GreenOS, um elegante sistema operacional para o novo mercado

GreenOS, ou gOS, que muitos insistem em chamar de GoogleOS, é um sistema operacional Linux extremamente elegante e inovador, pois diferente de diversas distribuições é voltado a um novo mercado totalmente online.

[ Hits: 21.128 ]

Por: Diogo G. Zanetti em 30/10/2008 | Blog: http://exadmax.googlepages.com


GreenOS e a tendência WEB



Surge em 2005 rumores sobre um sistema operacional que o Google estaria desenvolvendo, que era chamado por alguns de GoogleOS, onde mostrava os sistemas internos do Google totalmente integrados ao sistema operacional. Segundo alguns o sistema chegaria tão forte no mercado que poderia mudar totalmente o rumo dos sistemas operacionais, de lá para cá nada mais foi dito sobre o sistema.

Uma divisão de programadores do Google, entre outros que não faziam parte do grupo, coletaram o GoogleOS e a partir dele criaram uma versão idêntica na idéia de ser um sistema bem online e leve, porém desvincularam a idéia que apenas as soluções Google seriam as melhores soluções, assim surge o GreenOS, um sistema leve e elegante, como eles mesmos afirmam.
GreenOS Linux
A proposta é muito interessante, existem dois tipos de programas: programas Web, boa parte deles do próprio Google, que não necessitam de qualquer tipo de instalação, funcionando totalmente via Web, e outro pacote, os programas Desktop.

Por ser uma distribuição Ubuntu, também possui um agendador de atualizações que verifica e instala as atualizações necessárias automaticamente.

O sistema é muito leve por utilizar a interface Enlightenment, o que torna uma boa alternativa ao sistema operacional Kubuntu.

Pacotes Web do GreenOS

GreenOS disponibiliza os seguintes pacotes:
  • Google Mail: Para leitura e envio de e-mails
  • Google Calendar: Software de Calendário e Agenda
  • Google Maps: Sistema de localização de ruas e avenidas do Google
  • Google DOCS: Office do Google
  • Google Products: Sistema que se assemelha ao Buscapé.com.br aqui no Brasil
  • Meebo: WebMessenger leve que suporta diversos protocolos
  • Youtube: Vídeos via web
  • Facebook: Sistema de rede sociais semelhante ao famoso Orkut
  • FAQLY: Sistema de Help Online
  • Box.net:Sistema de armazenamento de arquivos online (Disco Virtual)

Pacotes Desktop do GreenOS

O pacote Desktop que o gOS oferece já é amplamente conhecido entre os usuários Linux:
  • Suíte OpenOffice: Draw, Writer, Base, Impress, Spreadsheet
  • Rhythmbox: Player de músicas
  • Xine: Player de Vídeos
  • Gnomebaker: software de gravação de DVDs e CDs
  • Gimp: Poderoso editor de imagens
  • Firefox: Browser Web bastante difundido
  • Thunderbird: Cliente de Emails
  • Pidgin: Famoso messenger multi-protocolo
  • Skype: Famoso VOIP Messenger

Onde conseguir o GreenOS

Existem atualmente dois meios de conseguir o GreenOS, comprando o CD pela Amazon.com ou mesmo na Amazon.com comprar o GreenPC, atualmente com o rosto do Android (logotipo do sistema operacional para celulares do Google), que é um computador que já vem com o GreenOS instalado.

Outro meio é baixando o ISO do próprio sido do GreenOS: gOS - Discover a Good OS

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Linux e as novas tendências de mercado
   2. GreenOS e a tendência WEB
Outros artigos deste autor

Monte seu ambiente de desenvolvimento em 3 horas com Ubuntu

MS-X, DOS, Windows e finalmente Linux: História da evolução da informática e pessoal

Catalogando distribuições, usuários e ambientes para a melhor distribuição

Servidor de e-mail seguro com ClamAV e MailScanner

Linux e jogos, um mercado em expansão

Leitura recomendada

Viva o Linux 2008 - Site com cara e recursos novos!

Viva o Linux com bate-papo via web

Por que os GAMES não são a chave para o Linux em desktops

O protocolo EAP-TTLS

Próximas Tecnologias do Sistema GNU/Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por nicolo em 31/10/2008 - 11:43h

O google é criativo e lucrativo. Uns se divertem, outros lucram. Há coisas úteis no google, talvez isso ajude o sucesso.
Essa idéia de rodar programas via internet dá o que pensar. Pode ser bem conveniente em alguns casos e bastante
arriscado em outros, no sentido em que dados estão sendo fornecidos ao servidor hospedeiro do programa.
Artigo legal.

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 31/10/2008 - 17:43h

Eu ainda estou em dúvida se é GreenOS ou GoodOS, sendo que o último nome está no site.

[3] Comentário enviado por cassimirinho em 31/10/2008 - 19:15h

Uma pergunta, na instalação vai gerenciador de boot também? No caso de uma instalação junto aos outros S.Os já instalados no HD.

[4] Comentário enviado por jorge_leandro em 31/10/2008 - 21:33h

Bom artigo. Apenas um comentário, o nome da distribuição é gOS de Good OS. Isso deriva do nome da empresa responsável pela distribuição, que também é Good OS. Abaixo o texto do About Us:

Good OS (“gOS”) was founded in 2007 and is currently headquartered in Emeryville, California.
http://thinkgos.com/about.php

Até.

[5] Comentário enviado por diogozanetti em 03/11/2008 - 08:26h

Era GreenOS quando eu gerei o artigo que foi em 2006 :)
eu só demorei dois anos pra publicar! ahahahahaha

[6] Comentário enviado por removido em 03/11/2008 - 19:35h

Ha já lembro, há uns tempos ouvi algum pessoal a falar sobre ele, muitos que o testaram confundiram que era uma distro "patrocionada" pela google. Os comentarios que ouvi sobre a mesma não foram os melhores.
Outros queixaram-se na instalação de drivers de rede principalmente mas ouve outros.

Mas quem sabe se agora já está estavel e funcional. :D

[7] Comentário enviado por roberdson em 07/12/2008 - 22:55h

Bom eu ouvi muito falar sobre isso "uma novidade que o google ta lançando que vai baratear ainda mais o custo dos computadores" (bom tendo em vista que hoje em dia ninguem quase usa windows original isso não teria diferença alguma), qualquer dia eu confiro, mas não é uma coisa que pretendo fazer agora, ainda acho que o projeto tem muito a crescer.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts