BSD Sockets em linguagem C

Venho neste artigo explicar como funciona sockets em ANSi C, explicar portabilidade e exemplos reais e diferentes de artigos semelhantes. Enfim, aqui você aprenderá a usar sockets na prática.

[ Hits: 111.413 ]

Por: C00L3R_ em 06/07/2010 | Blog: http://bugsec.com.br


O que é socket



BSD Sockets

Sockets, o que é?

Especificamente em computação, um soquete pode ser usado em ligações de redes de computadores para um fim de um elo bidirecional de comunicação entre dois programas.

A interface padronizada de soquetes surgiu originalmente no sistema operacional Unix BSD (Berkeley Software Distribution); portanto, eles são muitas vezes chamados de Berkeley Sockets. É também uma abstração computacional que mapeia diretamente a uma porta de transporte (TCP ou UDP) e mais um endereço de rede. Com esse conceito é possível identificar unicamente um aplicativo ou servidor na rede de comunicação IP. Isso segundo wikipédia, mas vamos a algo concreto.
  • Um socket identifica univocamente um usuário TCP;
  • Permite a associação entre processos de aplicação;
  • O identificador da porta é concatenado ao endereço IP, onde a entidade TCP está rodando, definindo um socket.

Função socket(), exemplo de uso:

socket (família, tipo, protocolo);

O nome de um socket sempre está relacionado a um espaço de nomes, também chamado de domínio (socket domain). Cada espaço de nomes é definido por uma macro na forma PF_* (que vem do termo Protocol Family). Os principais espaços de nomes em uso no UNIX são:
  • PF_LOCAL: indica o espaço de nomes local, no qual os nomes de sockets são válidos somente no escopo do computador local. As macros PF_UNIX e PF_FILE são sinônimos desse espaço de nomes.
  • PF_INET: indica o espaço de nomes IPv4 e seus protocolos associados.
  • PF_INET6: indica o espaço de nomes IPv6 e seus protocolos associados.

Além dos acima, outros espaços de nome estão disponíveis, embora sejam de uso menos frequente: PF_NS (protocolos Xerox NS), PF_ISO (protocolos OSI/ISO), PF_CCITT (protocolos do CCITT), PF_IMPLINK (Internet Message Processors), PF_ROUTE (protocolos de roteamento) etc.

Para cada espaço de nomes, uma macro correspondente AF_* define o formato dos endereços para aquele espaço "família": PF_UNIX, PF_LOCAL, PF_INET, PF_INET6, PF_IPX, PF_NETLINK, PF_X25, PF_AX25, PF_ATMPVC, PF_APPLETALK, PF_PACKET, AF_INET, AF_UNIX, AF_ISO, AF_NS...

Os sockets são divididos em "tipos". São eles:
     SOCK_STREAM, SOCK_DGRAM, SOCK_SEQPACKET, SOCK_RAW, SOCK_RDM, SOCK_PACKET
             |           |                          |
TCP_________/            |                          |
UDP______________________/                          |
famoso raw sockets _________________________________/

  • SOCK_STREAM: Fornece sequencial, seguro, e em ambos os sentidos, conexões baseadas em "byte streams". Dados "out-of-band" do mecanismo de transmissão devem ser suportados. O protocolo TCP é baseado neste tipo de socket.
  • SOCK_DGRAM: Suporta diagrama de dados (baixa conexão, mensagens inconfiáveis de um comprimento máximo fixo). O protocolo UDP é baseado neste tipo de socket.
  • SOCK_SEQPACKET: Fornece um sequencial, seguro, e em duas direções de tipos de conexões para transmissão de dados endereçados para o diagrama de dados de comprimento máximo fixo; um consumidor é requerido para ler um pacote inteiro com cada chamada de leitura.
  • SOCK_RAW: Fornece um protocolo de rede de acesso rápido. Este tipo especial de socket pode ser usado manualmente para construir algum tipo de protocolo. Um uso comum para esse tipo de socket é desempenhar requisições ICMP (como ping, traceroute etc).
  • SOCK_RDM: Fornece uma camada seguro que não garante ordenação. Isso é comumente não implementado no seu sistema operacional.

Tipos de protocolo:
ip      0       IP      # internet protocol, pseudo protocol number
icmp    1       ICMP    # internet control message protocol
igmp    2       IGMP    # internet group multicast protocol
ggp     3       GGP     # gateway-gateway protocol
tcp     6       TCP     # transmission control protocol
pup     12      PUP     # PARC universal packet protocol
udp     17      UDP     # user datagram protocol
idp     22      IDP     # WhatsThis?
raw     255     RAW     # RAW IP interface

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Explanação ao TCP/IP
   3. O que é socket
   4. Funções read(), send() e exemplo cliente HTTP
   5. Funções listen(), bind(), accept() e exemplo de servidor HTTP
   6. Na prática fazendo um FUZZER TCP
   7. Servidor e cliente com fork
   8. Servidor de comandos e scanner de portas
   9. Simple socket library
   10. Explanação ao UDP e exemplo de servidor e cliente
   11. Exemplo UDP Flood
   12. Portabilidade
   13. Conclusão
Outros artigos deste autor

Usando o PF - Packet Filter

Banco de dados orientados a documentos

Ponteiros - Saindo de Pesadelos

Trabalhando com arquivos no Perl

Bind: Explorando e evitando falhas

Leitura recomendada

Controlando UPLOAD com o CBQ

Tutorial - Aplicação em C para transferência de arquivo usando socket TCP e Thread

O Modelo de Referência OSI

Monitorando o consumo de banda com Bwbar

Criando uma calculadora com o Glade

  
Comentários
[1] Comentário enviado por VonNaturAustreVe em 06/07/2010 - 03:24h

Excelente cara vou ler tudo :)

[2] Comentário enviado por removido em 06/07/2010 - 05:29h

Hey C00L3R,
Parabéns, é um ótimo artigo. Minhas dúvidas surgiram após meus testes.
Um abraço.

[3] Comentário enviado por andrezc em 06/07/2010 - 08:12h

Cara, realmente esse é um dos melhores artigos que eu já li por aqui. Parabéns.

[4] Comentário enviado por werneral em 06/07/2010 - 11:18h

Muito bom! Obrigado!

[5] Comentário enviado por uberalles em 06/07/2010 - 11:43h

verdadeira aula, velho. parabéns!
muito bom "resumão" do Unix Network programming. Nunca consegui fazer nada decente em sockets e esta tua aula deverá me ajudar muito.

[6] Comentário enviado por stremer em 07/07/2010 - 15:28h

para quem interessar, ha algum tempo atras escrevi um script mostrando como criar um robo http e enviei ao VOL.

http://www.vivaolinux.com.br/script/Robo-HTTP-usando-socket-e-codigo-multiplataforma

Interessante para quem esta aprendendo sockets...

OTIMO ARTIGO

[7] Comentário enviado por andrezc em 07/07/2010 - 15:43h

Opa stremer, eu cheguei a ver este seu script, realmente fabuloso.

Um abraço.

[8] Comentário enviado por fernandopinheiro em 07/07/2010 - 20:23h

Parabens, muito bom!!

[9] Comentário enviado por brunosolar em 08/07/2010 - 09:48h

Parabens realmente muito bom. So queria fazer um comentario sobra a parte do UDP flood. Sim hoje em dia qualquer firewal simples pode recusar este tipo de pacote.

No entanto dependendo da quantidade de pacotes UDP enviados (leia-se DDOS) você poderá ser "derrubado" pois o firewall irá gastar muito processador para descatar todos os pacotes. A melhor solução (AINDA) para ataques DOS / DDOS é diretamente no ISP onde eles irão setar no roteador o IP do atacante para /dev/null (exemplo). claro que voce corre o risco de perder algum cliente que faça parte da rede redirecionada.

No mais excelente trabalho.

[10] Comentário enviado por shazaum em 24/09/2010 - 11:44h

opa, no fuzzer faltou uma lib...

#include <netinet/in.h>

[11] Comentário enviado por thomasawrd em 18/07/2014 - 12:41h

parabéns cara excelente artigo,me ajudou muito.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts