Criando um servidor de impressão para residências e pequenas empresas com Linux

Este tutorial tem por objetivo explicar ao usuário iniciante como montar um servidor de impressão que atenda às necessidades domésticas e de pequenas empresas, usando CUPS num computador antigo rodando Linux. Aos usuários médios e avançados não será acrescido nenhum conhecimento extra, não sendo recomendada a leitura.

[ Hits: 246.873 ]

Por: Perfil removido em 02/12/2005


A distribuição Linux



Para facilitar meu trabalho, mantive a mesma distribuição do desktop, o Mandriva 2005 LE, pois ele tem uma característica muito útil: você pode instalar programas de qualquer interface gráfica com somente as dependências necessárias, evitando uma grande quantidade de programas sem uso no HD.

Minha experiência com um servidor em modo gráfico não foi das melhores, pois - mesmo usando o iceWM - as ferramentas de configuração do Mandriva são muito pesadas e nem sempre a configuração planejada pelos desenvolvedores atenderá as suas necessidades. Além do mais, com os tutoriais do VOL, consegui respostas para todos os obstáculos que poderiam dificultar o trabalho em modo texto.

Fiz uma instalação espartana, com aproximadamente uns 350MB sem o X11 e depois mais uns 80MB para todos os programas extras. Assim, um HD de 500MB atenderá seus anseios sem maiores delongas.

Para edição de texto usei o nano, prático e muito mais intuitivo que o vi (perdoem-me os puristas, mas simplicidade é fundamental).


Para a configuração da impressora, instalei o lynx. Um browser bem completo para modo texto e que atendeu plenamente minhas necessidades...


Então, não terá dificuldade em usá-los para realizar os mesmos passos que fiz aqui. ;-))

Não instale o servidor gráfico porque ele não terá utilidade e consumirá recursos de processamento da máquina necessários para outras funções. Assim, seu PC velho terá mais "fôlego" para a jornada diária!

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. O por quê deste trabalho
   2. Equipamento
   3. A distribuição Linux
   4. CUPS & cia...
   5. Configurando o CUPS em modo texto
   6. Configurando os clientes
   7. Conclusão
Outros artigos deste autor

Uma "fábula" sobre acessar e mapear unidades de rede do Windows no Linux

Instalação e configuração do Ubuntu Gusty Gibbon na linha de notebooks HP/Compaq

Calculando máscara de sub-rede e broadcast

Liberdade, usuários e políticas de manutenção de ignorância

Algumas Distribuições GNU/Linux Excêntricas!

Leitura recomendada

Aprendendo a linguagem Python - parte II

Ailurus - Canivete suíço para o Ubuntu

Agora sim... o pingüim fala português!

Como criar um box para o Vagrant

Minimalismo em ambientes gráficos

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Bobrown em 03/12/2005 - 09:32h

EU PRECISAVA LER ISSO. Comentei no VOL a algum tempo que pretendia montar um servidor de impressao com hardware minimo, 386 ou 486, e ainda pretendo. O seu Artigo vale ouro para min. VALEU!!!

[2] Comentário enviado por bono em 03/12/2005 - 21:38h

Poxa .. Legal!!! Vou implementar.

[3] Comentário enviado por removido em 04/12/2005 - 10:46h

Olha, Bobrown, usar um 386 seria um gde atrevimento de minha parte...

Como sou um fã de peças velhas, comprei um intel 233 com 64MB de RAM e transferi meu servidor de impressão para ele... A instalação é mais delicada mas até o presente momento cuida muito bem das funções de impressão sem maiores problemas...

Não sei se vc conseguirá chegar numa máquina muitomais antiga pois o cups é muito pessado e consome muitos recursos...

Mas - segundo relatos do próprio Morimoto - se ele tem um 486 dividindo conexão ADSL em sua rede doméstica diuturnamente porquê vc não pode fazer o mesmo com uma simples impressão????

Boa sorte!!!
;-))

[4] Comentário enviado por lennon.jesus em 05/12/2005 - 10:23h

Grande artigo!
Parabéns e obrigado!

Abraços,
Lennon Jesus

[5] Comentário enviado por helvecio34 em 05/12/2005 - 12:27h

Parabéns pelo artigo, simples e direto, mas vai quebrar muito galho.

Apenas as imagens de telas não estão nítidas.

SDS

[6] Comentário enviado por nigthwing em 05/12/2005 - 13:42h

muito bom, só faltou dizer que não é necessario manter nem mesmo um monitor no computador para configurar. è possivel fazer a configuração a partir de qq máquina na rede através do IP.

[7] Comentário enviado por removido em 05/12/2005 - 13:58h

"só faltou dizer que não é necessario manter nem mesmo um monitor no computador para configurar" - o servidor é gerido remotamente via SSH e usei o monitor apenas para instalar o linux pois é mais fácil que via rede...

Hoje ele não tem monitor e o SSH é realmente uma ferramenta maravilhosa. ;-))


[8] Comentário enviado por guilhermelima em 08/12/2005 - 23:30h

Mais um ótimo artigo. Parabéns!!!

[9] Comentário enviado por paulocelsojr em 19/12/2005 - 11:45h

O VOL só tem a ganhar com artigos como este. Parabens.

[10] Comentário enviado por removido em 09/07/2006 - 14:05h

Achei o que estava procurando, vou tentar este molde e volto a comentar o que aconteceu TKS pelo artigo.

[11] Comentário enviado por ghostcoder em 27/10/2006 - 12:40h

Muito bom cara!!! parabenss

[12] Comentário enviado por sup_sh em 31/10/2006 - 10:00h

Alguém já passou por isso?
Enviar uma impressão com mais de 1 copia de uma maquina cliente com Windows, e só imprimir a primeira impressão.
Caso a resposta for sim , então tente instalar a impressora o driver local depois direcionala para a maquina linux

[13] Comentário enviado por thigux em 06/11/2006 - 07:26h

Bom dia,

Muito bom este seu tutorial porem eu gostaria de saber como controlar impressao, por exemplo o usuario Linux tem direito a 30 impressoes passou disso é bloqueado ai eu ADM libero entendeu obrigado.

[14] Comentário enviado por rjas1980 em 08/11/2006 - 22:00h

Grande artigo!

[15] Comentário enviado por rodrigo.messias em 22/11/2006 - 22:15h

Legal, parabéns pelo artigo. Sabe se é possível fazer tudo que você fez apenas em modo texto?

[16] Comentário enviado por gmartinelli em 23/11/2006 - 12:12h

Parabéns pelo artigo. Para conhecimento, um modo mais prático é utilizar o Freesco (http://www.freesco.org/). Ele roda a partir de um disquete e não é necessário ter HD. Reconhece a maioria dos hardwares e faz tudo automático. Montei um servidor de impressão bem rápido que atendia várias impressóras e uma copiadora. Vale a pena tentar.

[17] Comentário enviado por lucas.allan em 05/01/2007 - 10:11h

Muito bom o artigo, Parabens!

[18] Comentário enviado por klein.rfk em 17/01/2007 - 00:17h

legal....
vc nao consegue mexer nas confs da impressora tipo.....
usando um browser de qualquer estação?
edereço: ipdamaquina:631 ????
nao tenho uma rede aqui pra testar mas acho q funcina
dai ele vai te pedir a senha do root pelo browser....
acho mais fácil (se funcinar) que usar o SSH

[19] Comentário enviado por heckjp em 22/01/2007 - 15:46h

Otima materia cara..eu tava procurando como usar impressoras em rede..ja q pelo compartilhamento do samba nao deu certo....e essa matéria caiu como 1 luva! parabens

[20] Comentário enviado por JoseHenriqueRJ em 12/02/2007 - 19:09h

Quero agradecer a colaboração do nosso colega. Já estou implementando.

[21] Comentário enviado por gilvan lima em 23/03/2007 - 10:58h

Cara seu artigo foi muito bem feito e me ajudou bastante!!!!
Parabens!!!!!!

[22] Comentário enviado por gildenio em 29/03/2007 - 11:23h

Grande Artigo, parabén.
Prezado companheiro, estou precisando instalar a impressora LQ-2070 da epson em meu computador, só estou dependendo deste driver para completar minha instalação. Possuo uma rede windows, acesso a internet através do proxy do XP, mas não conseigo acessar as impressoras da rede. Caso vc tenha o driver da LQ-2070 tem como me enviar? Ficarei muito grato.

Gildenio - Jequitinhonha

[23] Comentário enviado por removido em 04/04/2007 - 14:58h

Bom artigo. Fácil de compreender e muito útil pra quem quer dar sobrevida a computadores velhos.

[24] Comentário enviado por tuxSoares em 20/04/2007 - 13:25h

Legal, so que voce nao mostrou como compartilhar a impressora via samba para as maquinas windows da rede poderem acessar a impressora.
Mas ta valendo, ja deu pra ter uma nocao.

Abraco e parabens pelo artigo!

[25] Comentário enviado por julienfop em 23/05/2007 - 18:23h

Exelente artigo.

Tem como adaptá-lo para ubuntu 6.06 ou superior?

Abraço.

[26] Comentário enviado por berdam em 14/06/2007 - 10:20h

Que lugar do cups.conf permito apenas determinados ips???

[27] Comentário enviado por acollucci em 19/06/2007 - 11:50h

Muito bom.. Ja esta nos meus favoritos...

[28] Comentário enviado por geek_fr34r em 26/06/2007 - 00:07h

parabens kra...at eu q so newbie no kurumni entendi td,,,e to pensando em montar um serve d impressora aki...
micro antigo é o q ñ falta.....\o/
obs:eu tenho um pentium mmx(133),hd 4,6,64 d ram,placa de rede e rodando kurumin modo texto....super rapido.....serio

[29] Comentário enviado por jeanleonino em 30/06/2007 - 11:41h

Bem... Este, em minha opinião é um dos artigos mais úteis!

Deveriam haver mais tópicos do tipo para ajudar os usuários comuns, isso ajuda em muito a divulgação do Linux!

Vlew!

[]`s

[30] Comentário enviado por lsilveira em 03/08/2007 - 15:51h

enho uma hp 1005 no meu serviço e uso debian, ele reconhece a impressora e tudo mais consegui configura ela no cups mais naum ela não consegue imprimir ja atualizei o driver dela
no http://foo2zjs.rkkda.com/
ai fica uma mensagem no cups
assim "ready to print" !!
alguem sabe oque pode ser ??
se alguem poder me ajuda obrigado

[31] Comentário enviado por lsilveira em 04/08/2007 - 12:14h

eu tenho um computador windows q esta ligada uma impressora nele te como eu compartilhar ela com linux ???

[32] Comentário enviado por Gabriel_h em 05/09/2007 - 19:03h

ready to print significa "pronto para imprimir", acho que esta tudo certo não?

[33] Comentário enviado por iuricdias em 24/09/2007 - 16:19h

Muito bom!!!

Configurei um k6 II para servidor de impressão.
Esse artigo me ajudou bastante!
Sou iniciante em linux e preciso de artigos como este...

Obrigado

[34] Comentário enviado por sdr_smart em 25/09/2007 - 14:57h

Exelente artigo
parebéns

[35] Comentário enviado por Matrixman_arj em 30/09/2007 - 12:15h

Agradecemos muito, por encontrar-mos artigos como este, que nos nos ensina a dar os primeiros passos e principalmente faz com que venhamos nos sentir mais seguros com este sistema operacional e saber-mos que temos condições de fazer tudo que faziamos antes ou até mais.


Valeu!

[36] Comentário enviado por luan tavares em 30/09/2007 - 21:26h

Artigo bem explicativo,ajuda muito.

[37] Comentário enviado por ciberglo em 22/10/2007 - 22:47h

Muito bom.
Realmente muito útil.
Parabéns

[38] Comentário enviado por Teixeira em 30/10/2007 - 20:17h

Puxa, acvsilva! Eu precisava ter lido um artigo como esse há alguns anos atrás, quando eu trabalhava com "um monte de computadores" (não era uma rede decente) e duas impressoras laser que, duas vezes por mês tinham de "suar sangue" para dar conta do recado...
Muito bom!

[39] Comentário enviado por orvaquim em 21/11/2007 - 03:20h

Muito bom!

Deveria dizer algo sobre os clientes em Windows. Esta solucao da muito bem para um escritorio duma pequena ate medias empresas com impressoras modestas. Nesse ambiente haverao windows.

Ate
Caveman

[40] Comentário enviado por sombrasoares em 29/11/2007 - 15:39h

Antonio Carlos, eu ja tenho um Servido de Impressão pelo Cups, mas agora eu preciso fazer ou delimitar uma cota, sendo que a mesma não deve ser aculumativa. Eu ja tentei usar o Ibquota, mas não da certo, vc conhece alguim programa ou configuração que eu consiga fazer cota de impressão e tb de quiser eu consiga ter relatorios? Grato.

[41] Comentário enviado por py9mt em 10/02/2008 - 12:50h

Montei um server print baseado no artigo do colega. ficou xou

[42] Comentário enviado por k4mus em 11/02/2008 - 16:50h

Amigo, tenho uma rede rodando com o arctive directory 2003 com clientes windows e linux. Vc saberia me sugerir uma forma de adicionar as impressoras automaticamente no login?. Ah, e usando o servidor de impressao no linux.


Grato

[43] Comentário enviado por removido em 16/02/2008 - 19:47h

bom artigo, + um conhecimento para eu aplicar no projeto social...obg

[44] Comentário enviado por cjba em 22/03/2008 - 04:23h

EXCELENTE ARTIGO!!!....
BELO TRABALHO VLW acvsilva!!!!

VALEW GALERA!!!!

[45] Comentário enviado por k33p em 24/04/2008 - 16:30h

Muito bom

[46] Comentário enviado por upaf em 06/05/2008 - 14:14h

Ótimo artigo, é incrível o poder que o Linux oferece, sendo que podemos aproveitar os recursos de uma máquina de última geração ou até máquinas bem antigas.
Faz pouco tempo que fiz um upgrade do meu "servidorzinho", mas até um tempo atrás, um Pentium MMX 233 com 96Mb de RAM dava conta de suprir minhas necessidades de servidor de arquivos e servidor de impressão. Na época, rodava o Slackware sem interface gráfica. A maquininha dava conta sossegada. Depois eu fiz um upgrade pra uma máquina mais nova (Pentium III) e estou rodando o Ubuntu Server (também sem interface gráfica). Rodo CUPS, Samba, FTP e uns torrents de vez em quando.
Recomendo pra quem quiser aproveitar as maquinhas antigas que estão escorando a porta. Elas ainda tem muito suco pra se aproveitar :)

[47] Comentário enviado por yyz1981 em 19/05/2008 - 14:32h

Sim com maquinas antigas ainda tem o que fazer

[48] Comentário enviado por diegoramos em 29/05/2008 - 12:45h

Sinceramente,gostei muito do artigo.
Infelizmente não posso testar de imediato,mas gostei muito.
É uma situação muito corriqueira.

Meus Parabens.

[49] Comentário enviado por julioagostini em 04/07/2009 - 16:42h

Parabéns pelo artigo, gostaria de ver como ficou o cupsd.conf


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts