Instalação do Arch Linux com LVM + Luks

Em tempos que a segurança deve ser levada cada vez mais a sério, criptografia é um ótimo caminho para melhorar nossa sensação de segurança. Utilizar criptografia em disco, portanto, é um meio muito bom para conseguir isso.

[ Hits: 11.812 ]

Por: Gildásio Júnior em 14/01/2016


Introdução



Artigo originalmente postado em: http://gjuniioor.github.io/blog/archlinux-lvm-luks/

Engraçado que já fiz um post falando sobre a pós instalação do Arch Linux [0] antes mesmo de fazer a instalação. Portanto, depois daqui, recomendo que dê uma olhada nesse outro post. :)
Recentemente foi encontrado um bug no bootloader [1] Grub, que pressionando backspace vinte e oito vezes resultava numa shell do Grub. Isso foi um reboliço danado na comunidade. A questão é que por se tratar de uma falha de exploração física, necessário ter acesso à máquina, "não precisa" dessa falha para uma possível invasão. Como com ela vai acontecer o reboot da máquina, você poderia fazer esse reboot manualmente e fazer o boot por um pendrive com um live CD, assim, vendo todos os arquivos da máquina.

E como quase sempre a solução para aumentar a sensação de segurança é recorrer à criptografia. Criptografar o disco, partições e arquivos nos deixa mais seguro quando se trata dessas coisas. Tendo essa perspectiva, aproveitei e juntei o útil (criptografar o disco) ao agradável (voltar ao usar o lindo Arch Linux) e aqui está o resultado de tudo isso.

LVM + Luks

LVM (Logical Volume Manager - Gerenciador de Volume Lógico) permite gerenciar os discos com algumas funcionalidades interessantes, como por exemplo utilizar vários discos físicos para funcionar como um ou mais volumes, ou ainda poder remanejar o tamanho das partições e fazer toda essa gerência em tempo de execução.

LVM tem alguns conceitos bacanas a se abordar que guardarei para quando fizer um melhor sentido nesse texto. :) Se tiver interesse, recomendo a leitura de alguns links: [2], [3], [4], [5], [6] e [7]. E como são textos direcionados exclusivamente à LVM e não à implementação dele em uma instalação de um sistema, recomendo ainda mais para quem quer entendê-lo melhor.

Luks foi o que me motivou a fazer todo esse processo e por consequência, fazer esse post. Lembra que falei da criptografia do disco? Pois bem, ele quem vai permitir isso para a gente. Rapidamente falando, Luks é uma especificação de encriptação de disco que veio para padronizar esse processo. Antes era utilizado de vários formatos diferentes, mas com o Luks isso foi resolvido. Vamos lá!

Links

[0]: https://gjuniioor.github.io/blog/pos-instalacao-archlinux/
[1]: http://hmarco.org/bugs/CVE-2015-8370-Grub2-authentication-bypass.html
[2]: https://www.vivaolinux.com.br/dica/LVM-Logical-Volume-Manager
[3]: https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Entendendo-e-configurando-o-LVM-manualmente
[4]: https://www.vivaolinux.com.br/artigo/LVM-completo-e-sem-misterios
[5]: https://wiki.archlinux.org/index.php/LVM
[6]: http://www.devin.com.br/lvm/
[7]: http://www.hardware.com.br/dicas/entendendo-lvm.html

Siga para a próxima página...

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação
   3. Configuração
Outros artigos deste autor

EditorConfig - Padronização de código para seus projetos

A pós-instalação do Arch Linux

VirtualBox no Arch Linux

WeeChat - Um (O) cliente IRC CLI

Copie/Cole conteúdo do terminal para o X e vice-versa

Leitura recomendada

Viva o Linux Training: seja um moderador do VOL

GSlapt - Gerenciando os pacotes de seu Slackware

Logrotate, uma importante ferramenta de administração dos logs do sistema

KDEMod 4.1 no Arch Linux

Como submeter dados de CDDB de um CD de áudio ao Freedb

  
Comentários
[1] Comentário enviado por willian.firmino em 18/01/2016 - 09:50h

Como ficaria a configuração com dual boot com outra distro, no meu caso o Slackware, encontrei este artigo http://blog.darknedgy.net/technology/2014/07/27/1/ mas não sei como colocar isso tudo junto, eu gostaria de deixar o Slackware e o Arch com lvm+luks, e o grub do Arch gerenciando o boot.

[2] Comentário enviado por gjuniioor em 21/01/2016 - 10:05h


[1] Comentário enviado por willian.firmino em 18/01/2016 - 09:50h

Como ficaria a configuração com dual boot com outra distro, no meu caso o Slackware, encontrei este artigo http://blog.darknedgy.net/technology/2014/07/27/1/ mas não sei como colocar isso tudo junto, eu gostaria de deixar o Slackware e o Arch com lvm+luks, e o grub do Arch gerenciando o boot.


Bem, nunca fiz dual boot com lvm+luks, portanto, o que vou falar só segue a lógica teórica...

P.S.: Antes de seguir qualquer procedimento assim, sempre recomendado fazer backup de tudo o que precisar para não correr risco de mais aborrecimento.

Em teoria você poderia fazer assim:
sda1 - /boot
sda2 - / (arch)
sda3 - / (slack)
sda4 - /home
E no fstab configurar para utilizar a mesma partição /home em ambas as distro.
Como a tela do Grub aparece antes da parte para inserção da senha para abrir a partição, presumo que fazendo a configuração assim o Grub se responsabilizaria dessa parte.

Só lembrando novamente, isso em teoria. Se quiser se arriscar a fazer o teste chama no telegram com esse meu nick ai que a gente vai se falando para trocar figurinhas. Depois pode surgir um texto teu aqui :)

[3] Comentário enviado por r_carreiro em 24/01/2016 - 19:10h

Wow!!!
Muito bom o artigo cara, parabéns!

[4] Comentário enviado por Alexandreaf em 09/02/2016 - 12:41h

Gjuniioor,

Olá, por gentileza, poderia esclarecer essa minha dúvida?

Você criou /dev/sda2 com o flag "Linux LVM", código 8e.

Isso é um volume físico (physical volume)?

Ao executar

cryptsetup -c aes-xts-plain64 -y -s 512 luksFormat /dev/sda2

O que você está criptografando? Ou seja, tudo que estiver sobre ele "volume group", "logical volumes" e "file systems" estarão criptografados. É isso mesmo? Pode confirmar?

https://img.vivaolinux.com.br/imagens/dicas/comunidade/Captura-de-tela-de-2013-05-02-21:28:05.png
https://www.vivaolinux.com.br/dica/LVM-Logical-Volume-Manager

Ou seja, / , /home, swap...? Como poderia conferir se estão de fato criptografados?

Minha preocupação é a seguinte, quero que, com exceção do /boot, esteja criptografado, inclusivo e sem falta, a partição swap.

Obrigado.

[5] Comentário enviado por gjuniioor em 09/02/2016 - 22:53h

[4] Comentário enviado por Alexandreaf em 09/02/2016 - 12:41h

Gjuniioor,

Olá, por gentileza, poderia esclarecer essa minha dúvida?

Você criou /dev/sda2 com o flag "Linux LVM", código 8e.

Isso é um volume físico (physical volume)?


Na verdade, isso é uma partição do disco. E para poder utilizar essa partição com LVM utilizei a flag determinado pelo código 8e (Linux LVM).

[4] Comentário enviado por Alexandreaf em 09/02/2016 - 12:41h

Ao executar

cryptsetup -c aes-xts-plain64 -y -s 512 luksFormat /dev/sda2

O que você está criptografando? Ou seja, tudo que estiver sobre ele "volume group", "logical volumes" e "file systems" estarão criptografados. É isso mesmo? Pode confirmar?


Quase isso. Na verdade, todo o conteúdo da partição /dev/sda2 estará criptografado. Depois disso que abro essa partição com Luks+LVM:

# cryptsetup luksOpen /dev/sda2 lvm

E então posso criar o volume físico, grupo e o lógico.

[4] Comentário enviado por Alexandreaf em 09/02/2016 - 12:41h
Ou seja, / , /home, swap...? Como poderia conferir se estão de fato criptografados?


Você pode tentar montar a partição /dev/sda2 para ver no que dá :)
Faz o seguinte teste: Roda a máquina com um liveUSB e tenta acessar a partição. Claro, sem abrí-la e montá-la com luks+lvm.

[4] Comentário enviado por Alexandreaf em 09/02/2016 - 12:41h
Minha preocupação é a seguinte, quero que, com exceção do /boot, esteja criptografado, inclusivo e sem falta, a partição swap.

Obrigado.


Então é só seguir as configurações que tem ai, adaptando, claro, com os valores que desejar. Pois fiz dessa mesma forma. Com exeção do /boot, todo o disco está criptografado.

Disponha ^-^

[6] Comentário enviado por Alexandreaf em 10/02/2016 - 11:18h

Obrigado. :)


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts