BS 25999 - Business Continuity Management - Continuidade dos Negócios

O presente artigo apresenta a norma BS 25999, bem como as duas principais partes, a BS 25999-1 e a BS 25999-2.

[ Hits: 32.430 ]

Por: Andre Luiz Facina em 20/07/2010


Resumo



A norma BS25999, desenvolvida pela BSI, tem um papel importante nos dias atuais. Muitas empresas dependem de toda a infraestrutura computacional para sobreviver e garantir que os negócios continuem depois de incidentes imprevistos, para isso foi criado a norma, auxiliando empresas no que se refere a continuidade dos negócios.

O presente artigo apresenta os conceitos básicos sobre continuidade dos negócios e sobre a norma BS 25999, bem como as duas principais partes, a BS 25999-1 e a BS 25999-2.

Ao final é concluído sobre a importância em seguir a norma, para garantir que os negócios da organização sobrevivam mesmo sob condições inesperadas.

Introdução

A capacidade de uma empresa em manter no ar os serviços computacionais após um incidente e o tempo que leva para restabelecer a operação são diferenciais competitivos nos dias atuais. Ter um segundo plano em mãos passa a ser fundamental para a continuidade dos negócios. Por outro lado, muitas empresas ainda não fazem o planejamento para lidar com acidentes e ficam a mercê da sorte.

Para orientar o mercado, foi criado, em 2006 pelo BSI, a norma de gerenciamento de continuidade dos negócios (GCN), ou em inglês, Business Continuity Management (BCM), mais conhecida como BS 25999. Essa norma fornece as diretrizes para implementação de projetos, levando em conta os riscos da corporação.

O objetivo da norma BS 25999 é reduzir os prejuízos causados por algum desafio ou circunstancias inesperadas, protegendo seu pessoal, preservando sua reputação, e provendo a habilidade de continuar operando e fazendo negócios. Os acidentes em uma corporação podem ser variados desde incidentes de segurança, bem como desastres naturais, como alagamento, terremoto, furacão etc.

Segundo os especialistas, a BS 25999 é a única norma mundial sobre continuidade dos negócios, e ela está dividida em duas partes.

A primeira parte (25999-1) trata-se dos códigos de práticas para gestão de continuidade dos negócios, e a segunda parte (BS 25999-2) são as especificações obrigatórias para alcançar a certificação para a gestão de continuidade dos negócios, adequada á dimensão e complexidade da corporação.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Resumo
   2. O que é Gestão da Continuidade do Negócio
   3. BS 25999-1
   4. BS 25999-2
   5. Ciclo de vida do GCN
   6. Desenvolvendo e Implementando uma resposta de GCN
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Soluções: open source ou proprietária? Salada mista!

Pós-instalação do Fedora 13 (F13) no Acer Aspire One (AA1)

Multiterminais em um PC

Com software livre você tem e você pode!

Extreme Programming e sua relação com Software Livre

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 20/07/2010 - 22:41h

Assunto importante e pouco documentado. Bom artigo!
Fiz uma Pós-Graduação em Segurança da Informação e uma das partes mais complicadas do TCC foi o PCN e o BIA.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts