Algoritmo... como fazer?

Neste artigo tento expressar um método que desenvolvi sobre como ser um bom programador, independente da linguagem de programação escolhida, de maneira fácil e objetiva.

[ Hits: 22.700 ]

Por: Perfil removido em 01/03/2008


O método



Agora depois de eu te dar a idéia de o que é algoritmo, vou falar como funciona o meu método, ele abrange as seguintes regras.

Regra 1: Um bom programador é um verdadeiro exigente

Por que exigente?
Pelo simples motivo de deixar o programa mais proveitoso, por exemplo, você pode deixar ele mais proveitoso quando estiver desenvolvendo o algoritmo vai testando um, se vai ter um ingrediente a mais ou a menos implementado tipo como se você fosse enfeitando o programa deixando ele mais correto ou até mesmo forte da maneira que os esforços vem transparecendo ao decorrer do implementação.

Regra 2: A calma e alegria faz faz da programação um parque de diversões

Se você é um programador iniciante ou até intermediário é sempre bom estar calmo, e como eles falam na culinária, como você tem que "cozinhar com amor", e acredite se quiser, se você faz receitas de bolo ou até de doces você se sente uma pessoa honrada quando a pessoa coloca colher na boca e abre aquele sorriso quando elogia a sua comida, ou melhor, o seu resultado.

Também muitas das vezes (na maioria para dizer a verdade) programação é comparada a culinária. Então mesmo que você não cozinhe pegue receitas de bolo ou até faça miojo brincando, depois que você sentir essa súbita alegria verá que analogia aqui apresentada é perfeitamente igual a programação de computadores. :)

Regra 3: A prática que leva à perfeição

Eu não estou querendo dizer que se você não pratica ficará inexperiente na programação. Mas o que ajuda mesmo a aprender bem é fazer bem, um bom exemplo disso é a regra 1 aqui postada, ou seja, se você for curioso será um expert naquilo.

Agora, se você gosta das coisas tipo acadêmicas também serão boas, mas o que vale mais do que teoria é a prática, então pratique.

Regra 4: Valor da sabedoria e o tamanho do interesse

Um bom exemplo disso são os conhecidos hackers, que por ignorância são confundidos com os crackers (hackers maus). Mas o que hacker tem a ver com isso?

Pelo simples motivo de serem "curiosos", a maioria deles são influenciados pelos filmes ou até mesmo pela arte e ciência que aquilo apresenta de uma caixa de vidro chamada de monitor. Exemplo, eu mesmo já perguntei como funcionava o Windows, incrível que naquela época eu pensava que o Windows era único sistema operacional existente na face da terra, um dia eu fiquei curioso e resolvi pesquisar mais sobre informática só por pura diversão e alegria, com a fusão desses elementos veio a aptidão tecnológica que era fraca na época, depois disso descobri que o Windows não era único SO da terra, mas também tinha Mac OS, Unix, FreeBSD entre outros, até eu chegar no famoso e saudoso Linux.

Outro exemplo melhor é um evento que está acontecendo em São Paulo chamado "São Paulo Fashion GEEK" (para quem não sabe Geek é o supra-sumo dos hackers). Lá, além de todos aprenderem, eles trocam informações e outras coisas como as idéias e suas modificações. Então, se interessa pela programação como se fosse ou a torne um hobbie.

Espero que tenham gostado, estou aberto a críticas.

Também estou querendo desenvolver uma apostila de lógica de programação super fácil de aprender, interessados por favor mandem um email para jewanbb@linuxmail.org.

Obrigado.
Jean Landim

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Conceito
   2. O método
Outros artigos deste autor

Kit de scripts para backup (Full + Diferencial + Samba + Rede)

Compiz no Debian Etch

Viva o Linux é uma ferramenta útil hoje em dia?

Funtoo Linux - Pré-instalação

Um tour pelos players de áudio para Linux

Leitura recomendada

Linguagem C - Árvores Binárias

Análise dos Métodos de Ordenação usados em Algoritmos Computacionais

Tutorial SDL

Linguagem C - Listas Duplamente Encadeadas

Otimização de algoritmos

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Teixeira em 01/03/2008 - 20:17h

Prezado JeanLandin:

Seu artigo não teve a abrangência esperada, mas não posso dizer que seja um "mau" artigo.

Percebo que o amigo tem muito mais a transmitir, pois o mundo da programação é realmente fascinante.

Entenda as minhas palavras como uma provocação e como um incentivo para que continue com esse projeto.

Pessoalmente, já fui aluno e, nessa qualidade, também pensava que tudo era muito "difícil", e que eu não conseguiria.

Graças a pessoas como você, hoje penso diferente.
Valeu!




[2] Comentário enviado por escastilho em 01/03/2008 - 22:17h

Bom, eu particularmente gostei do artigo e vc focou em um assunto que para mim gera um pânico terrível, estou no 4º ano de SI e pra te falar a verdade ainda não aprendi a programar, estudo...estudo...estudo...e não consigo fazer um simples programa de cadastro de clientes, tenho muitas dificuldades msm, as vezes me pergunto será que para o cara programar ele tem que ter algum "dom" especial? ou eu sou um verdadeiro burro msm e idiota de gostar de uma coisa e ela não dar a mínima para mim.

[3] Comentário enviado por JulioCD em 02/03/2008 - 03:05h

Eu havia lido que neste site existem critérios para se aprovar os artigos à serem publicados. O que aconteceu com eles?

[4] Comentário enviado por zoby em 02/03/2008 - 09:48h

Prezado
É sempre louvável a concretização do desejo de compartilhar conhecimentos e por isso lhe sou grato. Entretanto o texto tem vários senões:
"Eu não estou querendo dizer que se você não pratica ficará inexperiente na programação."
Mas deveria, não existe outra forma de ganhar experiência. Por definição.

"até eu chegar no famoso e saudoso Linux."
Elvis já morreu, não o Linux.

O título promete muito mais do que posto no artigo.

Revise a pontuação, inteligibilidade, uso dos conceitos (vc não descreveu um método, citou algumas diretrizes) e ortografia (que não está ruim, mas pode melhorar), nesta ordem. E não fique chateado c/ estas críticas, elas se aplicariam a boa parte dos escritos sobre informática, mesmo dos livros editados em papel.

[]'s


[5] Comentário enviado por cassimirinho em 02/03/2008 - 14:36h

Achei inútel o exemplo do algorítimo, deveria ser mais esquematizado e parametrizado, como é um algoritimo de verdade. Não acredito que isso irá ajudar alguém.

[6] Comentário enviado por fozzyman em 03/03/2008 - 07:46h

Axo q deverias ser cozinheiro(nada contra cozinheiros e sim ao seu exemplo) nao desenvolvedor.

[7] Comentário enviado por eduardo em 03/03/2008 - 08:33h

O zoby falou tudo.

[8] Comentário enviado por brunolimaq em 03/03/2008 - 17:23h

É muito complexo falar, porém esse assunto não me parece muito voltado a Linux, e sim a uma teoria, a qual também não foi muito bem explicada.

Os artigos aqui publicados são muito conhecidos e cada dia mais viram referência, porém a publicação de um artigo desse nível coloca em prova o nível de outras centenas aqui publicadas.

Publico alguns artigos aqui e tento evoluir no conteúdo e na qualidade do mesmo, espero que nosso amigo consiga fazer o mesmo, mas fica a bronca sobre o "filtro" que foi aplicado referênte a essa publicação.

Att.,

Bruno Lima

[9] Comentário enviado por yakuza em 04/03/2008 - 00:33h

Nada didático.

[10] Comentário enviado por smrabelo em 04/03/2008 - 08:53h

Cadê os critérios rigorosos que existiam, para aprovar artigos?
É o pior artigo que já vi publicado. Sinceramente, deveria fazer algo bem mais didático e com qualidade, voltada aos usuários de Linux.
Vou aprofundar o que o Bruno Lima falou acima, foi extremamanete uma falta de respeito, aos artigos já publicados na VOL, terem aprovado essa publicação.

[11] Comentário enviado por removido em 04/03/2008 - 10:05h

Amigos da comunidade viva o linux eu vi pedir desculpas e agradecer tambem
Como autor desse artigo eu admito que eu não tenha escrito coisas extremamentes interessantes pois ainda eu estou desenvolvendo ainda mas em breve eu procurarei arquivos na internet e que possa me orientar e orientar vocês a que no Viva o linux!
obrigado pela compreensão!


JEAN LANDIM

[12] Comentário enviado por helioalb em 07/03/2008 - 15:44h

Valeu a intenção, mas realmente ta muito fraquinho

[13] Comentário enviado por initrd em 19/03/2010 - 14:19h

Sou um aluno de programação e tb sei ke o artigo nao tá o mais explicito possivel, axo ke tentou mostrar a rotina de um "codigo" basico. Ok nao ta completo nem lá perto anda, mas pk em vez de dizerem mal nao sugerem como se faz algo melhor ou fazem voces ?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts