Entenda o Bootstrap

Este artigo é dedicado à iniciantes com desenvolvimento web, qualquer comentário e ajuda é bem-vinda. Aqui vamos aprender a montar nosso workflow e entender como funciona o framework.

[ Hits: 20.259 ]

Por: Mateus Gabriel Müller em 27/10/2015 | Blog: http://4fasters.com.br/


O que é um framework



Bom, este artigo se dedica a iniciantes em Bootstrap, meu objetivo é que vocês entendam como FUNCIONA o desenvolvimento a partir do framework.

Framework: um framework, falando em modo bruto, é um conjunto de arquivos que você coloca na pasta raiz do seu projeto, e ele já vem com um monte de funções/efeitos (dependendo do framework) prontos, onde você só vai "chamar" essa função/classe e assim por diante...

Bootstrap: é um framework para desenvolvimento front-end (parte do layout do site). Ele vem com uma gama enorme de classes para efeitos, deixar seu site responsivo, criar um negócio para fotos e tudo mais.

Criando nosso workflow

Workflow: definição para o nosso "local de trabalho". São as nossas ferramentas, atalhos, scripts, tudo o que usamos para agilizar nosso trabalho.

Ferramentas: pessoal, aqui no artigo eu vou usar o SublimeText, então é esse que eu vou ensinar a instalar. Mas fica a critério de vocês, temos vários outros como BlueFish, gedit etc... Indico o Sublime por conta dos atalhos.

Aqui estou usando o Ubuntu 15.04, porém vou postar as fotos que estou fazendo em um ElementaryOS. Creio que esse modo de instalação sirva para todas as distros.

Vamos lá, acessem o site do Sublime e cliquem em Linux 32 bit ou Linux 64 bit, dependendo da sua arquitetura (você pode verificar com o comando "uname -a").
Ele vai baixar um arquivo .tar.bz2 certo? Agora abram o terminal.

Entrar na pasta que contém o programa:

cd Downloads

Extrair:

tar xvjf Sublime Text 2.0.2.tar.bz2

Remove o tar.gz:

rm -f Sublime Text 2.0.2.tar.bz2

Renomear a pasta Sublime Text 2 para sublime:

mv Sub[tab] sublime

Mover a pasta do programa para /usr/local/lib:

sudo mv sublime /usr/local/lib/

Voltar para pasta do usuário:

cd

Criar link simbólico:

sudo ln -s /usr/local/lib/sublime/sublime_text /usr/local/bin/sublime
Mas Mateus, o que a gente fez aqui? Extraímos o Sublime, movemos a pasta dele para a pasta das libraries (usr/local/lib) e criamos um link simbólico (atalho) pra /usr/local/bin/. Agora ele está disponível para chamada direto no terminal. Vamos lá então!

Para que ele volte à pasta do usuário:

cd

Vai chamar o link simbólico que criamos no "/usr/local/bin":

sublime
Linux: Entenda o Bootstrap
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é um framework
   2. Baixando o Bootstrap
   3. Template do Bootstrap
Outros artigos deste autor

Como compilar o Kernel em qualquer distribuição GNU/Linux

Leitura recomendada

DesignCap - Ferramenta de design gráfico para leigos

Formulários HTML: Problemas com campos desabilitados?

Instalação e configuração do LMS Moodle no Linux

Criando Aplicativos Mobile com React Native

Select dinâmico com PHP, Javascript e MySQL

  
Comentários
[1] Comentário enviado por lopesjv em 28/10/2015 - 10:22h

Para quem quiser se aprofundar também tem esse livro que a Novatec liberou de graça
http://novatec.com.br/download/ebookMaujor.php

[2] Comentário enviado por mateusgabriel em 28/10/2015 - 10:26h


[1] Comentário enviado por lopesjv em 28/10/2015 - 10:22h

Para quem quiser se aprofundar também tem esse livro que a Novatec liberou de graça
http://novatec.com.br/download/ebookMaujor.php


Boa! Obrigado pelo comentário lopesjv!

[3] Comentário enviado por hrcerq em 28/10/2015 - 20:52h

Muito bom o artigo, Mateus.

Gosto muito do Bootstrap porque ele é um framework bem completo e bem documentado.

---

Atenciosamente,
Hugo Cerqueira

[4] Comentário enviado por mateusgabriel em 29/10/2015 - 08:21h


[3] Comentário enviado por hrcerq em 28/10/2015 - 20:52h

Muito bom o artigo, Mateus.

Gosto muito do Bootstrap porque ele é um framework bem completo e bem documentado.

---

Atenciosamente,
Hugo Cerqueira


Eae Hugo, muito obrigado pelo feedback cara, fico muito feliz que tu tenha gostado! Realmente, bootstrap é muito bom.

[5] Comentário enviado por hrome em 18/01/2016 - 19:52h

Muito bom. Obrigado por compartilhar.

[6] Comentário enviado por mateusgabriel em 22/01/2016 - 12:27h


[5] Comentário enviado por hrome em 18/01/2016 - 19:52h

Muito bom. Obrigado por compartilhar.


Boa tarde hrome, muito obrigado pelo seu comentário. Fico feliz de poder ajudar!

[7] Comentário enviado por branfer em 12/04/2017 - 14:46h

Como fazer para o terminal não apresentar mais o aviso (sublime:18141): GLib-CRITICAL **: Source ID 4674 was not found when attempting to remove it
??
Obrigado pela ajuda

[8] Comentário enviado por mateusgabriel em 12/04/2017 - 17:02h


[7] Comentário enviado por branfer em 12/04/2017 - 14:46h

Como fazer para o terminal não apresentar mais o aviso (sublime:18141): GLib-CRITICAL **: Source ID 4674 was not found when attempting to remove it
??
Obrigado pela ajuda


Eae camarada,
Acredito que tu não precisa de preocupar, parece que é um log do sublime que aparece ali.
Tu tem algum problema na aplicação em si?
Da uma googlada sobre este erro e verifica o que aparece.
Tenta também um apt-get update && apt-get upgrade, porque o erro é no "GLib", ou seja, alguma lib que o sublime usa.

[9] Comentário enviado por decioaraujo em 13/06/2018 - 16:44h


[1] Comentário enviado por lopesjv em 28/10/2015 - 10:22h

Para quem quiser se aprofundar também tem esse livro que a Novatec liberou de graça
http://novatec.com.br/download/ebookMaujor.php



Não consigo baixar o livro. você poderia me disponibilizar através de outro link?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts