Clonando HDs via rede com G4U (Ghost for UNIX)

Uma grande dificuldade de administradores de sistema é a perda de tempo quando o assunto é reinstalar o sistema. Quando temos várias máquinas com o mesmo hardware, podemos fazer a clonagem dos HD. Para resolver esse problema estarei expondo o sistema G4U (Ghost for UNIX), com o qual podemos criar a imagem da máquina já montada e configurada e hospedá-la em um servidor FTP de forma compactada.

[ Hits: 98.677 ]

Por: Willian Itiho amano em 25/04/2006 | Blog: http://underlinux.com.br


Introdução



Uma grande dificuldade de administradores de sistema é a perda de tempo quando o assunto é reinstalar o sistema. Quando temos várias máquinas com o mesmo hardware (ou parecido) podemos fazer a clonagem dos HD. Para este fim temos vários programas que fazem a clonagem, mas no geral só podem ser feitos abrindo as máquinas e colocando o HD a ser clonado como master e o HD novo como slave. Este procedimento gera uma série de transtornos como ter que abrir as máquinas e algumas vezes o HD tem de ser iguais, sem contar que você só pode fazer uma máquina por vez.

Para resolver esse problema estarei expondo o sistema G4U (ghost for unix). A idéia é parecida com o antigo sistema ghost, só que com algumas vantagens. O sistema Ghost cria imagens compactadas e com isto você pode criar um HD clonado. Mas ainda permanecia a dificuldade de abrir as máquinas, sem contar que a cópia era bit a bit tornava o processo lento, mesmo para HDs pequenos. Com o G4U podemos criar a imagem da máquina já montada e configurada e hospedá-la em um servidor FTP de forma compactada, possibilitando baixar pela rede montando em vários computadores ao mesmo tempo e de forma bastante rápida. O sistema monta imagem de HDs completos ou apenas partições. Pessoalmente prefiro a imagem do HD completo por causa da MBR que também é copiada desta forma. Você pode criar a imagem de um HD pequeno, assim se adapta a HDs maiores, mas nunca o contrário. O restante do HD você particiona depois para usar como disco de dados ou coisa parecida.

O sistema é baseado no kernel do NetBSD. Ao dar o boot ele carrega o kernel na memória utilizando o primeiro disquete. No segundo disquete ele configura os devices e a rede no geral.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Configurando o servidor
   3. Download e criação dos disquetes de boot
   4. Criação das imagens
   5. Clonando os HDs
Outros artigos deste autor

Software livre, interoperabilidade, padronização e usuários leigos

Balanceamento e alta disponibilidade com Bonding

Sistema de backup com dar

Gravando com cdrecord

Segurança em sistemas abertos e fechados

Leitura recomendada

Restaurar arquivo ou diretório apagado em file system ext3

Acessando suas partições ReiserFS pelo Windows

Instalando e gerenciando programas no Linux

Linux - Sistema de arquivos

Clone de HDs e backup de MBR

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mangojambo em 25/04/2006 - 19:59h

Poxa, legal mesmo esse artigo!!
Só fico com duas dúvidas:
- Qual o tamanho médio da imagem? Vai depender do tamanho do HD (como no comando dd), tamanho das partições ou do tamanho dos arquivos ocupados na partição?
- Ouvi dizer que o Linux não trabalha legal com arquivos maiores que 2G, é verdade?

[2] Comentário enviado por White_Tiger em 25/04/2006 - 20:02h

O tamanho da imagem depende do tamanho do HD/Partição sim. No caso de um HD de 3 GB eu criei uma imagem de 1,5 GB, mas essa taxa de 1/2 varia.

O linux realmente não trabalhava bem com arquivos grandes mas as versões mais novas do kernel resolveu esse problema.

[3] Comentário enviado por dedraks em 25/04/2006 - 20:38h

O tamanho da imagem não é proporcional ao tamanho do HD mas sim a quantidade de dados gravados no HD.
Eu uso o G4U em máquinas com HD de 80GB e minhas imagens tem em média 2,5GB.
Tem outra coisa.
Se você gravar bits zero no espaço livre do HD, o tamanho da imagem reduz drasticamente.
No linux você pode digitar o seguinte comando:

dd if=/dev/zero of=arquivo.tmp bs=1M
rm arquivo.tmp

Faça uma imagem antes de rodar esse comando e depois faça outra e veja a diferença.

[4] Comentário enviado por Evangelista em 26/04/2006 - 08:02h

Olá pessoal, creio que vcs conheçam e acho que vale a pena comentar e talvez até alguém consiga me esclarecer uma dúvida. Usei o UdpCast e gostei muito ele é bem simples e fácil de usar. Porém não consegui fazer com que ele grave um imagem para que eu possa replicá-la quando eu quiser. Alguém sabe como fazer isso ?

Obrigado

[5] Comentário enviado por FDL em 27/04/2006 - 04:29h

Ele tambem clona as partições FAT e NTFS existentes?

[6] Comentário enviado por dedraks em 27/04/2006 - 08:37h

Sim.

[7] Comentário enviado por White_Tiger em 03/05/2006 - 10:52h

Para quem quiser uma versão mais atualizada desse artigo entre em:

http://wiki.underlinux.com.br/index.php/Tutoriais/Adm/G4U

[8] Comentário enviado por r@quel camargos em 14/03/2007 - 19:42h

muito bom seu artigo parabens!! esta nos dando uma grande ajuda na escola!!

[9] Comentário enviado por joaolms em 12/12/2008 - 17:35h

Boa tarde

Pessoal, estou testando o G4U, preciso criar uma imagem de um HD de 40GB para um servidor FTP, o HD está com 5Gb de dados, mas a imagem está ficando com o tamanho total do disco, e não dos dados.
Existe algum macete para ele criar a imagem proporcional ao tamanho ocupado pelos dados?

Obrigado

[10] Comentário enviado por fabioligorio em 10/02/2009 - 11:11h

Tem como clonar uma imagem de windows?

[11] Comentário enviado por msantosmuniz em 09/04/2009 - 19:23h

to com um problema que na hora q eu coloco pra fazer o boot ele dah erro de bios e trava
mais isso só acontece com notebook nas outras maquinas não...

alguem tem uma solução

ja to ficando desesperado

valeu

[12] Comentário enviado por willian.barker em 12/05/2009 - 09:42h

Olá, o seu material do g4u me ajudou bastante, mas estou com problema para reconhecer placa de rede em uma placa mãe que tenho aqui. 945gc-m2 (dizem que é uma pcchips P17G). No manual da placa mãe fala que é uma "RTL 811x". Como fazer para que o boot do g4u reconheça está placa de rede?

[13] Comentário enviado por rdonadel em 13/05/2009 - 08:51h

Willian,

Tente ver se encontra algo no site do desenvolvedor - www.feyrer.de/g4u/
Ou utilize um similar como:
sourceforge.net/projects/g4l
www.clonezilla.org

Espero que lhe ajude!


[14] Comentário enviado por yetlinux em 11/03/2011 - 06:27h

Agora disquetes são démodé. Como fazer com pendrives?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts