Aonde o Windows é frágil

A maioria dos usuários de GNU-Linux sabem, através da experiência e do aprendizado, que o Windows apresenta fragilidades em várias situações, mas não tem sido divulgado os seus pontos vulneráveis. Este artigo descreve de maneira sucinta e conceitual o que torna o Windows vulnerável.

[ Hits: 27.780 ]

Por: Edwal F. Paiva Filho em 02/04/2008


Das origens do problema



Muitos usuários, alguns com bastante bagagem, utilizaram os antigos Windows 3.1 e 3.11 de 16 bits, interfaces gráficas que rodavam sobre o DOS. Não está clara a razão, mas muitos saudosistas gostavam do velho Windows de 16 bits e mantém boas lembranças, inclusive este que vos escreve. Todavia preferência e análise técnica nem sempre andam de mãos dadas.

No velho 3.1 as configurações eram salvas nos famosos arquivos ponto.ini, inclusive as configurações de drivers e de programas. Na época esta foi uma grande idéia no sentido de manter o sistema aberto e acessível aos desenvolvedores. Quase todos programas e drivers criavam arquivos ponto.ini. Com o tempo começavam a ocorrer coisas estranhas, como incompatibilidade entre um arquivo de sistema ponto.ini e um arquivo de driver, ou de aplicativo. Não tão raramente os arquivos ini tinham o mesmo nome e um sobrescrevia o outro tornando o sistema inoperante.

Adicionalmente o DOS utilizava um sistema de arquivos simples, mas pouco robusto: o FAT16 (File Alocation Table).

Não era comum tentar consertar o 3.1. Era rotina reinstalar o "sistema" e os aplicativos. Na verdade os Windows 3.1 e 3.11 eram bastante frágeis, colapsando frequentemente. Vale lembrar que a maioria dos drivers, e o próprio hardware da época, apresentavam qualidade muito inferior a atual.

A flexibilidade que fazia a popularidade do Windows 3.1 era também um fator de vulnerabilidade. Não cabiam tantas preocupações com vírus e internet na época, logo é dispensável tecer considerações quanto a segurança de rede.

A premissa básica do Windows é a facilidade de uso, e o seu CLI (Command Line Interface) sempre foi muito fraco, obrigando a expansão da interface gráfica. Outro ponto fundamental é a falta de ferramentas genéricas, o que obriga um programa para cada finalidade. Graças ao GNU o Linux não sofre desta síndrome.

Muitas interfaces gráficas do Linux apenas enfeitam programas que poderiam ser usados em CLI. Isto não existe no Windows, além de tentativas de melhorar isso a partir de 2003.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Das origens do problema
   2. O Registro
   3. A Nova Era
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Slackware descomplicado para iniciantes

Como acelerar o GNU-Linux

Jack, Rosegarden, midi e áudio no Debian/Ubuntu

Completando o Ubuntu (para principiantes)

A História que se perde...

Leitura recomendada

Linux no Rio Grande do Sul

Bom dia, é compatível com Linux?

Bill Gates e Linux

Linux na automação comercial: estamos preparados?

O que você vai ser quando crescer?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por ribafs em 02/04/2008 - 08:07h

Achei informativo o artigo, mas chegou um momento em que fiquei na dúvida:
são as desvantagens ou as vantagens do Windows que o artigo está abordando?

[2] Comentário enviado por thelinux em 02/04/2008 - 08:55h

O Windows é tão frágil e está instalado na maioridas dos desktops do mundo. Também é presença firme nos servidores das corporações. Quando olhamos para os outros, esquecemos de fazer o dever de casa.

[3] Comentário enviado por apscherbach em 02/04/2008 - 09:32h

Bom artigo, achei uma leitura interessante. Também usei o sistema desde o 3.11, a interface mudou muito de lá pra cá... pena que os problemas não compensam... não vale pra mim... por isso uso Linux!

[4] Comentário enviado por hugoeustaquio em 02/04/2008 - 09:39h

Não quero ser chato, mas acho que diversas vezes você trocou o termo "login" por "boot". O administrador (ou "root") faz "login" no sistema, e não "boot".

[5] Comentário enviado por foxl em 02/04/2008 - 09:47h

thelinux.
que ele e instalado na maioria dos desktops isso concordo, mais firme nos servidores ja nao concordo 76% dos servidores corporativos sao linux!
isso sao dados levantados por institutos copetentes.
abracos!

[6] Comentário enviado por stremer em 02/04/2008 - 10:28h

não uso windows em casa, mas desenvolvo sistemas para ambos SOs e inclusive aplicações para outros SOs (como solaris), mas se o windows fosse tão ruim assim não seria o mais usado como o amigo falou. 76% de linux ? onde? Até onde eu sei linux é top em servidores mas o número ainda não chega a 40%. Agora desktop. Windows são 92%, sendo que destes 78% é XP e 7% Vista, ou seja 85% de Windows "novo". Linux é pouco mais de 3% em torno de 3,4%. Linux é muito bom por ser flexivel, você pode aproveitar melhor os recursos da maquina, mas pra muitos (maioria) dos usuários isto é inutil. Linux esta longe de ser tão bom em desktop quanto windows e não só pelo SO mas por diversas aplicações principalmente. O dia que existir um linux que o cara instale igual instala o windows e funcione melhor que o windows e tiver software equivalente pra tudo, ai pode começar a falar oque é melhor e pior. Hoje o Ubuntu chegou perto, e foi graçar a ele que eliminei o dual machine/dual hd e abandonei de vez o windows, mas pro ubuntu ficar bom ainda precisa de MUITA OTIMIZAÇÃO, e o usuário leigo muitas vezes não quer saber de otimizar.

Linux é bom mas ainda tem muito a melhorar, principalmente na questão do usuário leigo, pois não basta somente ser facil, tem de ser melhor em TUDO pra se falar algo. Agora para servers concordo que linux é excelente mas existem sistemas melhores e mais seguros e ainda abertos. A questão de usar um server linux ou windows muitas vezes depende de soluções que a Microsoft vende prontas e as "paralelas" do linux não funcionam direito, vide por exemplo o AD da Microsoft espanca o LDAP do linux, porém para firewall, roteador, proxy, etc o Linux espanca a Microsoft.
Resumindo: Tem coisas melhores em um e em outro, por isso não adianta somente criticar mas enxergar os pontos fracos do linux para melhorar e ai sim poder criticar quando for melhor em tudo.
Windows 3.1? Eu usei windows 2.0. Sou da epocado Dos e do XT e acho que não vivi mta coisa, perante quem utilizou Apple 2, TK, etc, mas digo que comparar "o passado" é um erro. Eu tive os primeiros contatos com linux em 96 e digo o linux era bem fraco. Poderia ser otimo para muita coisa, mas para o "usuário do dia-a-dia" ele apanhava feio do windows 95 naquela epoca. Comparar linux de hoje com Windows 95/98 ou qualquer outro é covardia. Até mesmo com o XP (que é de 2002). Temos que comparar com o Vista para tirar conclusões e comparações "reais".

[7] Comentário enviado por xerxeslins em 02/04/2008 - 10:30h

muito informativo ^^

[8] Comentário enviado por albertguedes em 02/04/2008 - 11:15h

Rapaiz, tá querendo denigrir o Window$ ? : )
Mas concordo com o colega stremer, Linux e Windows tem coisas boas e ruins, o chato é que só podemos usar um de cada vez, ai o que você escolhe ?
Quando comecei a usar Linux, nem imaginava usar ele como descktop e muito menos que leigos poderiam um dia usar ele, hoje ele tá até no computador para todos (mal colocado ainda por cima). Pra mim foi um espanto a rapidez de evolução do Linux para usuarios finais, se não tá bom hoje, acho que em pouco tempo ele vai estar totalmente compativel, tem muita gente trabalhando agora para isso. ( Kurumim, VOLTA !)

[9] Comentário enviado por seijin_kyo em 02/04/2008 - 12:04h

Lembrando a todos que windows se é conseguido mediante a compra de licença(digo isso focando em servidores. pois desktop conheço poucos usuarios que compraram ou ao menos pensaram nisso.), enquanto o linux pode-se conseguir gratuitamente. O que é já um fator que eu vejo de positivo.

[10] Comentário enviado por Agente Smith em 02/04/2008 - 14:15h

A Microsoft poderia seguir o exemplo da IBM com seu sistema operacional z/OS. O antepassado dele (o velho MVS) é do início dos anos 70, e a IBM fez questão de passar a seus clientes este sistema. Quando o sistema mostrava-se defasado, o pessoal lançava uma nova versão com

-Maior segurança
-Novas funcionalidades

e sempre se preocupava em manter a compatibilidade com os programas mais antigos que rodavam nele.

Hoje em dia, a nova versão do sistema (chamado agora z/OS) tem um bocado de funções que nem um Red Hat Enterprise ou um Windows 2003 Advanced Server têm, e consegue rodar perfeitamente binários dos anos 70, sem problema algum para o SO.

Agora, toda nova versão do Windows ou

-Perde em segurança ou
-Perde em compatibilidade

E vem com um monte de funcionalidades que "justificam" a perda de um dos itens

A Microsoft ainda não aprendeu como juntar inovação e compatibilidade, e quem sofre com isso somos nós!

[11] Comentário enviado por nicolo em 02/04/2008 - 16:08h

Não quero ser chato, nem rigorista e preciosista. Boot e login tem o mesmo sentido em inglês. No windows a inicialização não exige entrada de dados logo o usuário dá boot como root. Se fornece dados na inicialização (boot significa inicializar) então há o log-in ou login que também significa entrada.
Por isso utilizei boot e login como termos equivalentes, quando se trata de um sistema (windows) que pode entrar direto (ou não) sem mesmo pedir senha.

SEGUNDO:
Eu esperava que alguns Experts descascassem a parte técnica por ser demasiadamente simplória, mas argumentos que defendem a qualidade pela fama, foi surpresa.
O autor

[12] Comentário enviado por stremer em 02/04/2008 - 16:53h

a fama do windows não é defendida, mas sim é a realidade e isto ocorre não por qualidade mas por diversos outros motivos.
a qualidade de algumas soluções da Microsoft é realmente superior a outras oque faz com que empresas escolham a solução da Microsoft, mas isto não é valido para tudo.

[13] Comentário enviado por guimaluf em 02/04/2008 - 16:53h

muito bom cara... bem esclarecedor... definiu pontos importantes que marcam a fragilidade do windows :)
masssss
é como todo mundo falou ai em cima... cada um tem suas vantagens e desvantagens... mas acredito q a maioria das desvantagens dó linux são causadas pelo monopolio e pela cultura microsoft de ser
:)

[14] Comentário enviado por hugoeustaquio em 02/04/2008 - 17:34h

Calma colega, não foi uma crítica. Também não vamos iniciar uma "jihad" por causa disso. Mas note que "boot" e "login" são muito diferentes sim. Mesmo porque um usuário nunca inicia um sistema. Quando um usuário entra no sistema (seja pedindo senha ou não) o sistema já foi iniciado, ou seja, o "boot" já aconteceu. Não entendo como "iniciar" e "entrar" possam ser a mesma coisa, mesmo que fossem simultâneos.

Exatamente por isso achei que podia fazer essa observação, sem surpreendê-lo, pois o meu intuito foi de acrescentar um pouquinho, mesmo que seja muito pouquinho. Não quis dizer que seu artigo tem pouca qualidade só por causa de uma coisinha tão pequena, e também estou longe de me considerar um "expert".

Eu sinceramente peço desculpas se você entendeu que eu "peguei no seu pé" por causa de alguma picuinha técnica, no entanto lembre-se que esse site tem um bom nível técnico, então é inevitável receber pequenas observações técnicas dos leitores.

[15] Comentário enviado por gjr_rj em 02/04/2008 - 17:43h

Sou usuário Windows, até mais que o Linux, pois me sobra pouco tempo para utilizar o computador de forma pessoal e mesmo quando isso acontece, acabo desenvolvendo muita coisa para essa plataforma, mas tem uma história que devia contar.

Uns 6 meses atras, minha tia foi perceber que tinham retirado cerca de R$ 15000,00 de sua conta. Não sei o resultado, mas ela estava negociando com o Banco. O fato é que ela entrou no site do banco e um determinado momento pediram a ela para digitar todos os códigos do cartão de segurança, e ela digitou. Quando ela me contou eu brinquei com ela, do tipo: isso é que dá pessoa ant-tecnológica usar micro.
Acontece que ela comprou um micro com linux e um vizinho, que é “técnico” e a ajudou a comprar o micro foi lá e instalou o Windows, pirata é claro.

Opinião: hoje, todo mundo que aprende a formatar o computador e instalar o windows é técnico em informática. Saem por ai fazendo o que sabem, formatando o computador e instando o windows “desesperadamente”.

Não sei qual é a facilidade que o windows tem e que o linux não, para ela, pois a única coisa que ela faz é entrar no msn para bater papo. Antes ainda fazia transação on-line. Pede para ela fazer alguma transação, hoje em dia e vê quantos segundos você continua vivo. Ia me esquecendo do orkut, o computador também serve para isso.

A questão é, para mim, só usuários como a minha tia que passavam por essa situação, ou seja muitos % da população.

Um belo dia, estava eu indo pagar uma conta pela internet, digitei a URL do banco, digitei o login e senha, notei uma certa diferença, mas para mim, o banco tinha feito uma pequena modificação no site, normal. Na hora da chave de segurança, aparece um tela pedindo todas as chaves.

Tenho ant-virus atualizado diariamente, antispyware, limpador de registros, sou atento, trabalho quase que 12 h por dia com micro etc, e se não é essa recente segurança do cartão com chaves, teria entregue minha conta e senha na mão de alguém, provavelmente entreguei, mas sem a chave de segurança não dá para fazer nada. Tomei minhas providências depois.

Como isso foi acontecer ? Não sei. Talvez alguém que esteve em minha casa, usou meu micro, que fica ligado o tempo todo, para navegar e instalou sem querer aquela porcaria no meu micro. Sei lá.

E para retirar aquela M da máquina!

Resultado, hoje só uso o windows para programar.

Por que resolvi contar essa história. A grande maioria das pessoas que conheço, ou usa o computador de forma tão limitada ( ver e-mail, msn, orkut, as vezes um editor de texto etc ) que não tem diferença se o SO é linux ou Windows ( a não ser quando pegam um vírus ou retiram o dinheiro de sua conta) ou são tão experiente que não vêem dificuldades em usar Linux.

Outro motivo pelo qual contei é mostrar que usuários experientes correm apenas um pouco menos de risco de se dar mal com o windows.

92% de Desktops rodam windows! Para mim é porque 92% não conhece o linux :) . Tirando o exagero, acha que é sacanagem, pergunta a minha irmã, minhas tias, minha secretária, a atendente da loja de roupas aqui da esquina etc. Claro que não posso analisar o mundo pelo que eu conheço, mas dá para me fazer acreditar que tenho uma idéia. E desse pessoal mais leigo, os que conhecem acham que eu sou um gênio por usar Linux. Como se instala o Linux para um cara desse? Ele não deixa o CD do Linux chegar na esquina da casa dele. Afinal, ele não é mega-super-ultra-master-gênio da informática.

[16] Comentário enviado por stremer em 02/04/2008 - 18:04h

cara, quanto ao windows ser mais vulneravel você tem razão, porém isso ocorre somente pelo fato dele ter mais usuários e por incrivel que pareça muitos deles já testaram o linux e não gostaram (aqui na empresa todo mundo ja testou linux e até trabalha com linux mas em casa usa windows, são uns 50 programadores de minha equipe, eu sou o unico linuxuser caseiro). Agora falar que é pouca diferença para usuário novo ou avançado é errado, pois se você deixa seu micro aberto pra todos, deveria deixar com um usuário fraco, pois usuário fraco no windows não consegue tbem fazer tanta coisa. Se deixar o linux aberto a todos logado como root pode ter problemas tbem, a diferença é que hoje menos pessoas usam linux e portanto praticamente não existe malware para linux.
Outra coisa que não podemos esquecer que muitas vezes não são nem nossas maquinas que são infectadas neste caso, mas o provedor (DNS) usado que é infectado e faz um redirecionamento para outro servidor (fake) do banco e ai BAU BAU, você pode tar até com openBSD que vai roubar sua senha do mesmo jeito.
Outra coisa são aquelas imagens que mandam para "sites falsos" é facil descobrir pois a url muitas vezes não tem nada a ver com a do banco mas engana muita gente, e isso a mesma coisa, o cara pode acessar do computador mais seguro do mundo e pronto.
Somente o sistema operacional não garante segurança nenhuma. A primeira parte da segurança esta no usuário. Talvez se sua tia tivesse usado linux não teria tido o problema, caso realmente foi um virus. Talvez... pois não da pra saber como a invasão ocorreu.
Meu cunhado tem uma tecnica até que inteligente se pensar bem. Sempre digite sua senha errada a primeira vez. Se aceitar a senha errada é pq é um site tentando roubar sua senha. Se não aceitar, é pq ta verificando e portanto é o site de verdade.

[17] Comentário enviado por cruzeirense em 02/04/2008 - 18:18h

Gostei da idéia do stremer de digitar a senha errado primeiro.
Só dá uma idéia aqui:
Vamos fazer o linux crescer tornando ele melhor e não tornando o concorrente dele pior. Vamos nivelar por cima.
Falar que o windows é ruim é difícil de aceitar...

[18] Comentário enviado por exercitobr em 02/04/2008 - 18:40h

Matéria excelente, parabéns ao autor.

[19] Comentário enviado por gjr_rj em 02/04/2008 - 19:45h

A questão não é deixar logado com usuário forte para todos. Sempre uso usuário com nível de administração no windows com senha e deixo o visitante para os outros, porém pode ter ocorrido de estar usando o computador, chegar a visita e eu sair para cuidar de algo e esquecê-lo logado. Também não sei se foi isso que ocorreu, é uma hipótese tanto quanto afirmar que a segurança do linux é pela pouca utilização por usuários comuns. Pois windows domina os desktops, mas quanto as servers ?

A questão é que mesmo tomando cuidado triplicado no windows, apareceu um programa malicioso nele e não é por clicar em botões ou links que me levam a outro lugar, pode ter certeza que não cairia em uma dessa.

Agora um outro assunto que queria levantar é o fato de dizerem que o linux não atende a maioria, se dessa maioria um grande percentual usa o micro para digitar o trabalho, ver e-mail, usar msn, ver orkut e baixar musica.

Concordo quando falam em usuários mais avançados, que querem gravar DVD, converte medias, jogar, usar programas específicos robustos (como o autocad) etc.

Se for só por praticidade, pq o linux e windows não dividem a parcela dos usuários "basicão" ? Se for só por praticidade, pq esses micros que são vendidos com o Linux estão com o windows instalados antes chegarem a casa dos compradores ? É tão rápido que o linux é substituído windows sem que o computador seja ligado uma única vez :). Claro que pelo piratão.

Quanto o fato de difícil instalação. É difícil instalar o Linux ? Sou “sortudo” então. Sempre achei fácil, nunca tive problemas. Na minha máquina, atualmente uso o Debian, coloco o CD e quando termina a instalação o micro está pronto para usar, entrar na internet etc. Sem contar os aplicativos. Quando instalo o windows, ao terminar: Tenho que instalar a placa de vídeo, tenho que instalar a placa de som, o anti-virus, o antispyware e o Office.

Gostei da idéia do seu cunhado.

[20] Comentário enviado por stremer em 02/04/2008 - 20:53h

então. Instalar é facil mas dependendo da otimização é dificil. E o windows ja vem meio pronto. Mas com certeza acredito que o linux hj ja pode atender pelo menos 50% dos usuários. É uma questão de cultura e um poco até parte dos linuxusers que mtas vezes se acham superiores e intimidam muitos usuários. Quanto a servidores o linux ja deu certo, e o windows é bem fraco em servidores mas o detalhe é que ele tem algumas boas soluções prontas e baratas pelo que oferecem. Hoje existem outros concorrentes ao linux para servidores, dentre eles o solaris, mas ai na area de servidor o assunto ja é outro.

[21] Comentário enviado por gjr_rj em 02/04/2008 - 23:12h

Encerrando minha participação, gostaria de dizer que gostei do debate e como o stremer, não sou um apostolo do linux, apesar de gostar mais dele a cada dia que passa, porém, não consigo concordar que a disparidade de usuários entre ele - e outros SO's - e o windows se deve a este. Acho que se deve mais a Microsoft que sabe trabalhar o marketing de seu produtos do que propriamente a seus produtos. O que queria na realidade é que as pessoas tivessem "a opção de escolher".

[22] Comentário enviado por marck em 02/04/2008 - 23:30h

É instalar o linux não é tão facil para usuarios acostomados com o windows. Mesmo se utilizarem gparted ou outro programa para criar partições o iniciante sempre tem dúvidas e receio de "ferrar" com o windows. Principalmente se considerarmos que boa parte nem procura na internet a "receita do bolo" e vão por instinto e coragem.
Mesmo com todo avanço que se tem neste assunto. Depois da primeira instalação as outras são facinhas ...facinhas e o linux passa a se tornar "amigável"
Lembrem-se um dia nós penamos e hoje outros estão sofrendo......

[23] Comentário enviado por unbreakable em 03/04/2008 - 14:02h

O usuário comum não está interessado qual é o sistema que ele está utilizando e sim qual é o mais fácil para ele. Partindo deste principio se o usuário começar a utilizar o Linux desde o começo ele irá acha-lo mais fácil de usar por estar acostumado com ele é uma questão de somente aprender a uso-lo tanto o Windows como o Linux.
Aconteceu um caso comigo mesmo..Fui dar aulas para um cliente meu de Windows e seus aplicativos no começo das aulas ele achava o Windows muito difícil de usar. Por que será? A resposta é simples ele nunca havia utilizado o Windows e quando vc pega um usuário que só utiliza o Windows? Tente ensina-lo a usar o Linux a pessoa vai achar a coisa mais difícil do mundo e com certeza irá desistir de utiliza-lo pois está acostumado com o outro SO. Normalmente o usuário não está aberto a novas experiências.
Exemplo: Na minha casa utilizo somente o Linux (Suse 10.3) e minha irmã, irmão minha cunhada que utilizam o meu computador ouvi este comentário da minha cunhada esses dias atrás " Nossa fui usar o Windows na casa da minha amiga e achei ele muito estranho, prefiro usar o Linux mesmo". Por que isso? ela está acostumada com o Linux.
Isto acontece com todos, mesmo os mais experientes é quebra de paradigma e isto é muito difícil de lidar. É estar acostumado ou "treinado" em uma ferramenta e depois querer muda-la para uma totalmente diferente, vai ver o rolo que vai dar..... :)
A cultura Windows foi instalada e quando se fala de computador para os usuários e até mesmo para muitos técnicos e Engenheiros etc da computação a primeira coisa que vem na cabeça é WINDOWS!!! A minha escolha é pelo Linux. Não aceito a forma como a M$ agi contra os usuários. Ela quer vender....só isso!!!
...." Ela lança um software BETA no mercado e depois que muitos de nós encontra a solução para vários erros e depois ela acaba por cobrar a correção deste erros lançando um outro software totalmente redesenhado e o que é pior cheio de imcopatibilidades....."
Infelizmente a M$ tem o poder de ditar o que o mercado vai usar...aqueles que como nós que não aceitamos mais isso e queremos adotaram o Linux.
POSSO AFIRMAR COM TODA CERTEZA QUE O LINUX É TÃO FÁCIL TANTO QUANTO SEU COMCORRENTE!!!!!

[24] Comentário enviado por izavos em 03/04/2008 - 18:09h

Amigos!
A Linux para todos, server, desk e mesclados os 2.
O problema não e o sistema em si, nada que um poco de treinamento não resolva.
Mesmo no Windows e necessariíssimo um certo treinamento para melhor utilizar.
E do interesse do User aprender ou não, fica a cargo de cada um.
O Windows e popular no Brasil por uma simples rasão “PIRATARIA”!
Não temos dinheiro para comprar computador e pagar pelo sistema, Ok ?
Entao e claro que o LeigoUser que não consegue ligar um DVDPlay na TV não vai se preocupar com o Kernel do Linux.
O Windows X ou Y não e simplesmente ruim, o Hardware é o verdadeiro problema para todos os “SO”. Maquinário Feito na China de péssima qualidade, drives horríveis montado sabe la por quem, e vocês querem que esse “Frankenstein” funcione?
Vamos resumir: Maquina Ruim, Sistema Ruim, User enfim!
Não da para ser feliz.
Mas se vocês querem um computador com Maquinário de primeira, Sistema Lindo , Fácil de usar.
Então o sistema e “MAC X”.
A é coisa de frutinha?
Abra o Shell do sistema e pense no FreeBSD !
Pois é o Kernel e o próprio Unix !
A instalação de programas e ridícula de tao fácil, o poder de processamento não tem nem graça de falar.
Vá para o Shell de comando e mostre o que você e capaz, compile , salve e descubra algo que mingue fez!
Não adiante usar Linux ou outro “SO”, importante é a finalidade a qual se destina o sistema.
A já contei para vocês que o Windows Vista me pedi-o o Drive de um simples “CD-Rom” que o mesmo não reconhece, coisa que um Conectiva Marumbi em 98 nunca fez !

[25] Comentário enviado por paulocelso68 em 03/04/2008 - 18:19h

Pessoal, trabalho com um colega que usa um MacBook. Sou usuário do Ubuntu desde a versão 5.10, mas nunca tinha me dedicado ao Linux como agora. Ao ver o colega usando, confortavelmente, outros softwares que não os M$, senti-me incentivado a abandonar o Windows... chega de virus, travamentos, boots inesperados e demais coisas. Como é bom ter a consciência tranqüila de que ninguém vai lhe encher o saco acusando-o de pirataria! Assim, peguei meu notebook Acer 6292, instalei o Ubuntu 7.10 usando TODO o disco e bye bye Windows. Isso foi há 2 semanas e hoje já me sinto estranho ao usar o Windows. Só o uso no ambiente de trabalho, pois programo em VBA + Access 2003. Mas, em casa já estou procurando alternativas como o Kexi + Postgresql. O Linux não tem todas as soluções tão prontas quanto o 'janelas', mas ao descobrir as alternativas vem uma sensação muito gratificante de liberdade de escolha, coisa que o 'janelas' não proporciona. Digo sim, há vida do outro lado... e vida em constante evolução e tal evolução é mantida por milhares de pessoas VOLUNTARIAMENTE, contribuindo com o seu conhecimento para libertar o conhecimento. VIVA O LINUX!

[26] Comentário enviado por cyprius em 03/04/2008 - 19:45h

pergunta pro moss ou pro roy

[27] Comentário enviado por removido em 03/04/2008 - 21:48h

Vamos lá...
Stremer,
-Dos 50 programadores linux q vc tem na empresa, quantos deles chamam o suporte técnico para resolver problemas ridículos q eles deveriam ter a obrigação de saber ja q entende-se q um programador não é mais "usuário"?

-Usuários linux não são menos vulneráveis a vírus e golpes só por causa do sistema operacional mas pq se acostumaram a Pensar na frente do pc ao inves de sair clicando no q v pela frente, afinal, como vc disse a segurança está no usuário.

Cruzeirense
-Concordo com vc em numero, genero, grau e o q mais tiver pra concordar.

GRJ_RJ
-Cara, tu disse uma grande verdade! Dificuldade é ter q sair a caça dos drivers quando não se tem. O problema é que a maioria das pessoas nunca ouviram falar em DHCP e DNS, pq o windows esconde tal informação ou melhor, não torna isso tão aparente que faça um usuário tomar conhecimento q sem um gateway, sem o dhcp e sem o dns, não dá pra ele ver o orkut ou bater papo no msn


Marck
-Po, windows q não tem receio de ferrar com qq outro sistema operacional. Instala um mandriva da vida e me diz se não tem como mandar ele reservar um pedacinho da antiga partição do windows pra ele? Windows sequer reconhece a existencia de outros sistemas operacionais.

Izavos
-Po, perdeu quase toda a graça das minhas próprias considerações sobre o assunto (mas ainda tenho o q falar sim :-p ).
Eu postei em meu blog um artigo falando que Pirataria é estratégia da Microsoft e windows é windows pq fez o nome quando não havia concorrencia como existe e principalmente por conta da pirataria.


PauloCelso68
-Putz, assim vc vai entrar em alfa d tão zen q foram suas palavras :PPPP :D

Bom, agora q comentei um bocado a opinião alheia, quero dizer que o que faz o windows tão popular é o fato de as pessoas nao terem que desembolsar R$300,00 em um windows xp pro original (1/3 do valor de um pc popular atual) mas o microsoft office q custa uma fortuna também e tantos outros softwares

Outra coisa: as pessoas não estão acostumadas a usar windows, estão acostumadas a usar MICROSOFT windows xp ou o microsoft office. Estão acostumadas a marca Windows e a marca Office. Veja por exemplo o office 2007, totalmente lixão, tudo fora dos lugares q sempre estiveram, pesado até dizer chega e as pessoas doidas pra usarem pq é a versão nova do Office, mesmo q isso implique em aprender tudo d novo, mas como é o "novo microsoft office" elas fuçam até aprender.
Agora com o Win Vista, Meu Santo Pinguim, tá uma zona. Eu q sou técnico ainda me ferro pra fazer coisas q antes já eram tão simples e automaticas


E ainda temos problemas de incompatibilidades onde não deveria acontecer, como o exemplo dos videos do tv terra, que fazem questão de dizer "linux não é suportado" e barra vc naquela tela. Tudo isso contribui pra reduzir o mundo do usuário a um sistema operacional pirata na maioria das vezes.

Pra fechar, deixo 3 tópicos do meu blog que batem justamente com este debate. O primeiro fala da pirataria como estratégia da microsoft (essa foi uma leitura propria do texto q ja circula em varios blogs) e sobre a nossa liberdade de escolha
http://www-linux.blogspot.com/2008/04/pirataria-estratgia-da-microsoft.html
http://www-linux.blogspot.com/2008/03/liberdade-de-escolha.html

Bom, é isso... cansei de digitar

Abraços


[28] Comentário enviado por M3nphys em 04/04/2008 - 01:14h

muito bla, bla, bla e quase nada de concreto!!!

eu mexo com computador desde 89, nem lembro qual era o pc que eu mexi, mas de uns tempos pra ca (desde 97), parece que eu fui amadurecendo um pouco mais a minha visao sobre informatica. do inicio do ano passado pra ca, eu tive a oportunidade de implemetar o linux no meu local de serviço, montei uma rede com o kurumin sendo o servidor de internet, arquivos e impresao e tinha um problema serio de desconfiguraçao, nao sabia oque fazer pra resolver o problema, até o dia que eu resolvi trocar as trancas da sala do servidor, parece que por magica meus problemas c acabaram. estranho isso nao? descobri que tinha uma pessoa que saia bem depois de mim, que pegava uma copia da chave e entrava na sala do servidor, na sala dessa pessoa, o pc dele, vive dando zica (roda um xp), resolvi só por brincadeira trocar o pc dele, e nao é que na mao do novo usuario o pc parou de dar os problemas que vinham dando? mas até hoje nao entendo o porque da makina nova dessa pessoa, nao ter passado nem uma semana, começou a dar problema, resolvi instalar um kurumin em algumas makinas, alguns nao aceitarm mas outros aceitaram, lembra do meu amigo? o pc dele deu um monte de zica!

a verdade disso tudo, nao tem sistema operacional infalivel, tem usuario BURRO!

deviamos passar a falar mal dos usuarios e nao do SO em questão!!!

[29] Comentário enviado por cesar em 04/04/2008 - 07:32h

Bastante Informativo!

E muito monótono de ler, hauhauah
demorei pra pacasss.

Parabéns ae!

Abraço.

[30] Comentário enviado por stremer em 04/04/2008 - 10:26h

lordhulk.

Respondendo sua pergunta:
Existem 2 tipos de programadores (aprendi isso com um cara aqui que detona, tem mais de 30 anos de C nas costas e mexe com unix desde a decada de 70 e o desktop dele é windows mas não vamos entrar neste detalhe), o lance é, existem os blue collars (ou operários) e os white collars (que ele inventou que seriam os "micreiros" na versão popular). Os operários sabem somente programar, se acostumam com o ambiente de programação como se fosse um programa qualquer, não entendem nada da maquina e mtas vezes nem o porque que certas coisas do seu programa funcionam. Muitas empresas tem a maioria destes profissionais pois custam mais barato e a produtividade é em torno de 80% equivalente a um profissional realmente bom (afinal, não tem como fazer um bebê em 1 mes usando 9 mulheres). No final das contas sobra pouco espaço pros caras que conhecem e que no final ficam com a parte "mais foda" da coisa. Por sorte ainda trabalho numa equipe de um projeto bem complexo onde habitam-se poucos blue collars. Mesmo assim diria que metade das pessoas aqui destes 50 não conseguem resolver problemas idiotas nem mesmo no windows, mas a outra metade tem capacidade e dos 50 caras, 10 são muito bons e conhecem até bem de linux. Eles usam windows por opção. Tem mta gente que prefere por N motivos, da mesma forma que tem gente que prefere distribuição X ou Y. A grande verdade é: Precisamos ter escolha, o problema que hoje ainda não temos muita escolha pois tem mto software que só existe pra windows.

Quanto aos hardwares de baixa qualidade e todo o restante, concordo plenamente, porém o computador em pais de terceiro mundo tem de ser barato. Eu mesmo não tenho dinheiro pra comprar maquina top e trocar de PC todo ano. Eu até tinha, mas hj tenho mulher, filho, casa, são tantas despesas que é bem diferente comprar um computador de mil ou tres mil reais. Os meus mesmo eu compro as peças e saio montando, não é de primeira mas acaba me atendendo e um dos motivos que o windows deu certo foi isso, funcionava bem em pcs de baixo custo, devido a marketing, sim, devido a parceria com fabricantes de periféricos, sim, devido a pioneirismo, tbem, pois na epoca do windows 95 o linux ainda engatinhava e o windows 95 já tinha até plug and play (ta certo que não funcionava mto bem, mas isso é da microsoft) eles preferem lançar o novo mesmo que não funcione bem. O linux hj ganhou mtos adeptos por causa disso tbem. A versão do kernel considerada estavel pra aplicações de alto risco ainda é a 2.2, mas quase ninguem usa. O compiz e o Emerald travam mais que windows (pelo menos na minha casa), considero eles ainda bem beta, mas são inovações e acabam trazendo mtos usuários ao sistema por serem uma coisa "nova" e "diferente".
O legal mesmo do linux é poder deixa-lo como vc quer, adptar o linux ao seu gosto, seja para um hardware embarcado, um servidor de primeira linha, uma maquina antiga lenta, ou um desktop de ultima geração e o melhor, reduzindo custos e tenho sim bastante qualidade.
Mesmo assim, tem quem prefira o windows, talvez por estar mais acostumado, cada um tem seu motivo. Eu prefiro o linux, mas ignorar e reconhecer qualquer mérito do windows é pura burrice, eu uso windows no trabalho e não saio falando besteira só pq os outros falos. O windows vista não é bom, mas melhorou mto na minha opnião. Do mesmo jeito que um usuário linux é tão burro que não aceita sentar na frente de um windows, é um usuário windows que se recusa a aprender linux, pois é uma realidade e pode não substituir o windows mas que a cada dia esta mais forte esta.

[31] Comentário enviado por removido em 04/04/2008 - 11:11h

Senhores, o papo ta ficando bom hein...

M3nphys,
-Usuário burro certamente é o pior virus já inventado, principalmente pq ele é multissistemas..rs
Em ambiente residencial é mais dificil resolver este problema que em ambiente corporativo, onde simplesmente colocamos (no caso de windows) perfil mandatório, deixamos apenas os icones do q ele vai acessar, bloqueamos o acesso a pen drives e restringimos acesso a internet somente ao q é necessário.
Mas não podemos esquecer que por exemplo nosso lindo e maravilhoso sistema do tipo Bill permite q vc CANCELE uma verificação de consistencia na partição. Tente fazer isso no linux pra ver se ele t deixa...


Stremer...
1- Me apresenta esse cara ai pq to afim d aprender C
2- Defendo o direito a escolha, mesmo q seja a d usar windows QUANDO a pessoa compreende os 2 sistemas e opta pelo sistema do tio Bill, afinal gosto é gosto.
3-Hardware vagabundo existe e vai sempre existir. Agradeço aos Deuses por isso, caso contrario nao tinha emprego.
4-Windows tem seus méritos: é o software mais pirateado, mais conhecido e mais bugado. Possui um navegador embutido nas entranhas do sistema e isso sempre deu uma dor de cabeça do caramba. O Windows criou conceitos de padronização que fogem totalmente dos padrões internacionais (embra o ooxml tenha sido aprovado sabe-se lá Deus como... há muita gente dizendo q houve fraude). Esses padrões fora de padrão impede que mentes não tão curiosas aceitem outro sistema que siga padrões pq ja se acostumaram com as coisas que mudam de forma o tempo todo mais carregam o nome microsoft, logo, usam.

Pra fechar, quero lembrar a todos:
-Windows é um sistema operacional que nasceu desktop e virou servidor

-Linux é um sistema operacional que nasceu servidor e virou desktop.

As premissas são diferentes. Linux trabalha como usuário sem deixar a segurança de lado. Windows foca no usuário e a segurança q se exploda, ou vcs acham q aquela mensagem de "segurança" do vista confirmando se vc quer executar "minhafoto.exe" é lida por usuários?

Ah... eu amo windows... Ainda me dá muitos clientes

[32] Comentário enviado por stremer em 04/04/2008 - 11:50h

kkkk
então cara. Eu tbem escolhi o linux mas tem quem conheca 2 e prefira windows. Gosto é gosto. Oque seriam dos feios se todos gostassem dos bonitos?
Esse cara de C que conheco ele tbem programa bastante com java, .net etc, eu diria que aqui na empresa ele é o TOP técnico. Ele era um dos moderadores principais do guj mas parou de participar de discussões exatamente pelo motivo de "idiotas" que acham que sabem tudo do dia pra noite e não concordam com opniões aleias e acham que vão aprender programar do dia pra noite e ficarem ricos. Como ele fala, se eu quisesse ficar rico não teria escolhido ser programador.

Quanto ao windows ser ruim eu tbem concordo, mas por diversos motivos ele hj é mto usado e não temos como simplesmente ignorar sua existencia. Fazendo isso é burrice. Da mesma forma q o winuser que ignora a existência do linux ta prejudicando a ele mesmo.

Quanto a questão segurança. com certeza o linux ou qualquer *nix é infinitamente maior que o windows, porém da mesma forma que você fala que adianta o vista pedir confirmação no "minhafoto.exe" vai ser se tiver 50% de usuários linux, e vai acontecer a mesma coisa, pois os caras vão usar o sistema como root ou senão sair digitando a senha do root pra qualquer coisa. Segurança começa pelo usuário e em casa isso é dificil.

Abs

[33] Comentário enviado por darckanjos em 08/04/2008 - 17:10h

Caramaba
ola galera
eu sou novo aqui
e so descobri aqui pelo GdH
mas ta ai adorei o sistema
ja achei infos muito boas
continuarei aqui e ela
rs
muito bom o assunto e muito bem explicado
mas uma duvida que me surgio
eu ja dei aula de informatica mas eu nao tive essa pergunta para responder e gostaria de saber
o xp nao tem base em dos ?

[34] Comentário enviado por nicolo em 10/04/2008 - 09:39h

O windows XP não tem base no DOS. A base do win2000, XP e daí em diante é o windows NT. (NT de new technology). O NT foi desenvolvidoem paralelo, não me lembro bem, mas já no início dos anos 90. Houve várias versões. No início era um sistema bem acanhado em termos de cosméticos e flexibiliade, mas bem mais robusto que o seu irmão o w95. Os windows baseados em DOS teminaram com o 98 SE, mas ainda perdurou algo no ME. Em seguida veio o 2000 já com a tecnologia NT5.

[35] Comentário enviado por Teixeira em 16/06/2008 - 11:40h

Tem certos golpes nos quais TODOS podem cair, independentemente da plataforma.

Por exemplo, tem um engraçadinho mandando emails em nome das "AMRICANAS.COM" falando sobre um tal 'extrato de débito' de mais de 1900 reais e mostrando um link através do qual a vítima em potencial, atraída pela curiosidade e espanto diante do texto do 'fake' seria levada para o endereço "http[dupla-barra]alkoholista[ponto]smokeing[ponto]hu[ponto]LOJAS AMERICANAS[ponto]COM[ponto]BR".
Outro email do mesmo indivíduo começa com "MENSSAGEM URGENTE".

Segundo meus alfarrábios esse email proveria do usuário kambi.02@globo.com (64.97.155.5 permitted sender).

A globo, assim como a esmagadora maioria dos outros sites, não disponibiliza um mecanismo para reclamações ou denúncias.

Portanto, somente internautas avançados ou profissionais de TI - e jamais os usuários comuns - saberão tomar providências realmente cabíveis.

Neste caso, a presença de erros de ortografia já é um forte indício de fraude, porém nada impede que pessoas que saibam escrever corretamente venham a dar esses "trambiques internáuticos militantes".

***

Quanto à plataforma preferencial, valem aqui umas correções:

A maioria dos servidores em todo o mundo usa Unix, e não GNU/Linux.
Uma parte excelente usa Linux.
A maior parte de nossos "hosts" conhecidos usa Linux, e somente alguns usam Windows.

Lembram do slogan-acróstico da GNU? "Gnu is Not Unix"!

Aí quando chega a hora de comparar windows/linux, é claro que o Windows vai ganhar - sempre!
Agora, se comparar windows/unix...

Outra coisa: Na estatística pró-windows são computadas as instalações de software pirata, e não as instalações oficiais, e sob esse ponto de vista, a pirataria é até benéfica para a MS, pois ajuda a vender software oficial.

A MS (grandes méritos à parte) tem duas frentes de colocação de seus produtos:

a) A pré-instalação de seus SOs em hardware de fabricantes conveniados;

b) A atualização de SO por parte de usuários honestos e corretos que não desejam (ou não vejam motivos para) mudar de plataforma.

A terceira forma de instalação de produtos da MS é exatamente através de software instalado sem o necessário licenciamento.
Isso não gera renda direta, mas é uma forma de propaganda gratuita, e alimenta as opções a e b acima.

Portanto, tanto o Windows quanto o Linux têm seus méritos, seja aqui ou ali.

O melhor Windows para mim foi o 3.11 e acho pessoalmente que se ele tivesse sido atualizado até os dias de hoje seria extremamente parecido como o Linux da forma como o conhecemos. Era rápido, eficiente e requeria muito menos memória pra fazer as mesmas coisas que PRECISAMOS REALMENTE fazer hoje em dia.

[36] Comentário enviado por Rafaell em 27/11/2008 - 15:32h

Concordo que o Windows é frágil! Eu uso o Windows e o Ubuntu. No Windows, a manutenção é contínua. Periodicamente é preciso desfragmentar, remover spywares, fazer limpeza de arquivos inúteis e, é claro, criar pontos de restauração. Quero destacar que, se este recurso não existisse, usar o Windows seria um fardo, assim como antigamente. Mas tem aqueles dias que o seu Windows dá um erro na inicialização e é preciso formatá-lo. Desde que instalei o Ubuntu, não tive nenhuma pane nele, mas durante esse mesmo período, no Windows, tive que formatá-lo duas vezes.
Basta dar uma aula rápida para ensinar a um iniciante as funções básicas do Linux e lhe entregar o PC com o mesmo "configuradinho", que o Técnico nunca mais precisará voltar naquela casa! Ja com o Windows não é bem assim.

[37] Comentário enviado por marcos.ramos em 09/12/2008 - 08:36h

espero que o kde 4.x faça o linux amadurecer como SO p/ desktop ;)

[38] Comentário enviado por vinipsmaker em 17/05/2009 - 18:34h

O sistema de permissões avançadas nos sistemas unix já cria grande tranquilidade, aliado com o baixo número de bugs, dos quase provavelmente a totalidade não traz riscos de segurança, fal do gnu/linux um sistema muito seguro. Mas isso é suficiente para erradicar os vírus? Eu acho que sim, mas eu gostaria de uma opinião sua ... .

[39] Comentário enviado por removido em 09/07/2009 - 14:56h

Eu usei CP/M (nos antigos TRS-80, como o DGT-1000 da Digitus), DOS nos Apple II, MSX-DOS, DR-DOS, PC-DOS, MS-DOS (do 1.0 ao 6.22), Novell DOS 7 (o melhor de todos os DOS, na minha opinião), Unix, Xenix (sim o Unix da Microsoft), Windows 1.0 (que rodava nos PC-XT de 4,77 MHz), Windows 3.0, 3.1, 3.11, 95, 98, Me, 2000, XP, NT, Vista, Mandrake, Kurumin (até o 4.qualquer coisa, não me lembro). Todos eles, de alguma forma me deram boas experiências e outras não tão boas. Hoje uso Ubuntu 9.04 e tenho a certeza de que é o melhor sistema operacional que já usei pela simplicidade, facilidade de uso, compatibilidade e segurança.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts