GNU Octave: Alternativa ao uso do MATLAB

Este artigo descreve uma ferramenta para computação numérica open source (GNU Octave) semelhante ao MATLAB da MathWorks.

[ Hits: 85.740 ]

Por: Dennis pelluzi em 25/04/2005


Conhecendo o Octave



Para entrar no Octave, digite o comando "octave" num terminal. Como você pode perceber, o Octave não possui uma interface gráfica (veja figura 1). Aliás, o uso de uma interface gráfica não é necessária para o propósito geral do programa. Para sair, basta digitar "quit" ou "exit".


Figura 1 - Clique para ampliar

As familiaridades com o Matlab são inúmeras. Podemos citar:
  1. O sistema de ajuda (help nome_função);
  2. As funções mais comuns (plot(), sin(), inv(), abs());
  3. A definição de variáveis (a=[1,2;3,4] x=0:2:100);
  4. Complementação de comandos usando a tecla tab;
  5. Histórico dos comandos (tecla seta p/ cima);
  6. Os comandos who, clear, load, save, entre outros;
  7. Definição de função (function f=funcao(x) .... );
  8. Comentário com o caracter % (também pode ser usado o caracter #);
  9. O Octave também é case-sensitive;
  10. Estrutura de programação (if, for, while, disp(), input(), fprintf()).

O usuário que está acostumado com o Matlab não se sentirá um completo estrangeiro. Mas quais são as particularidades do Octave? A principal talvez seja a ausência de um módulo semelhante ao Simulink e de algumas funções específicas. Eu, por exemplo, notei a falta da função rad2deg, que converte ângulos em radianos para graus. Mais isso não impede que eu crie uma função semelhante. As funções ou scripts podem ser escritos no editor de sua preferência e salvo com a extensão ".m". O exemplo abaixo mostra uma função do tipo rad2deg.

function f=rad2deg(rad)
#Converte ângulo em radianos para graus
deg=(180*rad)/pi;
f=deg;

Enquanto no Matlab as funções criadas pelo usuário ficam armazenadas no diretório matlab/works, no Octave as funções e scripts escritos pelo usuário devem ser salvas no diretório padrão do usuário (/home/usuário).

Quando um gráfico é plotado, o Octave cria uma nova janela (veja figura 2). Para fazer qualquer alteração no gráfico, você deve usar o comando gset para mudar algum parâmetro. Por exemplo, o comando "gset grid" habilita grades no último gráfico plotado e "gset title 'Título do Gráfico'" imprime um título na figura.


Figura 2 - Clique para ampliar
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O que é o Octave
   3. Instalação
   4. Conhecendo o Octave
   5. Conclusão
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Programação (II) - Modularização

Instalando o CACIC no Debian Linux

Criando service menus para o Konqueror

Instalando e configurando OpenNMS em Ubuntu Linux

Instalando e utilizando o LimeWire no Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por dougnux em 26/04/2005 - 19:20h

Parabéns pelo artigo, quem não conhece sequer o matlab, este artigo da uma ideia do que seja o aplicativo e já apresenta um substituto interessante.

Muito bom

[2] Comentário enviado por jalexandre em 26/10/2005 - 16:43h

Bom... pretendo cursar física e estava procurando alguns software assim :D

[3] Comentário enviado por xoxeinstein em 20/07/2006 - 12:38h

Cara, salvou minha, estou dizendo adeus ao vmware.

PARABÉNS!!!

[4] Comentário enviado por juliaojunior em 17/10/2007 - 15:04h

pessoal, alguém possui um 'manual' para ele?

[5] Comentário enviado por daniel.capua em 24/04/2010 - 18:03h

Ótima contribuição, sou aluno de Educação Física na USP e em breve presisarei saber mais sobre o MATLAB para construir funções de análise para minha pesquisa. Pretendo testar o Octave (assim como ia fazer com o SciLab do qual já havia ouvido falar) para testar as funções em casa, pois não pretendo comprar uma licença do MATLAB para isso.
Obrigado pela dica.

[6] Comentário enviado por lacastelos em 29/08/2010 - 13:24h

Dennix, conheço e aprecio o Octave e o QtOctave, contudo preciso de uma ferramenta para ele capaz de trabalhar com lógica fuzzy. Por acaso conhece alguma? Se sim pode me dizer onde conseguir e como instalar? Obrigado.

[7] Comentário enviado por Djalma_Jr em 15/10/2011 - 01:51h

Muito bom o artigo! Valeu mesmo! Vou testar aqui!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts