Criando vídeo DVD no Linux

Uma grande dificuldade que tive foi encontrar informações sobre a estrutura de um vídeo DVD e como criá-lo, encontrei algumas respostas e decidi compartilhá-las com a comunidade.

[ Hits: 72.800 ]

Por: Hudson Orsine Assumpção em 09/07/2006


Criando arquivos do tipo .VOB



Vamos criar o nosso arquivo .VOB a partir dos vídeos existentes no PC, para isso é necessário um bom espaço em disco para os arquivos temporários MPEG2 e MP2 ou AC3, conforme o caso.

Para executar essa tarefa vamos usar o movie-to-dvd, o comando básico é:

movie-to-dvd -m pal /dir_arquivo/nome_arquivo.ext

Segundo as man pages, esse programa pode transformar qualquer vídeo que o mplayer pode ler em um arquivo do tipo .VOB. O comando acima usa todas as opções auto, a única opção passada é o tipo (pal ou ntsc), essa opção deve sempre ser passada, a não ser que você tenha definido a resolução.

Como eu gosto do "trem" bem feito, vamos usar mais opções:

$ movie-to-dvd -r 720x576 -d panscan -a 4:3 -m pal -q high -o /diretório_para_o_arquivo_vob -M /dir_arquivo/nome_arquivo.ext

Muito bem, vamos entender o que essas opções significam:
  • -r : com essa opção você pode definir a resolução do vídeo, essas são as resoluções possíveis:
    PAL: 720x576, 704x576, 352x576 and 352x288
    NTSC: 720x480, 704x480, 352x480 and 352x240

  • -d : aqui você especifica como o vídeo será encaixado na tela, as opções são:
    letterbox: não perde nenhum tipo de informação, porém adiciona uma tarja negra na parte superior e inferior do vídeo.
    panscan: é a imagem que estamos acostumados a ver, a imagem preenche toda a tela, mas algumas informações podem ser perdidas (informações seria uma pequena porção da imagem).

  • -a : especifica o aspecto da tela 16:9 (widescreen) ou 4:3 (formato normal), você pode deixar esta opção no automático se a opção -d já tiver sido passada, não colocando ela na linha de comando ou escrevendo -a auto.

  • -m : define o padrão que será usado pal (usado em muitos países) ou ntsc (usado nos Estados Unidos).

    OBS. você não pode usar uma resolução do tipo PAL e definir -m ntsc, pois elas são incompatíveis:

    movie-to-dvd -r 720x576 -d panscan -a 4:3 -m ntsc -q high -o /diretório_para_o_arquivo_vob -M

  • -q : define a qualidade do arquivo .VOB em low (até 3500 Kbits/s), normal (até 6000 Kbits/s) ou high (até 8000 Kbits/s). Pode-se também especificar um valor que será usado como o valor máximo de Kbits/s até o limite de 8000 Kbits/s.

  • -o : define o diretório onde o arquivo .VOB será gravado, caso não seja passado o arquivo será salvo no diretório do arquivo fonte.

  • -M : multiplexa a saída criando o arquivo .VOB, como já foi mencionado ele cria um arquivo de vídeo e outro de áudio, com essa opção você junta os dois arquivos e cria o .VOB caso contrário será criado um arquivo de vídeo MPEG2 e um arquivo de áudio AC3 ou MP2.

Existem outras opções que eu não vou mencionar, quem estiver interessado basta consultar as man pages.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. A estrutura de um vídeo DVD
   2. Programas necessários
   3. Conhecendo o videotrans
   4. Criando arquivos do tipo .VOB
   5. Criando o menu
   6. Queimando o DVD
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Programação visual (módulo 2)

Edição pesada de imagens com o Gimp (parte 2)

Inkscape descomplicado - Parte II

Criando o seu próprio wallpaper com o Gimp

Avidemux - Corrigindo arquivos com "crash"

  
Comentários
[1] Comentário enviado por sermart em 09/07/2006 - 20:27h

MUITO BOM O ARTIGO A COMEÇAR PELO LINK DO DOOM9. PARABENS

[2] Comentário enviado por mauricio.shakur em 09/07/2006 - 23:34h

ai kra... mt show o artigo.. soh fiquei com uma duvida: tem como colocar as legendas?!?! abraço!

[3] Comentário enviado por ghodoy em 10/07/2006 - 10:32h

Muito Bom..........Mas como disse o amigo Mauricio....tambem fiquei em duvida sobre as legendas

[4] Comentário enviado por pabner em 10/07/2006 - 20:48h

Não funcionou aqui, da erro de Falha de segmentação quando vai usar o mplex

[5] Comentário enviado por brevleq em 11/07/2006 - 06:27h

Quantos as legendas me desculpem mas eu realmente não observei isso!!
Pabner vc pode descrever melhor esse erro de segmentação?? Não entendi muito bem.

[6] Comentário enviado por flavioc em 22/08/2006 - 11:29h

Olá Hudson, eu tenho tentado criar meus dvds no linux, mas ta foda. Esse processo de autoria de dvd ta complicado demais. Na verdade procuro uma solução que seja viável, mas é não tem dado certo. Ja usei o Tovid (ta dando erro) o transcode (muito lento na separação de áudio e vídeo) e o videotrans tambem tentei, mas muito lento. Peguei um arquivo de vídeo .avi de um seriado de tv e usei o movie-to-dvd -m pal ... e cara 3 horas e 20 minutos para a separação de audio e vídeo. Parti para o mencoder. Bom meia hora, nesse processo, mas quando vou para o qdvdauthor, dvdstyler ou mandvd, acusa erro. Lamentável. Se souber de alguma dica de um toque
Flavio

[7] Comentário enviado por moskito em 04/04/2007 - 09:03h

mauricio.shakur,

"Currently, the program does not handle subtitles at all. This will be added in a future release."
http://videotrans.sourceforge.net/movie-to-dvd.1.html

[8] Comentário enviado por edirlf em 12/11/2007 - 21:12h

Cara, simplesmente: PARABÉNSSSSSSSSSSS!!!!!!!
Que artigo mais massa!!
Já tá no favoritos.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts