Dificuldade para instalar o Ubuntu em uma placa mãe com UEFI?

Se você, assim como eu, teve problemas e perdeu horas tentando instalar o Ubuntu em uma das novas placas mãe com UEFI, vou te ajudar a cumprir esta complicada tarefa. Vamos instalar o Ubuntu sem dual-boot em uma placa mãe com UEFI. Vamos lá!

[ Hits: 10.805 ]

Por: Guilherme Campos em 15/03/2016


Criando um pendrive bootável compatível com UEFI



Ontem resolvi formatar meu computador, que inicialmente havia formatado com o Ubuntu, mas por inexperiência com o sistema, utilizei a opção de instalação automática, onde o Ubuntu cria as partições necessárias, segundo os padrões.

Bem, da primeira vez havia sido um sacrifício dar boot no pendrive com a instalação, devido ao UEFI, fucei tanto a BIOS/UEFI que acabei dando boot sem nem saber como. Já da segunda vez, não tive a mesma sorte. Desabilitei o UEFI e deixei tudo como LEGACY, na sessão de configurações de boot e nada. Fiz o inverso, desabilitei o LEGACY e deixei tudo como UEFI e nada.

Então, restaurei os padrões da BIOS/UEFI.

Pesquisando muito, descobri como criar um pendrive compatível com UEFI contendo a instalação do UBUNTU mas para isso é necessário estar rodando um live cd/usb do Ubuntu ou estar em um computador com o Ubuntu instalado.

Antes de executar os procedimentos, é necessário ter uma ISO do Ubuntu baixada.

Bom, vamos lá, abra o terminal e digite o comando:

sudo apt-get install gparted

e confirme digitando "s" e apertando enter.

Ao final, execute o próximo comando:

sudo apt-get install p7zip

e caso necessário, confirme digitando "s" e apertando enter.

Agora:

1. abra o Gparted e no canto superior direito selecione seu pendrive, no meu caso o pendrive é o /dev/sdc já o seu provavelmente pode ser outro, como /dev/sdX (onde X é a letra correspondente ao seu pendrive), selecione-o e aparecerá na tela a tabela de partições dele, que provavelmente irá conter apenas uma partição;

2. Clique com o botão direito em cima da partição do seu pendrive e escolha a opção "Desmontar";

3. Nos menus superiores, abra "Dispositivo" e clique em "Criar tabela de partição";

4. Na janela que abrir, em "Selecione novo tipo de tabela de partições", escolha "gpt" e clique em aplicar;

5. Após isso, o programa irá gerar um espaço "não alocado", clique sobre ele com o botão direito e escolha a opção "novo".

6. Em "Sistema de arquivos", selecione "Fat32" e clique em adicionar;

7. Após adicionar o sistema de arquivos, clique no botão "Aplica todas as operações", que fica no canto direito do painel superior, é um botão verde. Aguarde até que as alterações sejam aplicadas, clique em "fechar" e pode fechar o programa;

8. Agora é necessário montar seu pendrive, mas isso deve ser feito pelo terminal, já que pela interface gráfica pode apresentar uma série de erros. Abra o terminal e execute o comando:

sudo mount /dev/sdX1 /mnt

onde "sdX1" é o seu pendrive, o "X" representa a letra referente ao seu pendrive e "1" é a primeira partição, no meu caso é "sdb" o pendrive e "sdb1" a primeira partição, mas no seu pode ser diferente, é necessário verificar corretamente.

Ainda no terminal, abra a pasta onde está a iso do Ubuntu, no meu caso, a iso está salva na pasta Downloads, sendo assim, eu executei o comando:

cd Downloads

Você executará o comando "cd" seguido de espaço e o nome exato da pasta onde salvou seu arquivo iso do Ubuntu.

Em seguida, ainda no terminal, execute o comando:

sudo 7z x ubuntu-15.04-desktop-amd64.iso -o/mnt

Substituindo " ubuntu-15.04-desktop-amd64.iso" pelo nome exato do arquivo que você baixou, incluindo a extensão ".iso". Este comando irá extrair a imagem, exatamente como ela é, dentro da pasta que você montou o pendrive, no caso, a pasta "mnt".

O processo levará um tempo, aguarde sua conclusão, que é quando volta o cursor intermitente após o simbolo "$" para que você possa executar um novo comando.

Em seguida ainda no terminal, execute o comando:

sudo parted /dev/sdX set 1 boot on

Lembrando que "X" é a letra referente ao seu pendrive, no meu caso "sdb", mas o seu provavelmente será diferente.

Está feito, o pendrive está criado. A saída deste comando poderá ser a mensagem: "Você pode precisar atualizar /etc/fstab". É normal.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Criando um pendrive bootável compatível com UEFI
   2. Configurando a BIOS/UEFI para dar boot no pendrive criado e criando as partições para o Ubuntu
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Criando discos virtuais em máquinas remotas

Gravando com cdrecord

Acessando suas partições ReiserFS pelo Windows

Aprendendo NFS - Network File System

Entendendo MBR e sistema de arquivos GNU/Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por vinyka em 19/03/2016 - 01:52h

Eu FIquei Revoltado Por Não Conssiguir Instalar o 15.10 que acabei instalando o Debian. e estou feliz.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts