fstab - Sua função e parâmetros

Dentre os vários ficheiros de configuração do GNU/Linux, temos o fstab, que é um dos mais importantes para o nosso sistema funcionar. Pretendo com este artigo ajudar aqueles que, como eu, já precisaram editar este arquivo e ficaram com algumas dúvidas.

[ Hits: 273.664 ]

Por: Emerson Lombardi Machado em 14/09/2006 | Blog: http://esnotec.blogspot.com


Colunas 1, 2 e 3



Coluna 1 - É a partição/disco a ser montado. No nosso exemplo temos duas entradas diferentes:

LABEL=/ e /dev/hdb1

Utilizamos a primeira opção quando, ao formatarmos o disco/partição, damos ao mesmo um nome (LABEL) e a segunda, obviamente, quando não especificamos nenhum nome.

Coluna 2 - Indica o local que o disco/partição deve ser montado. No nosso exemplo temos 4 discos no sistema, particionados de várias formas.

Disco 1: /boot, /, /var e o Swap
Disco 2: /home
Disco 3: /backup
Disco 4: /backup2

Nota: Apesar de saber dos problemas de um sistema de backup para um disco interno da máquina (falta de segurança, falta de protecção contra incêndios, desabamento e etc), devido a contenções de gastos da empresa, foi a única maneira permitida pelos proprietários (assunto para um próximo artigo).

Coluna 3 - Curto e grosso, é onde informamos o sistema de arquivo do disco/partição. Temos disponíveis "algumas" opções:

adfs, affs, autofs, coda, coherent, cramfs, devpts, efs, ext2, ext3, hfs, hpfs, iso9660, jfs, minix, msdos, ncpfs, nfs, ntfs, proc, qnx4, reiserfs, romfs, smbfs, sysv, tmpfs, udf, ufs, umsdos, vfat, xenix, xfs.

Para mais tipos de sistema e detalhes, veja a página de manual do mount:

$ man mount

Uma ressalva a fazer é a opção "auto", que diz para o sistema automaticamente detectar o sistema de arquivo presente na partição.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Colunas 1, 2 e 3
   3. Coluna 4
   4. Coluna 5
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Criando um pacote TXZ no Slackware

Montar partições NTFS com Fuse e NTFS-3G no Debian Etch

Entendendo o ReiserFS

Lendo partições Linux no Windows

Expandindo partição em LVM

  
Comentários
[1] Comentário enviado por K1LL -9 em 14/09/2006 - 01:43h


Simples, rápido e objetivo.
Muito bom ...
Eu gostei.

[2] Comentário enviado por brpemerson em 14/09/2006 - 05:23h

Valew K1ll -9!!
Quando escrevi pensei nisso - ser objectivo.
Obrigado

[3] Comentário enviado por pedemesa em 14/09/2006 - 10:08h

Muito bom o artigo... muito útil, vou encaminhar... vale a pena!

[4] Comentário enviado por fernando_ba em 14/09/2006 - 11:23h

Olá!?

Parabéns pelo artigo cara, como disseram aí em cima, bastante objetivo!!! e já estará na minha lista de favoritos :). Mas acho que talvez tenha um pequeno erro aí no tópico 3, pois quando você fala de "user/nouser" afirma que o default é o "user", e no final quando você trata de defaults afirma que o "nouser" é o padrão. Dá uma olhada aí e veja se é isso mesmo...

parabéns!

abraço

[5] Comentário enviado por brpemerson em 14/09/2006 - 12:55h

Fernando, é verdade, li tantas vezes e nao vi... o default é nouser, desculpem :D

E obrigado pela correcção e pelos elogios.

[6] Comentário enviado por insabralde em 14/09/2006 - 16:39h

Muito bom artigo, mas faltou um ponto muito importante:
-Permissão ao usuário comum para leitura, escrita e execução (rwx) em partições reiserfs, ntfs e fat32.
Falar em FSTAB e não tocar neste assunto é muito raro, na internet existem diversos foruns discutindo isso, mas quase nenhum tem a resposta certa para essa pergunta. Caso vc possa responder essa pergunta de maneira clara e objetiva, eu e mais uma grande qtde de usuários Linux ficariamos muito felizes.
Um abraço e até mais.

[7] Comentário enviado por x em 14/09/2006 - 16:42h

LEGAL CARA MUITO BOM O TEU ARTIGO !!!!!

[8] Comentário enviado por p.moraes em 14/09/2006 - 16:52h

Parabens pelo artigo cara, ja tive alguns problemas montando particoes smbfs que poderia ter evitado se ja tivesse o lido heheh

[9] Comentário enviado por balani em 15/09/2006 - 11:21h

Muito legal e util, vlw

[10] Comentário enviado por Raptor em 16/09/2006 - 13:16h

Muito útil este artigo, parabéns!

[11] Comentário enviado por sghat em 17/09/2006 - 10:43h

otimo artigo..
sei que aqui não é lugar de duvidas, mas se puder me ajudar...
editei meu fsatb erroneamente, meu hd é montado como hdd eu editei para hda...
agora o sistema nao inicia, mas me possibilita logar como root na inicialização[em modo texto] para corrigir a falha
sabe como posso mudar isso?
obrigado!

[12] Comentário enviado por jairus em 25/10/2007 - 11:05h

Amigo !!


Parabéns pelo artigo, me ajudou muito.


Abraços
Jairus Lopes

[13] Comentário enviado por red_slack em 02/11/2007 - 21:22h

Parabens cara, era isso mesmo que estava procurando.


Parabens mesmo, valeu

[14] Comentário enviado por zoroastro em 05/01/2008 - 18:53h

?comentario=gostei do artigo cara

parabens :)

[15] Comentário enviado por templuseletronic em 04/06/2008 - 08:18h

?comentario=
artigo bem simples mas muito bem esclarecido, parabéns

[16] Comentário enviado por NewWave em 30/12/2008 - 14:49h

Foi com você, Lombardi!!!

É por isso que o Linux cada dia é mais sucesso. Porque tem desses caras pra ajudar a galera leiga!
Valeu meu chapa! Um grande 2009 pra você, com muitas recompensas pelo seu trabalho valoroso.

Fabiano Vasconcelos

[17] Comentário enviado por wesllay em 28/02/2009 - 16:54h

Parabens cara, estava fazendo uma pequena pesquisa para tirar uma dúvida e
seu artigo completíssimo me esclareceu não só minha dúvida, mas me ajudou
a aprender mais algumas coisas.

Parabens mesmo, abraço.

[18] Comentário enviado por ramon.rdm em 02/04/2009 - 13:51h

cara estava precisando saber como funcionava o fstab rapidamente para colocar um servidor no ar!
Seu artigo ficou otimo!
Facil de entender e Objetivo!
Parabens e obrigado!

[19] Comentário enviado por removido em 31/01/2011 - 22:16h

Gostei muito do artigo, muito completo.

[20] Comentário enviado por cytron em 13/05/2011 - 08:04h

Só uma ratificaçãozinha...

No artigo consta que "users" é default, na verade o correto é "nousers".

[21] Comentário enviado por brpemerson em 13/05/2011 - 08:13h

Vou alterar o artigo, porém esta foi uma mudança de padrões, pois quando escrevi o artigo o padrão era "users".
Valeu pela dica Cytron.

[22] Comentário enviado por fmori1962 em 15/04/2013 - 08:58h

Srs,

O artigo explana basicamente o que é, porém não diz como fazer e porque fazer.

Pensemos:

Tenho 1 disco qualquer formatado e instalado meu SO linux, ai desejo criar uma partição adicional e montar ela para que consiga ter mais espaço para usar meu banco.
Ai é que esta o problema.

Como fazer isso? de que forma fazer

Ai o que escreveu esse artigo deve não só mostrar, mas ensinar o usuário que começou agora ou aqueles que entendem disso.

1) criei a particao
2) montei a particao
3) adicionei no arquivo fstab
4) Apliquei um boot ou nao
5) finalizei com um df -k ou df -h

e isso
abrs

Fernando

[23] Comentário enviado por brpemerson em 15/04/2013 - 09:19h

fmori1962, respeito sua opinião, entretanto, o título do arquivo é: fstab - Sua função e parâmetros

E não: "Como montar automaticamente uma nova partição pelo fstab"

No artigo foi descrito exatamente o proposto pelo título, a função e os parâmetros do fstab.

Porém, fica a dica, escreva um artigo com a sua própria sugestão, com certeza irá complementar muito bem o meu artigo, assim ajudamos vários utilizadores.

Abraço!

[24] Comentário enviado por thais.soares@ em 13/07/2015 - 10:46h

Artigo mega útil!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts