GreenOS, um elegante sistema operacional para o novo mercado

GreenOS, ou gOS, que muitos insistem em chamar de GoogleOS, é um sistema operacional Linux extremamente elegante e inovador, pois diferente de diversas distribuições é voltado a um novo mercado totalmente online.

[ Hits: 20.819 ]

Por: Diogo G. Zanetti em 30/10/2008 | Blog: http://exadmax.googlepages.com


Linux e as novas tendências de mercado



O mundo Linux nos últimos dez anos teve diversas mudanças em relação às mudanças de mercado, uma delas foi o advento de novas distribuições que atendiam um mercado que antes o Linux simplesmente não conseguia atender, o usuário final.

Antes destes últimos 10 anos era necessário que o usuário tivesse um nível pelo menos médio na área de informática, que envolvia desde tarefas como montagem de dispositivos, algo que simplesmente não existe em sistemas operacionais de mercado, até algumas tarefas mais complexas em alguns casos, como criar contas de usuários, grupos e definindo características.

Este novo foco para o usuário final fez com que novas distribuições crescessem muito nos últimos anos, como o Ubuntu, amplamente difundido e aceito mundialmente como o mais simples sistema operacional Linux e aqui no Brasil o Kurumin, conhecido pela facilidade de uso.

Outros sistemas já conhecidos do mundo Linux, como o Red Hat e o SuSE tiveram que se adaptar as novas necessidades e daí nasciam distribuições como Fedora, que comparativamente a um Red Hat 9 de dez anos atrás, mal lembra que esta é uma distribuição do chapéu vermelho.

Porém no mercado tem surgido uma nova tendência, a dos serviços WEB, onde são disponibilizados em sites na internet verdadeiros programas, utilizando conceito WEB 2.0, que substituem, parcialmente ou até totalmente, programas instalados no computador, caso de muitos dos programas do Google, como o Google DOCS ou Google Agenda, acessando via um bom browser o usuário final pode realizar qualquer operação sem necessidade de qualquer instalação.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Linux e as novas tendências de mercado
   2. GreenOS e a tendência WEB
Outros artigos deste autor

SuSE Linux 9.1 - O poderoso e versátil Linux da Novell

Catalogando distribuições, usuários e ambientes para a melhor distribuição

Tranformando Ubuntu Breezy em Ubuntu Dapper

Ubuntu Linux - Visão Geral

Jakarta JMeter - Testando o desempenho de seus sites

Leitura recomendada

Brasil apimenta a guerra do software livre

Patentes de software - O atraso da humanidade

Software Livre no Brasil dá mais um passo

Debate sobre o simulado do VOL

Por quê eu não usaria Linux?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por nicolo em 31/10/2008 - 11:43h

O google é criativo e lucrativo. Uns se divertem, outros lucram. Há coisas úteis no google, talvez isso ajude o sucesso.
Essa idéia de rodar programas via internet dá o que pensar. Pode ser bem conveniente em alguns casos e bastante
arriscado em outros, no sentido em que dados estão sendo fornecidos ao servidor hospedeiro do programa.
Artigo legal.

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 31/10/2008 - 17:43h

Eu ainda estou em dúvida se é GreenOS ou GoodOS, sendo que o último nome está no site.

[3] Comentário enviado por cassimirinho em 31/10/2008 - 19:15h

Uma pergunta, na instalação vai gerenciador de boot também? No caso de uma instalação junto aos outros S.Os já instalados no HD.

[4] Comentário enviado por jorge_leandro em 31/10/2008 - 21:33h

Bom artigo. Apenas um comentário, o nome da distribuição é gOS de Good OS. Isso deriva do nome da empresa responsável pela distribuição, que também é Good OS. Abaixo o texto do About Us:

Good OS (“gOS”) was founded in 2007 and is currently headquartered in Emeryville, California.
http://thinkgos.com/about.php

Até.

[5] Comentário enviado por diogozanetti em 03/11/2008 - 08:26h

Era GreenOS quando eu gerei o artigo que foi em 2006 :)
eu só demorei dois anos pra publicar! ahahahahaha

[6] Comentário enviado por removido em 03/11/2008 - 19:35h

Ha já lembro, há uns tempos ouvi algum pessoal a falar sobre ele, muitos que o testaram confundiram que era uma distro "patrocionada" pela google. Os comentarios que ouvi sobre a mesma não foram os melhores.
Outros queixaram-se na instalação de drivers de rede principalmente mas ouve outros.

Mas quem sabe se agora já está estavel e funcional. :D

[7] Comentário enviado por roberdson em 07/12/2008 - 22:55h

Bom eu ouvi muito falar sobre isso "uma novidade que o google ta lançando que vai baratear ainda mais o custo dos computadores" (bom tendo em vista que hoje em dia ninguem quase usa windows original isso não teria diferença alguma), qualquer dia eu confiro, mas não é uma coisa que pretendo fazer agora, ainda acho que o projeto tem muito a crescer.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts