Dynamic libraries com libtool

Este artigo tem como objetivo dar uma pequena noção de como utilizar a ferramenta libtool para gerar uma biblioteca dinâmica, os famosos libalgumacoisa.so. Isso permite que você linke várias funções que são usadas em vários códigos numa mesma biblioteca.

[ Hits: 20.139 ]

Por: Perfil removido em 27/07/2007


O Makefile



Caros, achei mais fácil usar um Makefile como base para discutirmos o andamento de cada passo da compilação e link. Não irei me aprofundar muito, mas minha base de estudos se encontra em:
Mãos à obra então. Segue o Makefile que iremos trabalhar:

OBJECTS=fonte1.o fonte2.o

all:
   @for x in *.c ; do echo "    [CC] $$x -> `basename $$x .c`.o" ;libtool --silent --mode=compile gcc -c $$x; done
   @echo "    [LD] ${OBJECTS} -> libteste.la"
   @libtool --silent --mode=link gcc -export-dynamic -no-undefined -rpath /usr/local/lib -o libteste.la *.lo

clean:
   @rm -f *.o *~ *.lo *.la

install:
   @libtool --silent --mode=install cp libast.la /usr/local/lib
   @cp ast.h /usr/local/etc

uninstall:
   @libtool --silent --mode=uninstall rm -f /usr/local/lib/libteste*

Nele percebemos 4 seções, all, clean, install, e uninstall.
  • na seção all é onde estão as regras que serão executadas ao comando 'make' no console;
  • clean serve para removermos os arquivos compilados, deixando apenas os fontes.c;
  • install contém regras para a instalação;
  • e uninstall para a desinstalação.

Outro ponto importante é o fato de todas as linhas começarem com @. Isso faz com que o make não apresente saída padrão.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O Makefile
   2. Regras para compilação e link
   3. Instalação
   4. Usando a biblioteca
Outros artigos deste autor

Como customizar uma imagem ISO do Ubuntu

TCollection e Generics no Free Pascal - Uma breve visão sobre lista de objetos com o Lazarus

Trabalhando com foto usando Cheese + GIMP + Xmorph

Instalando o Gnome-2.20.3 no Slackware 12 usando o Gslapt

Xadrez no Linux - Os melhores programas para jogar e estudar

Leitura recomendada

Mapear objetos em C

Bug afeta todas as distros

Como funcionam os alocadores de memória do STD C?

Compilando o Mono 2.2 no Ubuntu 8.10

O Produtor e o Consumidor

  
Comentários
[1] Comentário enviado por balani em 27/07/2007 - 17:28h

Muito bom, parabens. seu artigo dá uma otima noção.

[2] Comentário enviado por sombriks em 29/07/2007 - 01:25h

é sim, pra pegar o nome da libe é só cortar fora o "lib" e o ".la | .so". Tá no pdf do brian cough.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts