GNOME 3 no Slackware 14 com dropline GNOME

Para quem gosta do Slackware e também do GNOME, eis uma das opções de adaptação do GNOME para o Slackware, talvez a mais famosa, é o dropline GNOME. O projeto andou parado por um tempo, mas em março de 2013 lançaram sua versão 3.6, que nos traz o GNOME 3 para o Slackware 14.

[ Hits: 135.924 ]

Por: Lisandro Guerra em 29/04/2013


Apresentando o dropline GNOME



Para quem gosta de Slackware e também do GNOME, eis aqui uma boa opção.

Lembro quando o GNOME deixou de fazer parte da distribuição oficial do Slackware, na época não me importei muito, pois usava o KDE e estava bem com ele, entretanto, não me adaptei bem com as novas versões do KDE e senti falta de uma alternativa do calibre do GNOME.

Uma das opções de adaptação do GNOME para o Slackware, talvez a mais famosa, é o dropline GNOME. O projeto andou meio parado por um tempo, mas em março de 2013, antes tarde do que nunca, lançou sua versão 3.6, que nos traz o GNOME 3 para o Slackware 14.

Um pouco sobre o dropline GNOME nesta tradução livre:
"O dropline GNOME é uma versão do GNOME, que foi ajustada para o Slackware Linux. Ele está disponível no formato de pacote padrão do Slackware, formato de pacote tgz (embora o site diga isso, o formato lançado já é o novo txz), e requer Slackware 13.1 ou superior.

O dropline GNOME é construído por uma equipe internacional de desenvolvedores de software que acreditam em fornecer um ambiente de desktop open source que é fácil de aprender, é divertido de usar, é acessível a todos, e simplesmente "funciona".

Fundado em 2002, por Todd Kulesza, o projeto dropline GNOME foi trazido à vida em resposta a um futuro incerto para o desktop GNOME no Slackware Linux. Embora o GNOME 2.0 tenha saído oficialmente com o Slackware em 2003 (e depois removido da distribuição Slackware), o projeto dropline GNOME continuou a proporcionar um ambiente de trabalho refinado e otimizado. No final de 2004, Todd passou o projeto para um grupo de desenvolvedores dedicados que continuam a construir o ambiente de trabalho até hoje.

Fonte: droplinegnome.org

Agora que já sabemos um pouco sobre o projeto, vamos botar a mão na massa. Que venha a obtenção dos pacotes e a instalação.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Apresentando o dropline GNOME
   2. Obtendo e instalando os pacotes
   3. Colocando pra funcionar
Outros artigos deste autor

Nepomuk - O que é isso?

Servidor LAMP no Linux Mint e Ubuntu

Arduino IDE no Linux Mint

Ktechlab - Ambiente de simulação de circuitos

Instalando o SNX check point no Linux Mint 18 e Ubuntu 16.04

Leitura recomendada

Xine rodando arquivos .rm

Por que não migrar?

Um olhar sobre o Portage-tools - Parte I

Como instalar o compilador Free Pascal

Backup de email Google Apps e Gmail

  
Comentários
[1] Comentário enviado por nicolo em 29/04/2013 - 12:09h

É, o slackware parece estar se harmonizando novamente. O dropline gnome foi bem no slack 12 , depois disso a coisa ficou confusa com as versões intermediárias, acabei formatando as partições slack e usando o Xubuntu, mais conservador e menos confuso. Parece que estamos retornando a normalidade.
Não sei se o gnome vai sobreviver a essa confusão, ele está em crise nos debians, onde era a interface default. Mesmo assim o slack 12 com gnome era um luxo. Vou voltar ao Slack, com gnome, em outro HD.
Muito bom artigo.

[2] Comentário enviado por izaias em 29/04/2013 - 12:21h

Gosto do GNOME, e muito. Foi minha primeira interface, mas não vou arriscar minha instalação com Xfce que está perfeita!.
E se o Slack fica bom com esse dropline, por que Patrick não o incorpora ao Slack? Seria mais uma opção.


Parabéns pela divulgação. Não conhecia essa possibilidade.

[3] Comentário enviado por danniel-lara em 29/04/2013 - 16:00h

Parabéns pelo artigo muito bom mesmo


[4] Comentário enviado por rogersj em 29/04/2013 - 20:59h

Grande Lisandro,

Excelente dica e para aqueles que curtem o Gnome acredito que é uma grande opção, inclusive de "retorno" ao Slackware. Gosto do KDE estou utilizando o novo 4.10.2 mas vou experimentar esse Gnome e testar a funcionalidade, quem sabe ao menos eu consiga contribuir relatando algum bug? ( espero de coração que não tenha nenhum).

izaías -> você roda Suse e slackware na mesma máquina ou estou te confundindo com outro usuário? Eu tinha até pouco tempo dual boot no pc - slackware 14 e sabayon 11 mas minha placa de video pifou e com a grana curta para investir numa no momento fiquei com o VGA onboard mesmo e minha VGA onboard tem uma incompatibilidade com o kernell do pai do sabayon (gentoo não se entende com Nvidia 6150) tem uma manobrinha pra funcionar, mas nem quis tentar, vou ficar somente com slackware mesmo, aliás faço tudo no slack mesmo kkk, lazer, trabalho, planilhas, digitação, e todo resto, o sabayon tava como distro de luxo usada de vez em quando.

OBS => Penso que o Patrick é um cara muito sistematico e em algum momento da vida ele se decepcionou com a equipe do Gnome e não tem volta...

conheço um programador sistemático assim, nada maleável, ou a coisa é da maneira dele ou o cliente arranja outro e ele nunca mais trabalha por dinheiro nenhum do mundo para aquele cliente ou empresa. A sorte é que esse cara é fenomenal, faz coisas que depois geral estuda, para aprender, daí ele pode ser Marrento. kkkk.

Vou instalar e mais tarde ou amanhã retorno aqui para postar comentários, e observações.

Uma coisa -> se o usuário editar o etc/inittab para iniciar em modo gráfico, nem precisa da configuração do startx, porque na tela de login do usuário dá para escolher o ambiente da preferência...

Um abraço a todos...

[5] Comentário enviado por izaias em 29/04/2013 - 22:15h


[4] Comentário enviado por rogersj em 29/04/2013 - 20:59h:

Grande Lisandro,

Excelente dica e para aqueles que curtem o Gnome acredito que é uma grande opção, inclusive de "retorno" ao Slackware. Gosto do KDE estou utilizando o novo 4.10.2 mas vou experimentar esse Gnome e testar a funcionalidade, quem sabe ao menos eu consiga contribuir relatando algum bug? ( espero de coração que não tenha nenhum).

izaías -> você roda Suse e slackware na mesma máquina ou estou te confundindo com outro usuário? Eu tinha até pouco tempo dual boot no pc - slackware 14 e sabayon 11 mas minha placa de video pifou e com a grana curta para investir numa no momento fiquei com o VGA onboard mesmo e minha VGA onboard tem uma incompatibilidade com o kernell do pai do sabayon (gentoo não se entende com Nvidia 6150) tem uma manobrinha pra funcionar, mas nem quis tentar, vou ficar somente com slackware mesmo, aliás faço tudo no slack mesmo kkk, lazer, trabalho, planilhas, digitação, e todo resto, o sabayon tava como distro de luxo usada de vez em quando.

OBS => Penso que o Patrick é um cara muito sistematico e em algum momento da vida ele se decepcionou com a equipe do Gnome e não tem volta...

conheço um programador sistemático assim, nada maleável, ou a coisa é da maneira dele ou o cliente arranja outro e ele nunca mais trabalha por dinheiro nenhum do mundo para aquele cliente ou empresa. A sorte é que esse cara é fenomenal, faz coisas que depois geral estuda, para aprender, daí ele pode ser Marrento. kkkk.

Vou instalar e mais tarde ou amanhã retorno aqui para postar comentários, e observações.

Uma coisa -> se o usuário editar o etc/inittab para iniciar em modo gráfico, nem precisa da configuração do startx, porque na tela de login do usuário dá para escolher o ambiente da preferência...

Um abraço a todos...


Sim, tenho algumas distros aqui. E entre estas que citou, além do Ubuntu 12.04, estou também com o 13.04 (para testes).
O openSUSE, que sempre gostei de usar, tem um ciclo curto de atualizações, e sempre foi uma queixa minha e de outros usuários essa distro não ter uma versão com suporte longo.

E pensando em poupar tempo com configurações, estou usando mais o Slack (Xfce) mesmo. E sem arrependimentos.
O Slack 14 está ótimo!

E até entendo essa frustração do Patrick com relação ao GNOME.
Gato escaldado... rs

[6] Comentário enviado por rogersj em 30/04/2013 - 01:11h

Estou aqui novamente!!!!

Instalei, testei e já tenho algumas conclusões...

1ª - para quem não abre mão do Gnome é perfeito.
2ª - tem alguns pequenos bugs que já informei para o desenvolvedor, mas nada que afete ou atrapalhe uma boa experiência de uso, e o prazer de possuir Slackware com Gnome3.
3ª - Benefício para iniciantes = resolve algumas dependências e determinados aplicativos e pacotes vão milagrosamente passar a funcionar.
4ª - Se o usuário cansar basta em modo texto efetuar o pkgtool e escolher outro Gerenciador gráfico.
5ª - Não destrói nada do KDE
6ª - Não pesou na minha máquina (AMD64 dual core 1800MHz, 4G RAM, Mobo Gigabyte) acredito que deve pesar um pouco em notebook, melhor se reservar a usar somente em PC.
7ª - Brinquei, testei, gostei mas já voltei para o meu querido KDE 4.10.2 que roda redondinho...

OBS - de brinde o usuário ganha o ambiente xfce, no login de boot pode escolher Gnome ou XFCE caso tenha editado o iniciar para inicialização gráfica (4)
para editar isso no terminal vi /etc/inittab e escolher a opção 4 como padrão.

acho que é isso, um abraço a todos.

[7] Comentário enviado por tsuriu em 30/04/2013 - 22:20h


[2] Comentário enviado por izaias em 29/04/2013 - 12:21h:

Gosto do GNOME, e muito. Foi minha primeira interface, mas não vou arriscar minha instalação com Xfce que está perfeita!.
E se o Slack fica bom com esse dropline, por que Patrick não o incorpora ao Slack? Seria mais uma opção.


Parabéns pela divulgação. Não conhecia essa possibilidade.


O artigo foi mto bem escrito... funcionou perfeitamente... Mas eu deveria ter lido os coments antes, meu openbox foi destroçado... Tow catando biblioteca perdida até agora... rsrrs


[8] Comentário enviado por removido em 01/05/2013 - 08:57h


[7] Comentário enviado por tsuriu em 30/04/2013 - 22:20h:


[2] Comentário enviado por izaias em 29/04/2013 - 12:21h:

Gosto do GNOME, e muito. Foi minha primeira interface, mas não vou arriscar minha instalação com Xfce que está perfeita!.
E se o Slack fica bom com esse dropline, por que Patrick não o incorpora ao Slack? Seria mais uma opção.


Parabéns pela divulgação. Não conhecia essa possibilidade.

O artigo foi mto bem escrito... funcionou perfeitamente... Mas eu deveria ter lido os coments antes, meu openbox foi destroçado... Tow catando biblioteca perdida até agora... rsrrs



rsrsrs

essa desgraça tem dessas manhas, tente:

$ mkdir ~/.config/gtk-3.0
$ nano ~/.config/gtk-3.0/settings.ini

e cole o seguinte:

[Settings]
gtk-theme-name=zoncolor
gtk-icon-theme-name=Faenza-Cupertino
gtk-font-name=Ubuntu 11
gtk-cursor-theme-name=DMZ-White
gtk-cursor-theme-size=0
gtk-toolbar-style=GTK_TOOLBAR_ICONS
gtk-toolbar-icon-size=GTK_ICON_SIZE_LARGE_TOOLBAR
gtk-button-images=0
gtk-menu-images=1
gtk-enable-event-sounds=1
gtk-enable-input-feedback-sounds=1
gtk-xft-antialias=1
gtk-xft-hinting=1
gtk-xft-hintstyle=hintfull

Talvez resolva o problema do seu OpenBox com os tremas GTK3

[9] Comentário enviado por removido em 01/05/2013 - 09:02h

AO autor... excelente trabalho.

Assim que saiu o novo dropline instalei em meu slack Current mas sempre tive problemas com o md5 de um pacdote necessário e a instalação não concluia, daí removia o pacote com problemas em /var/cache/dropline-installer/ e reiniciava e mesma coisa daí desisti.

Uma única dúvida: não dava para pular toda a parte do pkgtool para um simples:

# xwmconfig

[10] Comentário enviado por fulllinux em 01/05/2013 - 14:17h

Já é favorito! abrass

[11] Comentário enviado por Lisandro em 02/05/2013 - 07:49h


[9] Comentário enviado por edps em 01/05/2013 - 09:02h:

AO autor... excelente trabalho.

Assim que saiu o novo dropline instalei em meu slack Current mas sempre tive problemas com o md5 de um pacdote necessário e a instalação não concluia, daí removia o pacote com problemas em /var/cache/dropline-installer/ e reiniciava e mesma coisa daí desisti.

Uma única dúvida: não dava para pular toda a parte do pkgtool para um simples:

# xwmconfig


Sim claro, assim como poderia colocar no runlevel 4 como mostrou o Roger, mas fiz nos moldes do manual do Slack. O pkgtool fica um pouco esquecido mas é uma ferramenta que pode facilitar a vida em alguns momentos.
Abraço e obrigado.

[12] Comentário enviado por Lisandro em 02/05/2013 - 07:55h


[10] Comentário enviado por fulllinux em 01/05/2013 - 14:17h:

Já é favorito! abrass


Obrigado

[13] Comentário enviado por aristidesbneto em 02/05/2013 - 20:15h

To fazendo a instalação agora!!!

Gostei!!!

[14] Comentário enviado por removido em 04/05/2013 - 00:30h

Fiquei tao empolgado que ja deu ruim aqui, :( realizaei os procedimentos com indicado mas na inicializaçao do Gnome 3 e informa que tem algo incompativel e com oeu ja utilizei o Gnome 3 no Debian wheezy sei que nao esta igual ! alguem tem alguma dica?? obrigado!!

[15] Comentário enviado por niemesjp em 08/08/2013 - 10:24h

Olá, gostei muito do post, mas alguém sabe me dizer se tem a opção do gnome classic, e se sim como faz para habilitar, pois gosto do gnome das antigas...... Obrigado

[16] Comentário enviado por emilianocarvalho em 21/09/2013 - 18:46h

Pessoal,

No installpkg esta apresentando a seguinte mensagem:

(gconftool-2:1954): GConf-WARNING **: Client failed to connect to the D-BUS daemon:
/usr/bin/dbus-launch terminated abnormally with the following error: No protocol specified
Autolaunch error: X11 initialization failed.

Package dropline-installer-3.8_r5016-i686-1dl.txz installed.

Qual o problema?

[17] Comentário enviado por aderbalmr em 11/12/2013 - 19:10h

edita o /etc/profile a adiciona: xhost +SI:localuser:<usuario>, substitua o <usuario> pelo seu usuario
reboot a máquina e a instalação como usuário root vai de boa

[18] Comentário enviado por Carlos_Cunha em 24/01/2014 - 01:00h

No meu caso uso Slack 14.1 com a ultima versão do Dropliene e instala ok, porém da erro ao iniciar, igaul ao erro desse outro post
http://www.vivaolinux.com.br/topico/Slackware/slackware-140-gnome-3
Alguma ideia???


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts