Desknotes e Walkpcs

Os notebooks não brilham sozinhos nos céus da computação móvel. Outros portáteis podem ser opções interessantes, dependendo das necessidades e do perfil do candidato. Neste artigo falaremos sobre tais opções, levantando seus prós e contras.

[ Hits: 16.953 ]

Por: Perfil removido em 12/04/2007


Desknotes e Wallkpcs



Visando agradar a gregos e troianos, a ECS (Elitegroup Computer System) desenvolveu uma nova categoria de PCs, os chamados Desknotes, uma combinação de desktop e notebook que se verifica não só pelo nome, mas também nas características.

Para quem não sabe, a ECD é uma empresa asiática considerada prima ou meio-irmã da PCChip, nossa velha conhecida fabricantes de componentes (especialmente placas mãe) voltados para um segmento de mercado onde se prioriza o custo, geralmente em detrimento do desempenho. Seus produtos não são lá muito bem conceituados, mas convenhamos, "normalmente recebemos aquilo pelo que pagamos".

O i-Buddie4 (modelo da ECS com P4 Northwood de 1,6GHz) não mereceu elogios rasgados das críticas especializadas. Principalmente quando à refrigeração do microprocessador e suporte técnico oferecido, ou melhor, não oferecido pelo fabricante. Mesmo custando metade do preço de um laptop convencional de recursos equivalentes, nada justifica investir num equipamento que venha apresentar, logo de cara, um feixe de problemas. E, pior, toda um série de dificuldades na hora de se tentar resolvê-los, Quem quiser conhecer melhor esse produto da ECS, é só visitar:
A equação é simples: essas máquinas híbridas procuram aliar as vantagens dos modelos de mesa à comodidade dos notes, mas trabalham ligadas à tomada da parede, como os desktops ou com uma bateria externa (opcional). Em outras palavras, são equipamentos que parecem notebooks: são portáteis e ocupam pouco espaço. Só que integram componentes (HD, processador e módulos de memória, por exemplo) iguais aos dos desktops, o que lhes assegura menos preço e melhor desempenho, facilita e barateia eventuais upgrades e procedimentos de manutenção.

O espaço tradicionalmente ocupado pela bateria é utilizado para obrigar dispositivos destinados à refrigeração da CPU e geralmente não existe entrada para cartões PMCIA. Até o drive de disquetes é externo, ligado à máquina através de uma porta USB.

Os importados vêm com processadores mais lentos e baratos (C3, da VIA, ou AMD), mas alguns revendedores oferecem a possibilidade de adequar as configurações ao gosto do freguês. Para quem não abre mão do desempenho, um lembrete: "quanto mais potência a CPU, maior a necessidade de dissipação de calor, problema que se agrava nos portáteis porque o chip fica confinado num espaço bastante reduzido". O usuário terá sempre o desconforto de uma máquina mais quente, aspecto que pode comprometer sua durabilidade e "barulhenta". Merece os dispositivos mais robustos necessários a sua refrigeração.

Além dos costumeiros importadores independentes, alguns fabricantes se aventuram a comercializar desknotes, inclusive montando os equipamentos em terra brasilis. Ao que parece, apenas a ITAUTEC comercializa produtos de grife e tem um nome a zelar no mercado. O interessado certamente ficará mais bem servido com a segurança de uma marca desse calibre.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Desknotes e Wallkpcs
   2. Perfil do usuário
   3. A escolha do modelo
   4. A marca do portátil
Outros artigos deste autor

Palavras, expressões e celebridades do mundo do software livre

Gerencie suas informações através de instruções SQL com selects turbinados (para leigos e experts)

Sudo 1.8.12 - Parte I - Manual

Customizando o DVD de instalação do Slackware

Uma geral pela configuração pós-instalação do Slackware

Leitura recomendada

Teste de distribuições GNU/Linux em pendrive

Repartindo o HD e instalando o Mandrake 10

Debian + Squid + Webmin + Outlook (porta 25, 110)

A escolha da primeira distribuição

Fedora - Instalação Personalizada (NetInstall)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por liviocf em 12/04/2007 - 10:20h

Gostei do artigo! É sempre uma boa conhecer mais sobre esse segmento de computadores que pode se tornar uma alternativa para quem quer ter um "PC" portátil!!
Agora com relação ao texto, tome mais cuidado com o português, existe alguns erros simples, mas que poderiam ter sido detectados com uma segunda revisão!!!
E um ponto importantíssimo: não generalize os processadores da AMD com "processadores mais lentos e baratos", pois muitos desses processadores, como o Turion ou até mesmo os Athlon, são de excelente performance e nunca poderiam ser colocados juntos com os processadores da VIA!!!

[2] Comentário enviado por hnrm em 12/04/2007 - 12:52h

Cara só para complementar os Desknotes ja existem a pelo menos 3 anos ok.

[3] Comentário enviado por jhons em 16/04/2007 - 17:55h

muito bem escrito, e uma informação nova pra mim.

[4] Comentário enviado por removido em 21/04/2007 - 12:10h

Obrigado, valew galera!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts