Blender para todos! - Parte I

Ao longo de 7 anos contribuindo com a comunidade de código aberto, principalmente dentro da computação gráfica
livre, muitas pessoas me perguntam por que o mundo da animação e modelagem 3D é tão complicado, seja no mundo
'livre' ou no mundo 'fechado'. Esta pequena série visa, literalmente, tornar este universo mais amigável e conhecido.

[ Hits: 31.189 ]

Por: Guilherme RazGriz em 28/01/2012 | Blog: http://razgrizbox.tumblr.com


Criação em código aberto, isso existe ?



Caros,

A pergunta que dá nome a esta página, de certa maneira, já foi respondida infinitas vezes ao longo destes quase 30 anos da criação da licença GNU, ou seja, bem antes do surgimento do Gimp, do Inkscape ou mesmo do próprio Blender.

E tantas outras ferramentas bacanas, que nós do departamento de criação utilizamos sem que muitos desenvolvedores imaginem em nossos trabalhos; ou mesmo no dia a dia como o V-Tiger ou um player de música para alguns até mesmo 'esquecido', como o XMMS.

Pois é, nós também somos pessoas 'comuns'. Quando falamos em criação, estamos explanando sobre literalmente conceber algo único, algo totalmente novo que servirá para algum propósito que nos interesse, seja uma simples calculadora em alguma linguagem leve, ou mesmo uma arte complexa para ser estampada em um prédio, ou seja, os nossos 'mundos' não estão tão distantes assim!

De posse disso, uma outra maneira de responder a esta pergunta, é dar uma olhada na quantidade de trabalhos espetaculares produzidos com Software Livre em todos os seus segmentos, como distribuições confiáveis para manter serviços vitais funcionando como caixas eletrônicos, nossos smartphones, filmes feitos com o Gimp (como: Matrix) e no Blender (Sintel e muitos outros!).

Há ainda os vetores mais do que realistas feitos com o Inkscape, os eventos como a 'Blender Pro', o espaço dado à computação em código aberto em gigantes como a LatinoWare e tantos outros!

E a resposta final?

Sim! Isso não apenas existe, mas acontece diariamente, mesmo quando nós não estamos de olhos abertos.
Linux: Blender para todos! 
Parte I

Está tudo muito bom, mas... e o 3D?

O universo 3D parece quase inacessível à grande maioria dos 'mortais', bem como os demais segmentos, como a edição pesada de imagens ou mesmo o trato com desenho vetorial simples.

Mas isto acontece porque sempre que se pensa no assunto, uma grande muralha reforçada intransponível se forma na frente daquilo que se deseja criar.

E o nome desta barreira é: VOCÊ MESMO!!!!

E as justificativas que servem como alicerce e 'pedra angular', são sempre as mesmas: "Eu não sirvo pra isso".
Linux: Blender 
para todos! Parte I

É claro que não! Afinal você não estudou para aprender isso, porém, nada que um pouquinho de dedicação e vontade, não possam resolver! E isto vale para tudo o que desejamos nessa vida!

"Eu não consigo".
Linux: Blender 
para todos! Parte I

Se você ao menos tentar, aposto como tem boas chances de conseguir!

"É muito difícil".
Linux: Blender 
para todos! Parte I

Tudo na vida é difícil, até mesmo decidir o que vamos comer, então, essa não é uma boa desculpa.

"Não sei onde aprender".
Linux: Blender 
para todos! Parte I

Bem, esta pequena série está aqui para resolver isso! =]

"Está em outro idioma".
Linux: Blender 
para todos! Parte I

Um segundo idioma é vital para se comunicar hoje em dia, e duvido que você mantenha seu emprego por muito tempo sem saber pelo menos inglês!

"Sou um preguiçoso confesso e prefiro ficar postando besteiras na rede e dizer que pertenço a uma comunidade."
Linux: Blender 
para todos! Parte I

Bom, esta é a única barreira que realmente não tem solução. =[

Agora que já sabemos o caminho para detonar esta barreira, até então intransponível, vamos direto ao nosso assunto, que é tornar a criação 3D ao seu alcance!
Linux: Blender para todos! 
Parte I

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Criação em código aberto, isso existe ?
   2. Sua primeira animação começa A-G-O-R-A!
   3. Um pouquinho de cor? É pra Já!
Outros artigos deste autor

Construindo Somando e Subtraindo

"Tatuando" pessoas com o Gimp

Blender para todos! - Parte IV

Um pouco de luz, cor e o Gimp

Edição pesada de imagens com o Gimp (parte 1)

Leitura recomendada

Mencoder - Convertentdo vídeos de webcam para divx

Transparência de janelas no KDE

Instalando o KDE 4.0 no Slackware

Enfeite o LILO com uma imagem de seu gosto

Blender - Como fazer um planeta 3D

  
Comentários
[1] Comentário enviado por azk em 28/01/2012 - 13:31h

Excelente trabalho, Guilherme.
Me interessei por isso.. Espero a 2º parte ansiosamente!
[]'s

[2] Comentário enviado por levi linux em 28/01/2012 - 21:06h

Muito bom! Parabéns, também aguardo a segunda parte! 10!

[3] Comentário enviado por evaldoavelar em 29/01/2012 - 10:14h

O blender eh realmente fantástico!

[4] Comentário enviado por profdoidao em 30/01/2012 - 10:29h

cara o blender realmente é tenso comessei a estudar ele ontem apenas pela documentação do site...é bem complicado...mas vamos ver ate onde eu vou

kkkk

[5] Comentário enviado por tiago_sn em 30/01/2012 - 12:44h

Muito bom o artigo. Obrigado!!!

Aguardo a parte 2.

[6] Comentário enviado por jhonatanoliveira em 30/01/2012 - 15:04h

Ótima iniciativa!
Parabéns por contribuir com a comunidade!
Aguardamos ansiosamente a continuação.
Obrigado.

[7] Comentário enviado por vitinhocallai em 30/07/2012 - 10:03h

Parabéns cara! Fui em uma palestra sua no FISL e em uma oficina de Blender que você realizou! Muito bom mesmo!!!

[8] Comentário enviado por razgriz em 30/07/2012 - 19:16h

Que bom cara! O negócio é continuar evoluindo SEMPRE.

[9] Comentário enviado por AlvesUeliton em 26/12/2013 - 21:00h

onde fica essa "time line"?

[10] Comentário enviado por MAPOGOS em 30/04/2014 - 23:15h

Nossa!!!
Que legal este artigo, bem explicado, voçê tem o poder de chamar atenção do leitor, vc é fera kar, seu artigo é muito bom.
Eu sei muito pouco disso("nada"), estudei algumas linguagens, poxa estou pasmo.
Terei que rever isto para depois dar um apt-get install Blende´r , é isso?
Como eu trabalho na área técnica de atender Clientes em suas residências terei que pénsar muito onde poderei usar isso...
Mas ó parabéns, pra min foi o melhor artigo de 2014 do VOL.
Voçê deu aulas pra muitos ae que acham que sabem muita coisa, e na verdade são uns ignorantes, tem medo de ensinar, e entender ou desmestificar o reciocínio e dúvidas do iniciante.
Eles mas querem mostrar que sabem do que ensinar, isso não é ser livre é ser preso em um casulo e depoisa saer da ibernação e falar dos seus conhecimentos e não agregar valor.
Tem que ser regra de negócio, tem que ter retorno feed back.
Parabéns apavoro.

[11] Comentário enviado por gabrielmendonca em 08/02/2015 - 01:16h

Uma das coisas mais interessantes na web para mim é que as estantes não guardam poeiras e que grandes obras nunca se perdem. Parabéns, ótimo texto, vou seguir no artigo!

[12] Comentário enviado por razgriz em 09/02/2015 - 00:20h

Puxa Obrigado!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts