Introdução ao gEDA - Suíte de eletrônica

O gEDA é uma suíte de Editoração Eletrônica Assistida (EDA). O "g" na sigla, enfatiza a sua Licença (GPLada II).

[ Hits: 13.642 ]

Por: morvan bliasby em 18/02/2015


Introdução



Nesta Introdução | histórico do gEDA, teceremos várias razões pelas quais fizemos nossa opção pelo gEDA.

Mesmo que haja soluções gratuitas e livres, exemplo do KiCad, defendemos a adoção do gEDA como ferramenta de produtividade em EDA pela sua potencialidade, pois o seu ciclo de desenvolvimento é bem mais concorrido.

O gEDA é totalmente livre e gratuito, lembramos, trazendo, assim, consigo, todas as vantagens inerentes à filosofia de S.L. e é, diferentemente dos pacotes comerciais, totalmente modular, o que onera bem menos o desempenho da sua máquina de produção, pois só se invocará o módulo necessário e quando conveniente.

Evolução o uso do EDA na eletrônica

Nos primórdios da eletrônica, principalmente a linear, há algumas décadas, assim como se deu com as Planilhas Eletrônicas, antes do surgimento do VisiCalc, de Dan Bricklin, os softwares de EDA (Electronic Design Automation) eram privativos das grandes empresas integradoras de soluções, tanto por serem muito caros (ainda o são, mesmo que um pouco mais acessíveis), como por rodarem em hardware dedicado, o que encarecia mais ainda os projetos e afastava o entusiasta/hobista, aficionado.

Relembrando, no caso das Planilhas Eletrônicas, até o surgimento do VisiCalc, era muito comum o aluguel de máquinas (normalmente, Mainframe) com o software de planilha para rodar a folha de pagamento, mesmo das grandes empresas, pois as Planilhas Eletrônicas eram tão caras que o aluguel era a única saída viável.

O VisiCalc, como se sabe, tornou as planilhas eletrônicas disponíveis aos "mortais", via suas máquinas domésticas, e foi primeiro caso de um software alavancar a venda de um hardware, como se deu com o Apple II, do Bricklin.

O paralelo entre as duas soluções foi intencional, à medida que ambas tornaram o computador doméstico uma máquina de produção, ainda que (esta) pudesse ser utilizada para sua funções mais corriqueiras, inclusive para edutenimento.

Antes dos EDAS, os circuitos, tanto a captura quanto a prensagem da PCI, para quem não dispunha de hardware | software dedicados, eram feitos à mão, de modo tedioso, propenso a erros e de reprodutibilidade inviável, em se tratando de projeto caseiro, não comercial.

Não era incomum, além de a captura do esquemário ser feita manualmente, o usuário recorrer a técnicas bizarras quando necessitavam gerar a PCI a partir do esquema. Materiais como esmalte de unhas, e claro, acetona, para removê-lo após a imersão da Placa de Circuito Impresso em Percloreto de Ferro, caneta para escrever em CD´s e DVD´s e até, pasme, colas ("de sapateiro" e até goma arábica).

Uma alternativa (ainda disponível comercialmente), aqueles decalques com trilhas pré-formatadas, onde as colocávamos uma a uma, apesar de trabalhoso, o acabamento é bem aceitável); já em se tratando de um projeto misto, caseiro e com algum fito de lucro, as pessoas recorriam ao "Silk Screen" para a confecção das PCI's, uma vez que este processo oneroso conferia àquelas a sua reprodutibilidade, gerando, a partir de um protótipo, várias prensagens.

Uma tendência atual para prensagem, são os materiais fotossensíveis, vendidos em forma de kit. O acabamento costuma ser bem próximo ao industrial. Retomando o assunto do EDA, tudo mudou com o seu advento. Desde a captura do esquema até a prensagem final, o tanto o aficionado quanto o pequeno empresário poderiam sonhar com um projeto totalmente automatizado e de reprodutibilidade facilitada. E a um preço correspondendo a uma fração do preço daqueles softwares caríssimos da década de ´70, quando não gratuito e | ou livre, como no caso do excelente gEDA.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Surgimento dos vários softwares EDA
   3. Surgem o gEDA (o projeto e suíte): GPL
   4. Instalação do gEDA
   5. O Gschem - Captura de esquemas em S. L.
   6. PCB, um excelente gerador de PCI
   7. Conclusão e sugestões para aprofundamento
Outros artigos deste autor

Como Instalar Seu Adaptador WiFi RTL8821 No GNU-Linux

SL no Estado do Ceará: repensando a nossa forma de atuação e engajamento

Dominando o BrOffice.org: Pincel de Estilo, Sumários e Objetos OLE no Writer

Dominando o BrOffice.org Writer com o uso de estilos

Usando o seu módulo IRDA no Linux

Leitura recomendada

Linux no micro antigo: 4 dias de aventura e aprendizado

Instalando Debian 5.0 e deixando com todos os programas que você gosta

Clusters e Supercomputação

LPIC 1 vs LPIC 2 - A nova batalha?!

Criando uma ajuda mais aprimorada

  
Comentários
[1] Comentário enviado por danniel-lara em 19/02/2015 - 15:51h


Parabéns ótimo artigo
outra alternativa seria usar o
Fedora Electronic Lab

http://spins.fedoraproject.org/pt_BR/fel/

[2] Comentário enviado por Morvan em 19/02/2015 - 16:01h


[1] Comentário enviado por danniel-lara em 19/02/2015 - 15:51h
Parabéns ótimo artigo
outra alternativa seria usar o
Fedora Electronic Lab
http://spins.fedoraproject.org/pt_BR/fel/

Boa tarde; na página de instalação, caro Danniel Lara, eu explico como instalar o Eletronic Lab, através do yum ou através de Torrent. Cito, inclusive, uma página onde tem toda a listagem dos pacotes do Spin do Fedora. Obrigado pelo retorno.
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

[3] Comentário enviado por caslubas em 23/02/2015 - 11:36h


Ótimo artigo! Obrigado pela contribuição! favoritado!

[4] Comentário enviado por Morvan em 23/02/2015 - 11:40h


[3] Comentário enviado por caslubas em 23/02/2015 - 11:36h
Ótimo artigo! Obrigado pela contribuição! favoritado!

Bom dia. Obrigado pelo retorno, Caslubas. E, como disse, estamos preparando material prático, para aprofundarmos o assunto. Assim que houver novidades, postarei aqui e no meu blogue.
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.


[5] Comentário enviado por nicolo em 23/02/2015 - 12:23h


Taí, um artigo simples e muito útil. Gostei nota 10.
Vou instalar e testar.

[6] Comentário enviado por franciel-leandro em 23/02/2015 - 12:56h

Muito bom o artigo, só complementando eu recomendo o Qucs para simulações de esquemáticos.
Uma boa alternativa pra quem quer fazer algum projetinho de eletrônica, muito parecido com o Pspice no Windows!

[7] Comentário enviado por Morvan em 23/02/2015 - 13:38h


[5] Comentário enviado por nicolo em 23/02/2015 - 12:23h
Taí, um artigo simples e muito útil. Gostei nota 10.
Vou instalar e testar.

Obrigado pelo retorno, Nicolo. Qualquer dúvida, acione o Maillist do gEDA ou nos pergunte e tentaremos ajudar.

Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

[8] Comentário enviado por Morvan em 23/02/2015 - 13:41h


[6] Comentário enviado por franciel-leandro em 23/02/2015 - 12:56h
Muito bom o artigo, só complementando eu recomendo o Qucs para simulações de esquemáticos.
Uma boa alternativa pra quem quer fazer algum projetinho de eletrônica, muito parecido com o Pspice no Windows!

Já havia ouvido falar no Qucs, caro Franciel-Leandro. Não o citei, pois o mote era discutir paulatinamente. O Spice também é muito bom e nos linques fornecidos há tutoriais dele. Obrigado.
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

[9] Comentário enviado por Lisandro em 24/02/2015 - 20:57h

Morvan, parabéns! E muito obrigado.
Excelente artigo, não conhecia e certamente vou testar tudo. Valeu mesmo, já favoritei.
Abraço

[10] Comentário enviado por Morvan em 25/02/2015 - 09:18h


[9] Comentário enviado por LisandroGuerra em 24/02/2015 - 20:57h
Morvan, parabéns! E muito obrigado.
Excelente artigo, não conhecia e certamente vou testar tudo. Valeu mesmo, já favoritei.
Abraço

Bom dia.
Obrigado pelo retorno. Como falei para outros colaboradores, vai haver material para montagem e discussão. Assim que tiver novidade, posto aqui e no meu blogue pessoal.
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

[11] Comentário enviado por morvan em 19/05/2016 - 20:02h

Boa noite. Atualizei minha página com procedimento específico à instalação no RaspBerry:
https://morvlab.wordpress.com/introducao-ao-uso-do-geda/instalacao-do-geda/

Outrossim, informo a todos que neste blogue citado há vários tutoriais, como montagem de rádios, carregador solar, etc. Na página abaixo, cito um exemplo de montagem de um Rádio de Galena (interessante rádio antigo que não utilizava alimentação elétrica, a não ser a própria onda eletromagnética):
https://morvlab.wordpress.com/construa-o-seu-radio-de-galena-menu/

Solicito ao Moderador do sítio atualizar tópico com conteúdo citado, inclusive os Elos de Acesso.
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts