mesmo instalados manualmente até que as versões não tiveram mais suporte, mas continuaram em pleno funcionamento.

No final do artigo tem um link para o artigo de 2016 caso alguém queria comparar. Para fins didáticos, antes de instalar manualmente qualquer programa no Linux, devemos verificar e instalar as dependências, ou seja, os pacotes necessários (bibliotecas, ferramentas etc) que devem ser instalados antes do programa em si. Esta é uma etapa crucial porque geralmente percebe-se que faltou alguma dependência somente ao configurar (./configure), construir (make) ou instalar (make install), daí é tarde, sendo que acontecem os erros e devemos refazer as operações. Mas isto faz parte do aprendizado, pois assim vai se acumulando experiência.

Como sempre, aconselho a ler todo este amontoado de palavras, antes de sair executando os comandos. Ficou um tanto extenso este artigo, mas está bem esmiuçado e quem dedicar seu tempo em aproveitá-lo e você não se arrependerá.

Estando o sistema Debian devidamente instalado, configurado e atualizado, faça os procedimentos abaixo. Eles foram realizados alguns no terminal (linha de comando). Serão dadas as explicações que forem necessárias para os interessados poderem realizar as operações. É claro que instalar pelo apt-get, apt ou pelo aptitude se torna bem mais fácil, porém se perde um pouco do controle, além do que... qual é a graça?

Para fins de aprendizado é uma experiência enriquecedora, pois este é um dos objetivos deste artigo. Para coisas mais simples prefira a instalação automática com apt-get, aptitude, apt ou com o gerenciador da interface gráfica.

Para as dependências foi utilizado o apt-get e o aptitude. Caso tenha outras versões instaladas do PostgreSQL, Apache e PHP, recomendo desinstalá-las. Siga os passos exatamente na ordem em que estão colocados e faça os procedimentos com calma, sem pressa.

Caso use outra distribuição, pode seguir os procedimentos abaixo com algumas adaptações de acordo com a distribuição. Utilizo este tipo de instalação faz anos, mas para descargo de consciência, refiz toda ela e atualizei os comandos e executei-a para teste na data de 11/07/2021. Como sou um pouco preguiçoso, fui copiando os comandos do artigo e colando no terminal.

Deixo aqui uma sugestão de sources.list básico, este é o que utilizo atualmente. Observem que no início do arquivo está Debian GNU/Linux 8.0.0 _Jessie_, mas tenho praticamente esse mesmo sistema desde o Squeeze por volta de 2012. A partir do Buster (mas isso também funciona nos Debian anteriores) deve-se logar como root usando "su -":

su -
# vim /etc/apt/sources.list

Usei o Vim, mas use teu editor de texto preferido.

#
# deb cdrom:[Debian GNU/Linux 8.0.0 _Jessie_ - Official amd64 DVD Binary-1 20150425-12:54]/ jessie contrib main
# deb cdrom:[Debian GNU/Linux 8.0.0 _Jessie_ - Official amd64 DVD Binary-1 20150425-12:54]/ jessie contrib main
# squeeze-updates, previously known as 'volatile'

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ buster main contrib
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ buster main contrib
deb http://security.debian.org/ buster/updates main contrib
deb-src http://security.debian.org/ buster/updates main contrib
deb http://ftp.br.debian.org/debian/ buster-updates main contrib
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ buster-updates main contrib
deb http://www.deb-multimedia.org buster main

# deb http://www.deb-multimedia.org buster-backports main contrib non-free
# deb http://http.debian.net/debian buster-backports main contrib non-free

Os repositórios backports ficam comentados e são descomentados caso haja necessidade de instalação de algum pacote que somente eles tenham. Não é recomendável utilizar todos os backports e non-free durante os updates e upgrades. As entradas no arquivo sources.list normalmente seguem este formato:

deb http://site.example.com/debian distribuição componente1 componente2 componente3
deb-src http://site.example.com/debian distribuição componente1 componente2 componente3

A linha deb baixa as atualizações com os pacotes binários .deb e os pacotes pré-compilados e a linha deb-src baixa os fontes (source, src) e indica pacotes fonte, que são os originais do programa mais o arquivo de controle Debian (.DSC ) e o diff.gz contendo as modificações necessárias para o empacotamento do programa.

É recomendável deixar as linhas deb-src descomentadas somente para os repositórios oficiais que são os seis primeiros no arquivo.

A lista de sites e espelhos oficiais mundiais do Debian você encontra aqui: https://www.debian.org/mirror/list

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. POSTGRESQL
   3. APACHE
   4. PHP
   5. Conclusão
Outros artigos deste autor

IPv6, DNSv6 e DHCPv6

DHCP com controle de IP e compartilhamento no Debian Squeeze

Como um monte de letras de um código fonte transforma-se em voltagens?

VMD no Debian - Instalação e configuração

Configuração do sistema, DHCP, compartilhamento e DNS no Debian Squeeze

Leitura recomendada

Sujando as mãos ao instalar Arch Linux (método de instalação novo)

Instalação ou Recuperação do GRUB

Debian Squeeze com RAID 1

Instalar o driver para ATI Technologies Inc RS482 [Radeon Xpress 200M]

Resolvendo problemas na rede do Slackware

  
Comentários
[1] Comentário enviado por danniel-lara em 24/09/2021 - 20:35h


Show , muito bom parabéns

[2] Comentário enviado por Buckminster em 24/09/2021 - 22:09h


[1] Comentário enviado por danniel-lara em 24/09/2021 - 20:35h


Show , muito bom parabéns



Obrigado, Daniel.

[3] Comentário enviado por mauricio123 em 02/10/2021 - 10:26h


Show, ótimo artigo.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts