GNU/Linux, um projeto de sucesso (parte 1)

Quero agradecer ao portal VOL (Viva o Linux) por essa grande oportunidade. Esse artigo tem por objetivo divulgar o software livre e ao mesmo tempo mostrar que ele é funcional, quebrando paradigmas anti-software livre gerado pela oposição na sociedade. Aqui veremos desde a história do sistema operacional Linux como também os comandos e dicas. Seja bem vindo ao mundo do software livre.

[ Hits: 11.251 ]

Por: TITUX em 03/05/2010


Sobre o autor



Agradecimentos

Primeiramente a Deus (o Eterno) em nome de seu filho (Yeshua "Jesus", o Messias) por tudo, minhas filhas (Martha Stephany Uma talentosa Webdeveloper e a pequenina Maria Eduarda especialista em linguagem mamadeira++), minha amada Esposa (Cláudia - A eterna namorada, uma excelente cozinheira), eu a amo demais, meus Pais (Edelvira e Paulo), todos os meus parentes, meus grandes amigos, a família Inox (Inoxpar - onde trabalho atualmente, parabéns e sucesso a todos, ao projeto Vestibular Social seus idealizadores estão parabéns (www.vestibularsocial.com.br), meu estimado e precioso Irmão (Jisser), ele me influenciou em muito a seguir carreira, principalmente quando eu o vejo montando seus projetos eletrônicos onde são criados, tanto os circuitos eletrônicos como o software embarcado em Assembly (linguagem de baixo nível), um grande AUTODIDATA.

Breve biografia do autor

Meu nome é Edson Alves de Oliveira Lourenço, mais conhecido entre os familiares e velhos amigos como Tito. Fique a vontade em me chamar de Titux (se preferir), é por esse pseudônimo (apelido) que sou conhecido na comunidade Linux.

Idade: 27 anos. Universitário: Faculdade Drummond - Campus Ponte Rasa.
Curso: Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo projeto Vestibular Social.
Profissão: Administrador de redes / Webmaster / Consultor em software livre na indústria de fixadores em aço inoxidável INOXPAR (www.inoxpar.com.br).

Primeiro contato:

Meu contato com informática começou cedo, foi aos 10 anos de idade (em 1991), Papai me deu um PC bem antigo. Era um clássico PC XT 8086 com 8 MHz e apenas 320 Kb de memória RAM, na época os lançamentos eram 486 DX 66 MHz de 8 ou 16 MB de RAM. Detalhe, o meu tinha só 8 MHz sendo que os lançamentos da época eram 66 MHz, (e você reclama dos seus 1,0 GHz, não é?). Monitor dessa geringonça era verde fósforo CGA (Color Graphic Adapter), HD (disco rígido) era luxo, custavam super caro. Talvez você nunca tenha visto ou até ouvido falar em uma maquina dessa, confesso que tenho saudades dela, era meu primeiro laboratório. Os equipamentos pré-históricos são altamente didáticos.

Ela dava boot com um disquetão de 5 1/4 320 KB, eu lembro até a marca, era Verbatim, o sistema operacional era um MS-DOS 3.0 (detalhe Inglếs). Depois meu querido Pai Paulo José Lourenço (Mr. Lourenço) comprou um HD e mais memória para essa belezoca, agora olha que legal eu tinha um PC com sistema operacional em disco rígido e +320 KB (totalizando 640 KB. É memória para mais de metro sô!). A tarefa de instalação ficou com quem nada mais que Mr. Jisser de Moraes Lourenço (meu irmão), ele instalou e configurou o MS-DOS 5.0, na época o HD custou caro o tamanho dele era de 30 MB (e você reclama do seu HDzinho de 160 GB, não é?).

Ao acompanhar meu irmão nessa escovação de bits acabei me tornando um eterno apaixonado por desenvolvimento. Juntamente com ele pude ter contato com linguagens de baixo, médio e alto nivel: Assembly, C, C++, Basic (Qbasic), VB, Java e a eletrônica com seus projetos em que trabalhava pelas madrugadas.

Alienux - O contato imediato.

Em 1996 (aos 16 anos de idade) tive meu primeiro contato imediato com o Linux, era uma distribuição da Red Hat (primeiras versões). Breve estudaremos juntos o que são distribuições suas diferenças. Um fato engraçado foi que na interface gráfica da época (FWM95) eu (descuidado como era) ocultei a barra de tarefas, então meu irmão e seus amigos ficaram super bravos comigo, então no desespero consegui trazê-la de volta, Ufa!

Na época já era um usuário nato em MS-DOS e Windows 3.1/3.11. Mas meu amigo(a)! Quando eu vi aquele sistema operacional (diferente) ele mexeu comigo, queria saber como funcionava, apreciava ver aquelas linha de comandos do Shell (calma vamos aprender o que é um!). Bom para resumir Linux se tornou um sucesso em minha vida. Hoje sou um Profissional na área de redes com essa solução, faço implementação de servidores em Linux e pretendo aprender mais inclusive, desenvolver software em linguagens C/C++ e Java, tanto no meio comercial como no Open Source, contribuindo com a comunidade. Hoje posso dizer que o Software Livre mudou minha mentalidade sobre o que é e poderá ser um mundo digital para todos. Bom é isso pessoal, esse sou eu, agora vamos ao que de fato interessa Linux na veia, Yeah!!!

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. A história do Linux
   2. Projeto GNU, um agente concentrador
   3. Sobre o autor
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Por que a interface Unity é melhor que as interfaces do Windows 7 e MacOS X

Call Center no Linux

História da informática: Um pouco de datas e especificações

Customizando o (K/X/ED)Ubuntu Linux Live-CD

Instalando o GNU/Linux numa máquina virtual (e aprendendo sem correr riscos)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por brian_ch em 04/05/2010 - 01:19h

Bom artigo para quem está chegando ao mundo do GNU\Linux, mas só fazendo uma correção, na 1ª pagina você diz :
"Linux foi patenteado sob licenciamento GPL (General Public License), isso significa que ele é de domínio público",
na verdade, os softwares livres não estão em domínio público,(segundo Stallman no documentário Revolution OS, isso acontece justamente para que alguém não pudesse mudar um pouco o software e o tornar proprietário) eles são licenciados pela GPL, ou seja, tem uma licença.
E na seção "Afinal, o que é Linux" você disse que era um S.O., e na verdade ele é só o kernel, como você explicou depois no artigo, acho que aí já devia estar explicito isso.

[2] Comentário enviado por Teixeira em 04/05/2010 - 12:17h

Confirmando as palavras do colega Brian, é necessário conhecermos a diferença entre as diversas modalidades de licenciamento:

Shareware: trata-se de uma forma de distribuição de um determinado software pago que poderá ser testado pelo usuário (e eventual comprador) durante algum tempo.
Alguns produtos shareware têm limitações ou expiram após algum tempo, enquanto outros não;

Trial: Versão limitada de um produto, distribuída para finalidades de teste, e geralmente com um prazo de validade muito curto.

Freeware: Produto distribuído gratuitamente pelo desenvolvedor, mediante declaração nesse sentido. Um freeware pode ser usado livremeente, porém ainda assim mantém seu cpyright e não pode ser modificado por terceiros.

Licença GPL: Trata-se de uma licença pública geral onde o código pode ser baixado, usado, modificado e passado adiante desde que sob a mesma modalidade de licença. Tem como objetivo disponibilizar um projeto e permitiar que o mesmo seja aperfeiçoado em bem de uma coletividade.

Domínio Público: Um produto entra em Domínio público de duas formas: Automaticamente, após a caducidade de suas patentes. Isso no caso de marcas e patentes de indústria e comércio. No caso da propriedade intelectual, o autor deverá declara publicamente que tal prouto passa a ser de domínio público, podendo ser usado - mas não modificado, etc. - por todos.

Abandonware: Essa modalidade supõe-se que seja associada aos produtos pretensamente "abandonados" por seus desenvolvedores.
No entanto, isso não existe legalmente.
Por exemplo, o MS-DOS e o Windows 3.x são tidos como "abandonware" (pelo fato de não terem mais o suporte de parte de seus desenvolvedores).
Mas esses produtos, como tantos outros, NÃO FORAM DISPONIBILIZADOS PAA DOMÍNIO PÚBLICO.
Potanto a sua utilização sem uma licença (que eles simplesmente não concedem) pode ser considerada como pirataria.

Existem até produtos (bastante raros) que foram tão detonados pela pirataria, que seus desenvolvedores resolveram abandoná-los de fato, porém disponibilizando-os para uso e domínio público.

[3] Comentário enviado por edson.vetorial em 05/05/2010 - 08:29h

Olá Pessoal, agradeço a cooperação de todos, ao contrário de uma pessoa que entrou para me ofender mas o moderador tirou o comentário dele, Obrigado moderador.
Gostaria de arrumar esses erros que cometi, confesso que não sei muito mas estou aqui para aprender com vocês, existe uma forma de re-editar o artigo?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts