Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

49. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Jose Mario
zezaocapoeira

(usa Slackware)

Enviado em 14/04/2017 - 11:11h

Salve galera.

Qual é a diferença entre a remaster em questão , e usar uma iso ( netinstall ou minimal ) oficial do Debian para montar o sistema?

Quais são as modificações relevantes , que fazem o sistema diferente do Debian?

Por gentileza revejam a propaganda falaciosa sobre a remaster em questão.

Pelo que notei a remaster em questão , só tem a aparência modificada .

Também incluir nos créditos da remaster, os nomes dos desenvolvedores do Debian pois 98% do trabalho é deles.

Se modificarem algum source do Debian e distribuir . Devem disponibilizar o source ou patch com as modificações.

Aos que montaram a remaster,
Reflitam e vejam se vale a pena continuar ou contribuir com projetos realmente relevantes.

Obs:

Um exemplo de projeto a ser seguido:

https://www.microlinux.eu/

Obrigado pela atenção , salve!!!




  


50. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Luís Fernando C. Cavalheiro
lcavalheiro

(usa Slackware)

Enviado em 14/04/2017 - 12:49h

zezaocapoeira escreveu:

Salve galera.

Qual é a diferença entre a remaster em questão , e usar uma iso ( netinstall ou minimal ) oficial do Debian para montar o sistema?

Quais são as modificações relevantes , que fazem o sistema diferente do Debian?

Por gentileza revejam a propaganda falaciosa sobre a remaster em questão.

Pelo que notei a remaster em questão , só tem a aparência modificada .

Também incluir nos créditos da remaster, os nomes dos desenvolvedores do Debian pois 98% do trabalho é deles.

Se modificarem algum source do Debian e distribuir . Devem disponibilizar o source ou patch com as modificações.

Aos que montaram a remaster,
Reflitam e vejam se vale a pena continuar ou contribuir com projetos realmente relevantes.

Obs:

Um exemplo de projeto a ser seguido:

https://www.microlinux.eu/

Obrigado pela atenção , salve!!!



Salve, Zezão! O exemplo do Microlinux é ótimo! Para quem não conhece, ele é um repositório adicional para o Slackware, que acaba criando um remaster. Para usá-lo, primeiro você faz uma instalação normal do Slackware e depois roda uns scripts fornecidos pelo Niki Kovacs que tornarão o Slackware recém-instalado no MLED.

Por que ele decidiu fazer isso ao invés de fazer uma .iso e distribuir? Leiam, e essa leitura é fundamental para vocês da equipe do Emmi Linux:

https://www.microlinux.eu/faq/
Frequently Asked Questions

Frequently Asked QuestionsWhat’s the MLED project about?
MLED stands for “Microlinux Enterprise Desktop”. Its ambition is to provide a full-blown, lightweight, rock-solid and mature Linux desktop for professional users, or more generally folks who use their computer as an efficient tool to get their work done.



Why are there two different Microlinux websites?
The MLED project is funded and developed by my company Microlinux. While the former is aimed at tech-savvy Linux users around the world, the latter is based in South France and only of interest to professional (read “non-geek”) clients.



Isn’t that Elementary OS?
No, MLED is firmly based on Slackware Linux and Xfce. I gave Elementary OS a spin once and did like a few components like their application launcher or the great artwork, so I decided to integrate these elements into MLED.



Where can I download the MLED installation ISO?
MLED doesn’t ship on its own installation ISO. All you need is a vanilla Slackware installation disc and a working internet connection. Once the base Slackware system is installed, all you have to do is fetching the packages using slackpkg.



Why don’t you provide a separate ISO?
MLED doesn’t aim to be Yet Another Linux Distribution. Its ambition is to be an add-on to Slackware Linux and to provide those packages that are missing for a complete out-of-the-box desktop experience.

The Linux world has a sad history of reinventing the wheel and duplicating efforts, and I don’t want to contribute to that. Besides, a separate installation ISO would be a huge waste of bandwidth. All this to save you from typing a handful of commands?



Why isn’t MLED listed on Distrowatch?
According to Distrowatch maintainer Jesse Smith, “the reason MLED is not included in our database, despite its technical merits, is it does not qualify as a distribution by our definition. MLED appears to act as a series of add-on packages for Slackware, which is nice, but it is not a stand-alone distribution. The user needs to install another distribution to run the MLED software, which disqualifies the project from being listed on Distrowatch.” While I can follow the argument in theory, in practice this means that an Ubuntu respin slapped together with a different default wallpaper does qualify as a stand-alone distribution, whereas MLED – with currently more than 1.500 extra packages in its repositories – does not and is thus doomed to fly under Distrowatch’s radar.



Why is MLED based on Slackware and not on $DISTRO?
Over the years, there have been various attempts to base MLED on other Linux distributions like CentOS, Debian, Elementary OS or Ubuntu LTS. The choice of Slackware is explained in detail here.



Why is MLED based on Xfce and not on $DESKTOP?
There have been quite some attempts and iterations to support multiple desktop environments like KDE or MATE, but unfortunately this is not viable in the long run. So I decided to focus on one single desktop environment and concentrate on quality rather than quantity.



Why is the installation procedure so complicated?
While MLED is extremely user-friendly once it’s installed, the installation procedure itself requires a bit of Linux knowledge. MLED is based on Slackware, which has never been a hold-your-hand distribution. Think of MLED as “Linux From Slack“, or more precisely “Beyond Linux From Slack“. If you can’t be bothered with reading Slackware’s and MLED’s detailed documentation, you might be better off using a different distribution like openSUSE or Ubuntu.



How intrusive is MLED?
Please take note that “intrusive” means “replacing base Slackware components” and certainly not “shamelessly spying on you like Microsoft Windows”.

Unlike projects like Dropline GNOME, MLED doesn’t replace core components of your base Slackware installation. This being said, a handful of packages like audacious-plugins, MPlayer or tumbler have been rebuilt for enhanced multimedia capabilities. Freetype has been patched to offer smooth Mac OS X-like font rendering. MLED 14.1 replaces the stock Xfce 4.10 desktop with Xfce 4.12 and offers an upgraded hplip package to support last-generation HP printers.



Why do some of Xfce’s context menu entries show up in French?
Check out the section on setting system locales in the MLED Installation Guide. If you’re an english-speaking user, your LANG and LC_COLLATE environment variables should be set to something like en_US.utf8. If some of your context menu entries show up in French, then there’s a chance your LANG and LC_COLLATE were set to fr_FR.utf8 while you created your user.



How do I configure my audio (wifi, printer, scanner, webcam)?
MLED is essentially Slackware under the hood, so you might want to check out the Slackware Documentation Project and head over to the Slackware forum.



How can I turn a stock Slackware installation into MLED?
While a clean installation from scratch is the recommended method to install MLED, some users wish to migrate their existing Slackware installation without wiping everything. This is not exactly a trivial task, but if you’re feeling mildly adventurous, the following documents show how it can be done:

Microlinux Enterprise Desktop 14.2 Migration Guide
Microlinux Enterprise Desktop 14.1 Migration Guide


I like your project. How can I support it?
MLED development is happening in my spare time and is currently only funded by my own company Microlinux. If you want to support the project, read more on this page.



Can I do an offline installation?
Yes, you can. First, use a PC connected to the Internet and grab all packages and scripts corresponding to your MLED version and architecture. You can use wget to do this. Take a peek at man wget for the options, and beware of trailing slashes:

$ wget -c -r -np -nH --cut-dirs=1 \
http://www.microlinux.fr/microlinux/desktop-14.2-32bit/
Or:

$ wget -c -r -np -nH --cut-dirs=1 \
http://www.microlinux.fr/microlinux/desktop-14.2-64bit/
Put all that stuff on a USB disk or burn it to a CD-Rom or a DVD. Once your base Slackware system is in place, you can install the MLED package collection using the following command:

# upgradepkg --reinstall --install-new *.t?z


Quero dar um especial destaque neste trecho, que citarei novamente:

Why don’t you provide a separate ISO?
MLED doesn’t aim to be Yet Another Linux Distribution. Its ambition is to be an add-on to Slackware Linux and to provide those packages that are missing for a complete out-of-the-box desktop experience.

The Linux world has a sad history of reinventing the wheel and duplicating efforts, and I don’t want to contribute to that. Besides, a separate installation ISO would be a huge waste of bandwidth. All this to save you from typing a handful of commands?


Vejam se vocês aprendem com Niki Kovacs.

Ademais, faço minhas as palavras do Zezão. Vocês modificaram sources? Precisam disponibilizar os códigos-fonte ou os patch. Não modificaram? Beleza. Em ambos os casos, precisam dar os devidos créditos para o trabalho da Debian Foundation. Do contrário, isso conta como violação da GPL e portanto vocês podem ser denunciados à Debian Foundation, que é famosa por não pegar leve com esse tipo de infração. Fica a dica.

--
Dino®
Vi veri universum vivus vici
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta
Mensagem do dia: Satã representa conhecimento sem limites e não auto-ilusão hipócrita. 



51. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 14/04/2017 - 12:55h

http://i.imgur.com/QsEAvRH.jpg

**********************************************
Meu Blog
http://dicaslinuxmint.blogspot.com.br/


52. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 14/04/2017 - 18:09h

Freud_Tux escreveu:

p4ulodi4s escreveu:

Oi.

Senhores, quanto ao meu post? Onde está o código fonte?

Tenho interesse especialmente no código do XFCE.


Linux Professional Institute - LPIC-1
Novell Certified Linux Administrator - CLA
Oracle Certified Associate, Java SE Programmer - OCA

http://twitter.com/p4ulodi4s
http://www.prminformatica.com.br/


Também queria ver.O jeito é esperar, e ver se sai alguma coisa.

Então, sobre as críticas sobre a remaster vamos lá.

Isso aqui é um fórum, me corrijam se estiver errado. Então, opiniões vão divergir, e isso é ótimo!
Imaginem se todos pensassem iguais a porqueira que seria.
Críticas, bem, todos vamos receber, desde o momento que nascemos, até o momento em que morremos. Muitas críticas por mais ácidas que possam parecer aos que foram criticados, tem pontos de vista que se souberem filtrar, podem trazer melhorias.
Esperar somente elogios, é um erro gigante!
Pois, acaba criando um ar de ilusão, como se a coisa toda fosse perfeita, e não precisasse de melhorias, e isso tem um nome. Miopia de Marketing, que é basicamente uma cegueira que não lhe permite olhar em volta, e perceber as mudanças, as críticas, e quando se dá conta, já era, virou história. Exemplos não faltam, como o que o Tio Dino deu, em relação ao SLS e o Slackware, isso é um exemplo ótimo!

Então, parem de mi-mi-mi, e aprendam a aceitar críticas por mais ácidas que sejam, elas incluem pontos de vista com outra perspectiva, e se souberem usar, podem impulsionar o projeto pra frente, ao invés de criar uma bolha de floquinhos, que acham que tudo é perfeito, e a qualquer critica surtam!
Não tenho nada contra ninguém aqui, mas essa discussão está ficando bem infantil, mais pela não aceitação de críticas.

T+




-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Noob: "[...]Sou muito noob ainda usando o terminal, então preciso de ajuda "mastigada", pra operá-lo."
zhushazang: "Sou velho e meus dentes desgastados. Estude linux www.guiafoca.org";



A GPL baseia-se em 4 liberdades:

A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito.
A liberdade de estudar como o programa funciona e adaptá-lo às suas necessidades .
A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo.
A liberdade de aperfeiçoar o programa e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade beneficie deles .

O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.

Com a garantia destas liberdades, a GPL permite que os programas sejam distribuídos e reaproveitados.

https://www.gnu.org/licenses/licenses.html

Richard Matthew Stallman



53. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 14/04/2017 - 21:14h

Geralmente eu não participo deste tipo de debate, até porque já vi casos em que a coisa virou uma verdadeira guerra de insultos. Mas deixo alguns pontos para reflexão:

- "Posso não concordar com uma só palavra do que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-las" (Voltaire)
- "O melhor sistema operacional é aquele que você sabe usar e que atende as suas necessidades" (não sei a fonte)
- O tópico começou apenas como sendo a divulgação de uma notícia, nada mais.
- "Não alimente a treta!" (tirado do pai Google kkkk)

Não tenho nível técnico para debater com os mais experientes, mas peço a todos vocês que tenham mais paciência com as pessoas que têm menos conhecimento e que preferem distros mais fáceis, mesmo que elas sejam uma modificação de uma distro consagrada. Vocês também, um dia, não sabiam nada de Linux, mas aprenderam com o tempo.

Se a distro/remaster/refisefiqui ou seja lá o termo que preferem usar não lhes agrada, basta continuar a utilizar a distro que gostam, seja um Ubuntu, um Slackware, um Gentoo, um Fedora, ou um Emmi.
Quem desenvolve a Emmi não o faz para ganhar fama ou seguidores, mas porque gosta. Aliás, Patrick Volkerding fez o Slackware porque gostava. Ian Murdock fez o Debian porque gostava. Linus também. Robbins também.

Vamos concentrar nosso tempo e esfoço ajudando outros usuários com suas dúvidas e problemas. A finalidade do fórum é esta. Vamos escrever mais artigos e dicas: são uma mina de conhecimento da internet em português.

Não sou especialista em Linux, e posso ter falado muita bobagem nesse post, mas o tempo me mostrou que esse tipo de debate/comportamento não melhora nossas vidas; apenas cria ódio e mal-estar na internet.

Peço desculpas caso tenha ofendido alguém em minha mensagem, mas acredite: não foi essa a intenção deste post. Tampouco foi passar sermão em ninguém; ninguém aqui está em posição de fazer isso, exceto os moderadores do VOL em caso de má-conduta. Queria apenas deixar minha opinião para reflexão.

Um boa noite a todos!


54. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 14/04/2017 - 23:56h

Realmente, cometi um grande erro ao participar neste fórum. Infelizmente, a mensagem que era pra ser uma "chacoalhada" para as pessoas repensarem seu comportamento, acabou alimentando a treta.
Recebei um email de ódio de alguém não-identificado falando para eu "pedir pra sair".
Uma pessoa sensata deve saber quando sua presença não é benvinda. Não vale a pena correr o risco.

Minhas sinceras desculpas pelo incômodo causado, meu caro usuário do fórum.
Vou voltar ao anonimato.


55. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Sidnei
sidnei.weber

(usa Manjaro Linux)

Enviado em 15/04/2017 - 00:00h

Esse é o direito de palavra da nossa comunidade? Muito interessante.


56. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Patrick
Patrick03

(usa Linux Mint)

Enviado em 15/04/2017 - 09:39h

removido escreveu:

Realmente, cometi um grande erro ao participar neste fórum. Infelizmente, a mensagem que era pra ser uma "chacoalhada" para as pessoas repensarem seu comportamento, acabou alimentando a treta.
Recebei um email de ódio de alguém não-identificado falando para eu "pedir pra sair".
Uma pessoa sensata deve saber quando sua presença não é benvinda. Não vale a pena correr o risco.

Minhas sinceras desculpas pelo incômodo causado, meu caro usuário do fórum.
Vou voltar ao anonimato.



Bizarro!
Estou apenas sendo exposto à essa falsa "liberdade". Membros xingam, dão ordens e falam verdades absolutas como se estivessem protegendo a integridade da distro X. Só não saio da comunidade porque querem que eu saia e é exatamente por isso que ficarei.

O nosso amigo teve que sair da comunidade livre...interessante.

---------------------------------------
Corrija-me quando necessário!
---------------------------------------



57. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 15/04/2017 - 11:09h

bniosvbnos escreveu:
ja vai tarde
volta pro windows pq linux n eh pra vc


http://migre.me/wrkFh

**********************************************
Meu Blog
http://dicaslinuxmint.blogspot.com.br/


58. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Marcelo
hexp4n

(usa Debian)

Enviado em 15/04/2017 - 12:01h

Patrick03 escreveu:

removido escreveu:

Realmente, cometi um grande erro ao participar neste fórum. Infelizmente, a mensagem que era pra ser uma "chacoalhada" para as pessoas repensarem seu comportamento, acabou alimentando a treta.
Recebei um email de ódio de alguém não-identificado falando para eu "pedir pra sair".
Uma pessoa sensata deve saber quando sua presença não é benvinda. Não vale a pena correr o risco.

Minhas sinceras desculpas pelo incômodo causado, meu caro usuário do fórum.
Vou voltar ao anonimato.



Bizarro!
Estou apenas sendo exposto à essa falsa "liberdade". Membros xingam, dão ordens e falam verdades absolutas como se estivessem protegendo a integridade da distro X. Só não saio da comunidade porque querem que eu saia e é exatamente por isso que ficarei.

O nosso amigo deve que sair da comunidade livre...interessante.

---------------------------------------
Corrija-me quando necessário!
---------------------------------------



Põe Bizarro nisso ! Criei o tópico, debati com alguns usuários (peço desculpa a um deles, que de certa forma fui rude e não sou o tipo de pessoa que faz isso. OBS.: Ele saberá), mais daí vem um user mandar um email para outro de certa forma pedindo para sair já é demais... É como um user que comentou aqui mesmo neste tópico disse "se todos tivessem a mesma opinião imagina a porcaria que seria" (não com essas palavras mais com o mesmo sentido), tenho mais ou menos 1 ano e meio de GNU/Linux, o utilizo em dual-boot com o Windows, sou um mero iniciante que tem um certo conhecimento e nada disso me ocorreu, caso acontecer um dia irei apenas ignorá-lo e seguir em frente.


59. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Patrick
Freud_Tux

(usa Outra)

Enviado em 15/04/2017 - 13:47h

EuNlope escreveu:

Patrick03 escreveu:

removido escreveu:

Realmente, cometi um grande erro ao participar neste fórum. Infelizmente, a mensagem que era pra ser uma "chacoalhada" para as pessoas repensarem seu comportamento, acabou alimentando a treta.
Recebei um email de ódio de alguém não-identificado falando para eu "pedir pra sair".
Uma pessoa sensata deve saber quando sua presença não é benvinda. Não vale a pena correr o risco.

Minhas sinceras desculpas pelo incômodo causado, meu caro usuário do fórum.
Vou voltar ao anonimato.



Bizarro!
Estou apenas sendo exposto à essa falsa "liberdade". Membros xingam, dão ordens e falam verdades absolutas como se estivessem protegendo a integridade da distro X. Só não saio da comunidade porque querem que eu saia e é exatamente por isso que ficarei.

O nosso amigo deve que sair da comunidade livre...interessante.

---------------------------------------
Corrija-me quando necessário!
---------------------------------------



Põe Bizarro nisso ! Criei o tópico, debati com alguns usuários (peço desculpa a um deles, que de certa forma fui rude e não sou o tipo de pessoa que faz isso. OBS.: Ele saberá), mais daí vem um user mandar um email para outro de certa forma pedindo para sair já é demais... É como um user que comentou aqui mesmo neste tópico disse "se todos tivessem a mesma opinião imagina a porcaria que seria" (não com essas palavras mais com o mesmo sentido), tenho mais ou menos 1 ano e meio de GNU/Linux, o utilizo em dual-boot com o Windows, sou um mero iniciante que tem um certo conhecimento e nada disso me ocorreu, caso acontecer um dia irei apenas ignorá-lo e seguir em frente.


Isso passou do nível de bizarro, foi pra lá de "xtreme bizarro"...
Primeira vez que vejo isso acontecer em um fórum, muito estranho!

Peço para o usuário que se sentiu incomodado com o tal e-mail-pm-inbox, que por gentileza, desconsidere o mesmo e volte ao fórum.
Todos nós temos opiniões diferentes, nem Jesus conseguiu agradar a todos, imagina uma simples opinião.

Agora voltando ao assunto da remaster em questão.
Eu torço para que ela cresça, mas construindo uma identidade própria.
Foquem em um público-alvo, e com base nisso, evoluam a remaster para que seja uma distro nesse caso. Façam um Canvas:

http://alexosterwalder.com/

Ganhem respeito da comunidade, não tentem impor respeito.

Querem um segmento de público-alvo legal para trabalhar?
Procurem ilustradores, designers gráficos, quadrinhistas... São um público-alvo perfeito e estão totalmente desiludidos com o Gnu/Linux. Foquem neles, pois eles prezam pela facilidade, e pelo que eu pude entender, por mais confuso que pareca o "about us" do site de vocês, deu pra captar que vocês prezam pela facilidade.
E de quebra, podem incentivar novos usuários a usarem o Gnu/Linux.
Mas antes que falem que existem o ubuntu studio e blá-blá-blá... Eu acho o ubuntu studio horrível! E não é só eu, são profissionais de designers gráfico e ilustradores que eu tenho contato.

Mas vou fazer uma crítica construtiva.

Do jeito que está o projeto de vocês, vocês não vão longe e podem entrar na lista dos sistemas que não passam de 2 anos.
Reformulem todo projeto, criem um repositório próprio, e se realizaram alguma mudança no código liberem para a comunidade, entre outras mudanças.
Sem reformular o projeto, vocês não vão longe!
São os nomes de vocês que está em jogo. Querem ser lembrados como os caras que conseguiram dar a volta por cima, e criaram um sistema descente, ou querem ser mais uns na lista de remasters mal-sucedidas?
A decisão é única e exclusiva de vocês.

Bem, é isso ai!

Recado dado, e fuis!

T+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Noob: "[...]Sou muito noob ainda usando o terminal, então preciso de ajuda "mastigada", pra operá-lo."
zhushazang: "Sou velho e meus dentes desgastados. Estude linux www.guiafoca.org";


60. Re: Nova distribuição Brasileira: Emmi Linux

Marcelo
hexp4n

(usa Debian)

Enviado em 15/04/2017 - 14:05h

Bom esse não é o assunto do tópico, entretanto todavia alguém sabe um projeto open source que precise de ajuda? Estou tentando aumentar meu conhecimento :')