Blu-ray: Reproduzindo, copiando, ripando e assistindo no GNU/Linux

Polêmicas a parte, neste artigo veremos como reproduzir, copiar, ripar e assistir vídeos em discos blu-ray. Ressalto que este documento não tem como objetivo promover a pirataria e sim, proporcionar ao usuários dos discos originais assistirem à cópia dos seus filmes legais, assim evitando danos físicos na mídia original.

[ Hits: 48.581 ]

Por: Alessandro de Oliveira Faria (A.K.A. CABELO) em 22/09/2010 | Blog: http://assuntonerd.com.br


Ripando um vídeo...



Da mesma forma que codificamos DVD para o formato DIVX ou XVID, sugiro converte o vídeo para o contêiner MKV. Veja bem, MKV não é um codec e sim um contêiner de dados de vídeo. Deste modo, MKV permite conter vários dados resultantes de diferentes tipos de codificações (ou codecs) de vídeo; sua maior utilidade é a sincronização dos dados de vídeo com os de áudio, com os títulos e legendas etc.

MKV também é conhecido como Matroska é o nome de uma iniciativa ousada para a criação de formatos universais de contentores, ou contêineres de áudio e vídeo digitais. A premissa é que seja um Padrão aberto de forma que possa evoluir de acordo com as necessidades dos desenvolvedores e distribuidores de conteúdos de Vídeo digital, e não tornar-se obsoleto ao longo do tempo.

O nome é grafia romanizada de матрёшка, ou matrioska - bonecas típicas russas, no qual uma boneca grande contém outra menor, que contém outra, e assim sucessivamente. Deste modo, os formatos ligados ao Matroska permitem conter dados resultantes de diferentes tipos de codificações (ou codecs) de vídeo e áudio.

Fonte: Wikipédia

Para converter os vídeos, precisaremos do MakeMVK, cujo arquivos para download encontram-se nos links abaixo:
Para compilar e instalar, basta utilizar os comando abaixo:

tar -zxvf makemkv_v1.6.1_bin.tar.gz
$ cd makemkv_v1.6.0_bin
$ make -f makefile.linux
$ sudo make -f makefile.linux install

$ tar -zxvf makemkv_v1.6.0_oss.tar.gz
$ cd makemkv_v1.6.0_oss
$ make -f makefile.linux
$ sudo make -f makefile.linux install


Agora utilize o comando makemkv para abrir a janela principal e logo a seguir selecione a opção open-disc.
Após a leitura do conteúdo do disco, selecione todos os títulos e clique no botão Make MKV e aguarde o processamento.
Pronto como agora reproduzir o arquivo MKV com vídeo, múltiplas trilhas de áudio e legenda. Veja um exemplo de reprodução com o player VLC.
Como sempre menciono... Colaborar atrai amigos, competir atrai inimigos...
Sobre o autor: http://www.netitec.com.br/alessandro

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Copiando um vídeo Blu-ray para o HD
   3. libbluray: Reproduzindo e dominando a mídia
   4. Ripando um vídeo...
Outros artigos deste autor

ARToolKit: Criando aplicativos de Realidade Aumentada

Criando aplicativos para o Mac OS X no GNU/Linux

Biometria facial na autenticação do usuário root

Criando aplicativos para o iPhone no Linux (sem Xcode e MacOS X)

Como instalar o Interbase 6

Leitura recomendada

Compilando kernel 2.6.11 no Slackware 10

Kernel v3.x no Debian - Compilação em 7 passos práticos

Compilando o KERNEL sem medo do "kernel panic"

Compilar kernel em distros baseadas em Debian

Registrando extensões no kernel com o binfmt_misc

  
Comentários
[1] Comentário enviado por cleysinhonv em 22/09/2010 - 13:36h

Muito bom, gosto de filmes e posso "ripar" Blu-ray

[2] Comentário enviado por Fellype em 22/09/2010 - 16:41h

Bacana o artigo. Gostei, principalmente, da introdução, onde foi feita uma breve descrição sobre o blue-ray.

[3] Comentário enviado por izaias em 22/09/2010 - 21:53h

Também gostei da aula sobre o Blue-ray, puro aprendizado.

Aprendi muita coisa com seu artigo.
Parabéns por divulgar tamanho conhecimento!

[4] Comentário enviado por albfneto em 23/09/2010 - 15:32h

Como sempre, o Cabelo merece Parabéns. Seus artigos tem grande Qualidade.

[5] Comentário enviado por dfsantos em 16/10/2010 - 12:03h

Se alguém não conseguiu compilar o makemkv segue as dependencias necessarias para compilação:

build-essential libc6-dev libssl-dev libgl1-mesa-dev libqt4-dev

[6] Comentário enviado por xleonardox em 01/07/2011 - 20:31h

Parabéns.

Já venho acompanhando seus textos há algum tempo e são todos excelentes.

[7] Comentário enviado por removido em 16/04/2013 - 04:15h

Nota 10 Grande Cabelo muito claro e como sempre direto e pedagógico


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts