IPCMSG: Comunicação inter-processos sem magia negra

A biblioteca IPCMSG foi criada para facilitar o desenvolvimento de programas que utilizam comunicação inter-processo. Nesse artigo aprenderemos, de forma prática, como usar essa biblioteca em seus códigos C/C++.

[ Hits: 21.389 ]

Por: Alessandro de Oliveira Faria (A.K.A. CABELO) em 20/10/2005 | Blog: http://assuntonerd.com.br


Introdução



A biblioteca IPCMSG foi criada para facilitar o desenvolvimento de programas que utilizam comunicação inter-processo.

A IPCMSG disponibiliza os seguintes recursos:
  • Semáforos: Utilizados para sincronizar dois ou mais processos;
  • Fila de mensagens: Em sistemas Unix/Linux, este recurso é utilizado para troca eficaz de dados entre processos;
  • Sinais: Interrupção de software assíncrona utilizada para time-out nas comunicações inter-processos;
  • Sockets: Utilizados para troca de informações entre processos locais e remotos via rede.

Onde utilizamos a IPCMSG?

A biblioteca IPCMSG permite a utilização sem segredo dos recursos de comunicação inter-processos. Um ou mais processos podem comunicar entre si através da troca de mensagens.

A troca de mensagens podem ser sincronizadas ou não dependendo da aplicação em desenvolvimento. Utilizado semáforos em caso de um aplicação com processo sincronizados, assim garantindo a organização nas sincronização dos processos.

Em caso de falha durante um determinado processamento, um processo pode eventualmente não responder a uma mensagem. Para contornar este problema, usamos o recurso de sinais. Sinais são interrupções de software assíncrona que em nosso caso serve com time-out dos envios de mensagens.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Download, instalação e compilação
Outros artigos deste autor

FreePascal + Lazarus: Desenvolvedores em Delphi podem começar a migrar para o Linux!

Scribus 1.1.6: A opção Linux para Adobe PageMaker, QuarkXPress e InDesing

Instalando placa de captura de TV no Linux

Impressione seus amigos com o Tux bonitinho no login modo console

Dominando o apt-get no Conectiva

Leitura recomendada

Guerra Infinita, uma análise da Ciência da Computação

Compilando o kernel 2.6.13 no Slackware 10.2

Kernel v3.x no Debian - Compilação em 7 passos práticos

Como explicar o que é kernel para um leigo

Compilando o KERNEL sem medo do "kernel panic"

  
Comentários
[1] Comentário enviado por CABELO em 22/10/2005 - 05:07h

Acabo de disponibilizar o Guia de Referência do programador:

http://cabelo.linuxdicas.com.br/ipcmsg/refman-html/d0/dcc/class_n_e_ti_1_1_i_p_c_m_s_g.html

[2] Comentário enviado por abidojr em 20/07/2007 - 19:32h

muito legal o material. Aguardamos seu retorno em BH


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts