Automação livre e seus profissionais

Nesse artigo falo sobre as vantagens de migrar os sistemas de sua empresa para o software livre e como não podia faltar, um pouco sobre os profissionais aptos a realizar tal migração.

[ Hits: 12.201 ]

Por: Eduardo Colombo da Silva em 04/04/2007


Introdução



As software houses estão procurando migrar seus sistemas para um ambiente que possa ser customizável, que elas possam montar de acordo com suas necessidades. Sendo assim elas começam a utilizar software Livre, montando um sistema com ferramentas livres, como Java, C, PHP, etc, fazendo software para rodar em ambientes Linux, pois tem muitas vantagens em questão de ser totalmente customizável e fácil de adaptá-lo ao software em si.

Várias empresas estão escolhendo o software livre para desenvolver sistema para PDV (frente de loja) para todo ramo de atividade, pois diminui muito os custos com licenças de uso de sistema operacional, e para as empresas que desenvolvem, acaba com os custos de licença de ferramentas de desenvolvimento. Visando os custos com licenças, as empresas já vêem uma economia muito grande, podendo até investir mais em tecnologia e mão de obra qualificada.

Os profissionais

Atualmente encontrar um profissional que se enquadre as necessidades da empresa, para desenvolvimento livre, é algo bem difícil. A mão de obra qualificada está muito rara, pois a parte do software livre no mercado ainda está bem pequena, então empresas grandes investem em seus profissionais, deixando-os qualificados e aptos a exercerem sua função com qualidade. Estas empresas também, se preocupam com seus profissionais, pois como esta mão de obra ainda esta difícil, não seria tão fácil encontrar outro igual ou parecido.

Profissionais livres hoje em dia tem muito valor, mas profissionais especializados, ou seja, que realmente sabem fazer, pois tem muitos que dizem "Eu sei Linux", mas na verdade o que ele sabe mesmo é colocar um CD de instalação do SuSE por exemplo, ir dando next, next, finish, que o sistema automaticamente se instala na maquina, e só. Isto é algo muito fácil.

Um verdadeiro profissional não fica dizendo que "sabe", ele simplesmente faz! Sim, instalar um sistema operacional como o SuSE é fácil, mas e configurar um servidor Apache utilizando ele? Configurar um Samba, compartilhar uma impressora na rede ou simplesmente instalar um plugin do XMMS? São coisas que um verdadeiro profissional faz sem problemas algum.

Claro, existem profissionais que são especializados em uma área especifica, tais como montagem de VPN, montagem de um servidor Asterisk. Este seria um profissional dedicado a isto.

A área de software livre é muito grande, tendo área para todo tipo de atividade, interesse.

Migrando

As empresas que decidem migrar todo seu sistema para software livre vão precisar de um consultor para montar todo um projeto de migração, para planejar treinamento de usuários, pois estes sim estão muito acostumados com outro sistema operacional, então seria um novo aprendizado, algo que pode levar um bom tempo de adaptação.

Mas esta migração não é algo tão complexo, pois hoje em dia as distribuições Linux estão cada vez mais amigáveis ao usuário comum, então se torna mais fácil pra eles se acostumarem ao novo sistema. E com um bom treinamento básico, eles já podem fazer as tarefas mais comuns do dia-a-dia. No início, estas empresas podem gastar um bom dinheiro com mão de obra especializada para fazer esta migração, mas em pouco tempo terão seu retorno, pois vão acabar os gastos com licenças de pacote Office, sistema operacional, ferramentas de desenvolvimento, etc.

Esta é uma grande vantagem do Linux, o seu custo zero.

Falta interessados

Existem várias empresas especializadas em treinamento em Linux, mas estão faltando interessados para isto. Ainda são escassas as faculdades de software livre, isso porque não existem interessados para cursar, como ocorreu em uma das únicas faculdades de SL, em Americana/SP, que não conseguiu formar turma para as aulas e teve que cancelar o curso. Nos primeiros anos que ela começou tiveram bastante interessados, mas caiu muito, a ponto de não conseguir formar turmas.

Escolas de informática também não estão conseguindo fechar turmas para ensinar Linux. Isso é algo que cada profissional livre deveria tentar reverter, tentando incentivar o uso do Linux, de ferramentas livres. Algo que pode começar, por exemplo, instalando o OpenOffice para um usuário Windows, instalando um Firefox, aMSN e assim por diante. Pois assim os usuários do Windows já vão se acostumando com software livre e uma futura migração para o Linux será algo fácil, pois já estarão acostumados com as ferramentas mais usadas.

Conclusão

As empresas que possuem um profissional especializado e competente devem tomar cuidado com o mercado, pois estes profissionais estão sendo muito requisitados.

Temos que nos conscientizar da importância da Linux no hoje em dia, tanto em servidores quanto em desktop, pois o Linux é um sistema bem robusto e confiável. Então devemos divulgar a idéia Livre, começando dentro de casa, com os pais, irmão, parentes. Instale para eles, se proponha a tirar duvidas, ensine usar o www.google.com.br/linux, e juntos, podemos reverter está idéia que alguns tem, que o Linux é um "sistema muito difícil", que o Linux "é ruim porque é de graça".

Na sua empresa, apresente soluções livres para eles, se proponha a montar um projeto de migração, mostre as vantagens em utilizar o Linux, em usar ferramentas livres de desenvolvimento.

Afinal, grandes empresas estão migrando seus sistemas totalmente para Linux, pois elas sabem do ganho que estarão tendo, não somente em custos, mas em ficarem livres de pequenos problemas como vírus, dados corrompidos, etc.

Vamos nos unir contra pirataria de software, vamos utilizar software livre!

Espero que gostem do artigo, pois trabalho com Linux e divulgo a idéia a todos, inclusive na empresa em que trabalho, é totalmente Livre!

Até o próximo artigo.

Eduardo C. Silva
Analista programador Linux
Skype: linuxlive

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Experiência no desenvolvimento de software para automação comercial

Kurumin Games - diversão em Live CD

Abrir o código fonte?

Leitura recomendada

Como atualizar/instalar o X.org em seu Slackware

Instale já o Audacity na sua máquina!

OpenVPN no Linux CentOS 5

Zorin OS - interessante distro lançada no ano novo - primeiras impressões

Até onde é vantajoso o Cloud Computing?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por marcrock em 04/04/2007 - 14:00h

Ótimo artigo cara!!!!
O crescimento do software livre depende muito do empenho de profissionais e usuários em geral, pois eu acho que o mercado para o soft livre é enorme, talvez seja hoje uma das áreas na informática que mais tem coisas onde se especializar e investir. Creio que estamos no rumo certo, seja um profissional como você, ou um usuário curioso como eu, já estamos contribuindo com a divulgação do software livre no nosso país.

Parabéns pelo artigo!!!!


Valew!!!
Até a próxima!!!

[2] Comentário enviado por fdavid em 04/04/2007 - 14:46h

Gostei do artigo...
Eu só não martelo mais Linux nos meus clientes porque não tenho uma solução para todos eles ao contrario do meu concorrente.

Mas asssim que puder suprir tudo que o cliente precisa com Linux, já era consigo colocar pelo menos 90% Livre.

[3] Comentário enviado por fdettoni em 04/04/2007 - 17:47h

Parabéns pela iniciativa, mas eu tenho certas opiniões divergentes do que foi apresentado.

Primeiro, qual a vantagem de se impor o linux? A filosofia do linux não foi feita para ser imposta, e ser grátis não é, nem de longe, a melhor qualidade do linux. O linux deve ser utilizado por pessoas conscientes que concordam com a filosofia do software livre.

Acabar com a pirataria? Isso é trabalho do governo, cada um é responsável apenas pela sua própria pirataria, o que te leva a responsábilidade de usar software livre em seu computador pessoal ou nas máquinas da sua empresa. Mas para acabar com a pirataria não é necessário usar Linux, pode usar softwares originais também.

O que seria uma faculdade linux? Um curso chamado "graduação em Linux" ou coisa assim? Isso é completamente inviável. Talvez uma pós graduação em software livre ou coisa assim. Hoje eu estudo Ciências da Computação em uma Universidade Federal e quase em todas as matérias existe a possibilidade de escolher se quero usar linux ou Windows, mesmo nos laboratórios posso escolher em qual sistema iniciar. Uma faculdade que obrigue o usuário a usar linux, ou ensine apenas isso(faculdade nenhuma deve ensinar a utilizar ferramentas e sim conceitos) está formando um péssimo profissional.

[]'s

[4] Comentário enviado por dastyler em 05/04/2007 - 10:40h

Trabalho em uma empresa de automação comercial há 2 anos e quando eu cheguei aqui a empresa nao utilizava nada de SL, nem mesmo nos terminais windows. Aí eu e um amigo (que nao trabalha mais na empresa) demos a sugestão de usar o Linux como servidor de rede para ser o servidor dedicado de um dos bancos de dados de um dos softwares da empresa. Hoje o SL é um sucesso aqui na empresa (rodamos Broffice/OpenOffice em varios terminais Windows - sem contar outras soluções), temos um servidor SAMBA rodando para hospedar arquivos e programas usados pelo departamento de suporte técnico e temos varios clientes rodando Linux no lado servidor, e eu como profissional especializado recebi uma proposta de salario maior e tomo conta de todo o projeto relacionado a SL/Linux na empresa bem como presto suporte para quem esta em campo quando acontecem problemas referentes ao Linux. Atualmente estou trabalhando em uma solução que rode em ambiente grafico para automação comercial com suporte a ECF´s, mas fora do contexto da empresa.

[5] Comentário enviado por dockism em 05/04/2007 - 16:45h

Cara, olha só posso disser 10 para você
Hoje na empresa que trabalho, só tem windows, e estou começando aos poucos, antes de julho já vamos estar com
Asterisk, Servidor FireBird

O meu unico problema é o seguinte hoje que enfrento na empresa, o sistema que eles usam a plataforma é toda windows, já tentei emular pelo wine o sistema, mas não consegui...

[6] Comentário enviado por jragomes em 05/04/2007 - 17:11h

Já foi-se o tempo onde falávamos que o Linux custa Zero. Realmente, você pode baixar gratuitamente, mas e aí? Temos que olhar o TCO (Custo Total de Propriedade), neste caso você tem que levar em consideração N coisas, não somente o sistema operacional. Adoro Linux, adoro a filosofia do Software Livre, mas há lugares que é impossível adotar Linux e outras ferramentas em Software Livre. Não podemos ser radicais, temos que ser realistas e ir encontrando soluções aos poucos, como fez o nosso amigo dastyler.

Pra convencer alguém ou alguma empresa a adotar soluções em software livre, temos que mostrar muito mais do que custo de aquisição tendendo a Zero.

E vale ressaltar outra coisa, profissionais de Linux e outras ferramentas em software livre não caros. Mas porque são caros? Porque conhecimento custa, noites varadas compilando ou configurando algum software, horas lendo tutoriais e artigos, tempo (como o seu) investido em escrever e compartilhar conhecimento.

Não podemos nos iludir e querer iludir os outros dizendo que Linux custa Zero e é bonitinho. Temos que mostrar várias qualidades.

[7] Comentário enviado por dastyler em 05/04/2007 - 18:00h

Realmente tudo é uma questão de TCO. Mas referente ao custo do software, acredito que seja ZERO. Mas se vc contar os custos das midias, gastos com seu PC para gravar a iso baixada da net aí teria um custo irrisório sim (apenas software - veja bem) e estes são valores que nao repasso aos meus clientes, pois alem do trabalho na empresa faço consultoria externa para outras empresas e tenho uma parceria com outra empresa de software para automação, mas como freela.
No caso do Linux o que pega hoje é conhecimento e aonde é possivel ter um diferencial no sistema é no setor de serviços, aonde empresas como a que eu trabalho é praticamente 99,9% voltada para este setor.
Como ja dito no artigo: o que falta é qualificação. Estou investindo pesado hoje nisto pq quero crescer ainda mais em SL!
Abs a todos...

[8] Comentário enviado por Leandro_sx em 06/04/2007 - 16:08h

Já faz algum tempo que utilizo linux em meu clientes de automação comercial, precisamente em segmentos de mecearias, auto-peças, material de construção e farmácias.
Desenvolvi um software em JAVA com suporte a ECF Bematech, Daruma e Sweda, além de suporte a balanças Toledo e Filizila.
Tenho em produção um total de 30 clientes e todos estão muito satisfeitos, no início era aquela dúvida quanto ao Linux, hoje alguns já usam o linux em desktop pessoal (casa).
Posso dizer que nestes dois anos de trabalho tenho conseguido com firmeza mostrar a pessoas leigas da vantagem em usar o Linux em ambiente comercial, apesar das dificuldades que encontro, tem valido a pena.
O sistema que tenho está em constante evolução mas a satisfação dos que usam é muito boa, já fiz apresentação dele em feiras de negócios e sempre sou elogiado pela novidade.
Quam quizer conhecer o VAREJO-FACIL entre em contato comigo através do email nivaldofer@gmail.com.

[9] Comentário enviado por fernandoamador em 08/04/2007 - 23:38h

Ótimo artgo...

[10] Comentário enviado por eduardok em 09/04/2007 - 10:21h

Bom artigo!!!

Acho q esse mito deve acabar de que pq e barto não presta!! E sim, falar somente que e de graça não basta!! Existe várias coisas que se pode mostrar e falar para o cliente!!!!

[11] Comentário enviado por udsonmacedo em 11/04/2007 - 17:14h

excelente artigo e disse tudo quando você disse que falta interesse para a total imigração faço o curso de bacharel em sistemas de informação e pretendo fazer uma pós graduação em software livre para investir nessa área tão apaixonante abraços!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts