HOWTO Samba

Neste artigo será descrito passo a passo como prover acesso e compartilhamento entre qualquer arquivo ou impressora numa rede Windows/Linux funcionando de maneira satisfatória.

[ Hits: 42.028 ]

Por: Leandro Gustavo Alves em 04/08/2007


Configurando servidor Samba no SuSE



Na sua plataforma SuSE, abra o YaST no modo Root.



Então vá para Serviços de Rede e escolha a opção XINETD.



Procure pelo serviço "SWAT" e mude o status para ON, ativando-o. Então clique em Encerrar.



Agora, de volta ao painel de controle do YaST, clique em SISTEMAS,e então em "Serviços do Sistema (runlevel)".



Ative os botões para os seguintes serviços: nmb, smb, smbfs, xinetd. E então clique em Encerrar.



Outra vez no centro de controle do YaST, clique em Serviços de Rede e então em Servidor SAMBA.



Logo abaixo da aba de Inicialização, certifique-se de que a opção Inicializar Automaticamente está marcada. Se você estiver usando o firewall, não deixe de marcar "Abrir portas do Firewall".



Então vá para a aba de Identidade, preencha o seu campo de Nome de Domínio (deve ser exatamente o mesmo que havia no Windows). Então certifique-se de que o Controlador de Domínio aponte a opção NO DC. Agora, no campo do host da NetBIOS coloque o nome que desejar para a máquina. E encerre.



Abra o Browser. Na barra de endereço digite localhost:901 e tecle ENTER. Na tela seguinte entre com seu root e senha, e clique OK.



Clique no ícone GLOBALS. Preencha os campos do grupo de trabalho e nome da NetBIOS com as informações apropriadas caso já não estejam preenchidas. Isso é opcional, mas você pode também mudar o nome da string do Servidor. Então, nas opções de segurança, troque "segurança" por "usuário".



Este próximo passo fará a rede buscar a plataforma do Windows. Desça a tela até a seção de opções do de Browser. Mude o nível do OS para 2. Mude as opções Mestre Preferencial, Mestre Local e Mestre do Domínio para NÃO. Suba a tela de volta ao topo e confirme as alterações feitas. Também é possível usar a caixa de Hosts Negados para remoção de maquinas ou acessos na rede.



Salvamos as alterações em "Commit Changes":



Configuração do compartilhamento:

Novamente no Samba, acessamos o compartilhamento:



Aqui um novo compartilhamento pode ser adicionado:



Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Configurando servidor Samba no SuSE
   3. Lidando com o firewall
   4. Configurando o Windows para atravessar o firewall
Outros artigos deste autor

Howto NIS/NFS no SuSE

Leitura recomendada

Permissões do Samba usando chmod

Réplica de dados entre servidores Samba4 com load-balance de DNS

Samba: Implementando um domínio

libpam-mount: a Solução para montagem de volumes SMB

Compartilhando pastas com Samba no Slackware - muito simples!

  
Comentários
[1] Comentário enviado por rrinfor em 04/08/2007 - 20:01h

Olá Leandro!
Gostei muito do seu artigo! apesar de não utiliza-lo para fins práticos adimirei o mesmo pela maneira como ele foi apresentado, deforma didática e ilustrativa. Onde normalmente veríamos um smb.conf com dezenas de opções, vc mostrou o outro lado da moeda para aqueles que estão começando no ramo.

Parabéns!

[2] Comentário enviado por antonioclj em 05/08/2007 - 11:10h

Legal mesmo a forma como ele abordou. Apesar do linux ser forte na linha de comando às vezes é bom lembrar que o linux tem interface gráfica e muito boa por sinal :-). Faço uma pergunta: como seria para uma máquina linux acessar os compartilhamentos de outra máquina linux, é via samba mesmo ou tem outra alternativa, pois uma vez tentei configurar via samba e tinha que trocar muitas informações de como o sistema procurava os compartilhamentos e sempre achei isso muito estranho.

[3] Comentário enviado por leandroweb2006 em 05/08/2007 - 14:24h

?comentario= Bem para que eu possa acessar e compartilhar outra maquina linux, é só usar NFS e NIS, na qual tenho outro artigo explicando passo a passo como fazer esse compartilhamento de dados.

[4] Comentário enviado por amcsng em 06/10/2009 - 12:24h

O Fiote isso aqui não é Ruindows NÂO.

[]os


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts