CentOS 5 - Utilizando como desktop com o Fluxbox

O Fluxbox é um ótimo gerenciador de janelas, aliado ao CentOS, com seus pacotes seguros e estáveis, torna uma combinação altamente produtiva e veloz. Neste artigo você vai aprender a instalar o Fluxbox, os principais programas para um desktop e as configurações básicas para que tudo funcione corretamente.

[ Hits: 42.592 ]

Por: Perfil removido em 09/08/2010


Pós-instalação



Configurando inicialização

Vamos trocar o modo de inicialização de texto por inicialização gráfica. Para isto, edite o arquivo /etc/inittab:

# vi /etc/inittab

Procure a linha:

id:3:initdefault:

Substitua por:

id:5:initdefault:

Aproveite e ative o bootsplash, edite cuidadosamente o arquivo /boot/grub/menu.lst e adicione alguns parâmetros na linha do primeiro kernel da lista:

# vi /boot/grub/menu.lst

... kernel /boot/vmlinuz-2.6.18-164.el5 ro root=LABEL=/ rhgb quiet ...

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Habilitando repositórios
   3. Ajustando prioridade dos repositórios
   4. Preparando instalação dos pacotes
   5. Instalando pacotes
   6. Pós-instalação
   7. Iniciando Fluxbox pela primeira vez
   8. Conclusão
Outros artigos deste autor

Lançamento do GFP Open (Gerenciador Financeiro Pessoal) versão 0.0.1.2

Deface: A arte de desconfigurar sites

Sistemas de arquivos - Conceitos básicos

IDS com Debian 4, Snort 2.8.3.1 e BASE 1.4.1

Metaspoit: Brute force + invasão com meterpreter encriptado com RC4

Leitura recomendada

Instalando discador "vppp" para terminais leves

Instalando o brModelo no Linux

Instalando o driver da NVIDIA para as placas GeForce

Instalando e utilizando o Google Earth

Migrando para o Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por moisespedro em 09/08/2010 - 18:12h

Parabéns pelo artigo, o coloquei na minha lista de coisas a fazer, o CentOS é muito estável e robusto mas eu sempre tive uma preguiça de configurar desktops *box

[2] Comentário enviado por wesllay em 13/06/2011 - 09:26h

Ótimo o artigo, faltou colocar depois de alterar os repositórios:
# yum clean all
# yum check-update


[3] Comentário enviado por px em 06/06/2013 - 18:54h

Duas palavras, TIRO ONDA!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts