Instalando e configurando os módulos do kernel 2.6 no Slackware

O diferencial deste artigo está no fato dele se concentrar na grande dificuldade dos usuários, que é saber quais módulos devem ser marcados durante a configuração do kernel para sua máquina funcionar adequadamente. O foco do artigo é o kernel 2.6 com Slackware 9, porém seus conceitos podem ser levados para outras distribuições.

[ Hits: 38.360 ]

Por: Marcus Fazzi em 26/02/2004


Preparando o Slackware



Antes de tudo, atualize o Modutils/module-init-tools.

A maioria dos tutoriais pela internet não fala sobre isso e aí você fica sem poder carregar módulos no kernel novo.

Você vai necessitar te todo um conjunto novo de programas de gerenciamento de módulos (modprobe, insmod, rmmod, etc), pois os que vêm com o Slackware 9.1 não funcionam para o kernel 2.6.2

1. Baixe o module-init-tools mais recente:
ftp://ftp.kernel.org/pub/linux/kernel/people/rusty/modules/

No caso deste tutorial, a última versão encontrada foi a module-init-tools-0.9.15-pre4.tar.gz.

2. Descompacte o arquivo com:

$ tar -xvzf module-init-tools-0.9.15-pre4.tar.gz

3. Entre no diretório que foi criado:

$ cd module-init-tools-0.9.15-pre4

4. Leia o arquivo README, isso é sempre muito importante!

5. Compile:

$ ./configure --prefix=/
$ make moveold
$ make
$ su
# make install


Pode ser que ocorram problemas de excesso de níveis de link no "make install", exclua os links simbólicos da pasta /sbin/ que estão apontando para modprobe.old, lsmod.old, insmod.old, rmmod.old, etc.

Para listar os links acima citados, use o comando:

$ ls -l | grep ^lrw

Compare com os arquivos gerados com o comando make.

Caso continue ocorrendo problemas com o "make install", copie os binários na mão mesmo para a pasta /sbin/:

# cp modprobe /sbin/
....
# cp lsmod /sbin

6. Agora use o programa generate-modprobe.conf e converta seu /etc/modules.conf para /etc/modprobe.conf:

# ./generate-modprobe.conf /etc/modprobe.conf

Bem, no meu Slackware o generate-modprobe.conf não gerou nada no modprobe.conf e estou carregando meus módulos no /etc/rc.d/rc.local. Veja o conteúdo do meu rc.local para ter uma idéia:

#!/bin/sh
#
# /etc/rc.d/rc.local: Local system initialization script.
#
# Put any local setup commands in here:

# Placa de TV PixelView PlayTV pro

modprobe i2c-core
modprobe i2c-dev
modprobe i2c-algo-bit
modprobe bttv card=37 tuner=2 radio=1
# Via i2c
modprobe i2c-via

# Placa de audio SB-PCI128
modprobe snd-ens1371
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Preparando o Slackware
   2. Instalando o Kernel 2.6
Outros artigos deste autor

HOWTO Linux para Sony Playstation 2 com HDLoader e DEV2

Criando uma mala direta com OpenOffice.org

Instalando e usando o Gentoo GNU/Linux

HOWTO - Usando PSP no Gentoo Linux

Instalando e configurando a multifuncional Epson CX3700

Leitura recomendada

O Processo de Boot no Linux

Recompilando kernel 2.6 no Debian Lenny

Blu-ray: Reproduzindo, copiando, ripando e assistindo no GNU/Linux

Recompilar o Kernel? Isso ainda existe??

Slackware 10.2 com dois kernels na mesma instalação

  
Comentários
[1] Comentário enviado por arrb em 26/02/2004 - 10:24h

Vc teve problemas com alguns programas após a instalação do kernel 2.6?

Tipo programas q demostram a quant de memoria usada ... aqueles monitores de sitema?

Valeu!

[2] Comentário enviado por lordello em 26/02/2004 - 10:28h

Muito bom, agora você precisava dizer que o Slackware 9.1 já possui o module-init-tools na instalação padrão. Para atualizar para uma versão mais nova é preciso primeiro remover o pacote anterior dele como o comando "removepkg module-init-tools" e o processo de apagar o links não será necessário.
Falow!

[3] Comentário enviado por cvs em 26/02/2004 - 10:36h

Eita, ontem escrevi algo semelhante, mas focando a certas partes do kernel que normalmente da erro quando nao é feita de forma adequada, como o frame buffer e coisa e tal.

[4] Comentário enviado por cvs em 26/02/2004 - 10:38h

E ae arrb, o problema eh que tá com problema... heheeheh quando eu coloquei o 2.6.3 aqui ficou dando uns erros na glib e nisso fechando o gkrellm e o xmms, recompilei os dois e mesmo ainda ficou dando problema, quando começa com isso ou vc recompila a glib e vê o que que vira ou volta pro 2.4

[5] Comentário enviado por anunakin em 26/02/2004 - 14:02h

Não removi os pacotes do module-init-tools, originais do Slackware, pois quando vc instala o module-init-tools NOVO todos os programas (modprobe, lsmod, ...) são renomeados para versões old (modprobe.old, lsmod.old) assim vc pode continuar usando o Kernel 2.4 ou 2.2, conforme o caso, por isso não recomendo remover tal pacote, talvez o module-init-tools sirva no kernel 2.4, mas por via das duvidas, Eu mantive.

Acerca do Comentário abaixo:
====================================================
>Comentário enviado por lordello em 26/02/2004:

>Muito bom, agora você precisava dizer que o Slackware 9.1 já possui o module-init-tools na >instalação padrão. Para atualizar para uma versão mais nova é preciso primeiro remover o >pacote anterior dele como o comando "removepkg module-init-tools" e o processo de >apagar o links não será necessário.
>Falow!

[6] Comentário enviado por anunakin em 26/02/2004 - 14:07h

Aqui não dah erro nenhum de glib, e estou com o Kernel 2.6.3.

Quanto a erro em algum programa de monitoramento, creio que alguns tenham de ser reescritos uma vez que os mesmos muitas vezes usam modulos próprios (não padrão) para o kernel 2.4 e o kernel 2.6 já possui bem mais recursos, como vc pode ver na área de i2c no xconfig.

[7] Comentário enviado por maximous em 26/02/2004 - 14:33h

9. Compile a imagem do kernel:
# make bzImage

10. Compile os módulos do kernel (isso mesmo só um make):
# make

Na grande maioria dos tutoriais que eu vi até agora, esta parte da compilação esta aparecendo sempre a mesma coisa. Para compilar o kernel das séries 2.6 você precisa apenas 'make' e então 'make modules_install'.
Outro detalhe que vejo é dizer ainda para emular o SCSI, coisa que não é mais necessária.

Era isso, flow!

[8] Comentário enviado por danizach em 26/02/2004 - 19:12h

Eu compilei o kernel 2.6.3 e estava configurando o LILO, mas o LILO do red hat 9.0 pede que eu especifique um initrd-2.6.3.img e um module-info-2.6.3 O que sao esses arquivos e onde eu os encontro???

[9] Comentário enviado por anunakin em 26/02/2004 - 22:08h

DANIZACH>
Desde o fim do redhat e inicio do Fedora que deixei de lado esta distro, passando um tempo no SuSE e parando no Slackware, mas se não me engando esses arquivos são criados no boot, entaum informe algum local para eles, mas não tenho certeza!

[10] Comentário enviado por anunakin em 26/02/2004 - 22:09h

Maximous>
Na verdade tanto faz de um geito ou de outro, adoto assim para separar a compilação do kernel, da compilação dos módulos.

[11] Comentário enviado por Copyleft em 27/02/2004 - 08:03h

No 9.1 nao tive necessidade de fazer isso tudo, visto que ele ja eh bem atual, inclusive rodando 2.6.3 sem fazer update de nada (instalacao padrao), eu faco de uma maneira diferente o processo todo, quem quiser tentar tem um tutorial em http://www.slacklife.com.br/article.php?sid=614, ao final eu crio aliases no modprobe.conf tipo:
alias eth0 ee100pro
alias char-major-116 snd
alias snd-card-0 snd-maestro3
procurei mas ate agora nao sei como fazer o carregamento automatico dos modulos todos com apenas um comando...coloco os aliases como root, meio que chato...
desculpe apenas acho desta outra maneira mais pratico.

[12] Comentário enviado por Copyleft em 27/02/2004 - 14:28h

So eu de novo...eu olhei este artigo pelo fato do titulo "nstalando e configurando os módulos do kernel 2.6 no Slackware", claro que vc diz que os conceitos podem ser levados para outras distribuicoes, em minha humilde opniao, deve-se pelo fato de ser generico o lance aqui, eu gosto de ler um artigo que mencione uma distro que eu use (no caso Slackware), que me ensine alguns macetes dela, mostre as facilidades/dificuldades da mesma, pra quem ler e nao tiver muito conhecimento, tende a achar que eh necessario fazer determinados passos pra ter funcionado o kernel 2.6.x, vc deveria ter mostrado quais versoes sao necessarias, na maioria das vezes os usuarios acabam esquecendo de usar as facilidades da distribuicao que usa, o cara quer compilar no Debian, faca pelo jeito do Debian (obtera melhores resultados), Red HAt, Mandrake, etc, acabam por usar um meio generico e obtem erros que se fizessem da maneira da distro talvez nao obtivessem...bom acho que eh uma parte que eu tinha me esquecido de citar.
Um abraco e paarbens pelo artigo.

[13] Comentário enviado por brevleq em 04/09/2004 - 15:04h

Essa configuração do module-init-tools tb serve pro Red Hat 9?

[14] Comentário enviado por anunakin em 08/09/2004 - 11:15h

Copyleft e BREVLEQ, é sempre recomendado indicar a atualização do module-init-tools, mesmo pq apesar de funcionar no kernel 2.6.2 com o Slack 9.1, já não funciona por exemplo com o Driver NVIDIA e kernel 2.6.8.1.....

Brevleq.... Eu recomendo que vc atualize module-init-tools, mas lembre-se que RH9, possui um kernel com uma série de patches como Bootsplash, se vc mudar o kernel, vai ficar sem a inicialização gráfica.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts