Instalador de Código Fonte - Linha de Comando

Publicado por Mac (última atualização em 28/08/2020)

[ Hits: 1.612 ]

Homepage: sem

Download installsrc




Instalador de código fonte, baseado no primeiro script que postei no Viva o Linux.

Foco: para distribuições source base.

NOTA: Qualquer distribuição pode usar, porém pode ser necessário fazer algum ajuste no script.

Versão: 1.0

Alterações:

Novo nome: installsrc

1) Opções para linha de comando.
2) Redução do código.
3) Processo mais claro e objetivo.
4) Comentários mais descritivos.

Instalação:

NOTA: o diretório de instalação pode ser qualquer um desde que seja um executável, da variável PATH.  

$ cd /home/$USER/Downloads
$ chmod +x installsrc
$ sudo cp install /usr/bin

Distribuições testadas:

1) Debian 10
2) Slackware 14.2

Qualquer bug, reporte nos comentários e claro, diga sua opinião também!

Agradeço a ajuda de todos do Viva o Linux!!!

  



Esconder código-fonte

#!/bin/bash
#
# NOTA: !!!!!! EXECUTAR O CÓDIGO LOGADO COMO ROOT !!!!!!!
#
# Baseado no programa source_code_installer_gamma.2.0
# 
# Nome: installsrc 
# 
# Informação:
#
# AUTOR: Mac Brener
# NICK:  Skaylen Viva-o-linux
# LOCAL: /home/mac/script
#
# Descrição do programa:
#
# O programa installsrc é um instalador de código fonte.
# O programa tem os processos de instalação e desinstalação.
# 
# Arquivos de registros:
# 
# 1) programas.log: 
# ==> Arquivo para o registro dos nomes dos programas instalados.
#
# 2) caminho.log:
# ==> Arquivo que armazena o caminho do diretório do programa instalado.
#     Este documento é usado para a desinstalação.
#
# Versão 1.0: 
#
# Sistemas testados:
# 
# Debian 10
# Slackware 14.2
#
#                     <Modificações>
# 
# >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
# Modificação 01: Copiei as principais funções do programa source_code_installer_gamma.2.0.
# Modificação 02: Redução de comandos.
# Modificação 03: Redução de variáveis.
# Modificação 04: Renomeação dos arquivos de registros.
# Modificação 05: Colando case para as opções na linha de comando.
# Modificação 06: Criação de novas variáveis.
# Modificação 07: Aperfeiçoações nos arquivos de registros, com mais detalhes.
# Modificação 08: Simplificação da função extrair.
# Modificação 09: Criação de pastas para o programa.
# Modificação 10: Melhorando as opções em caso de erro.
# Modificação 11: Comentários: Detalhes, erros e possíveis soluções.
# Modificação 12: Original: 821 linhas |\| Atual: 496 linhas
#

# DECLARAÇÃO: Variáveis Locais.


local="$3"

arquivo="$2"

PFONTE="/home/.programasrc/fontes"

MENSAGEM_USO="
Uso: $(basename "$0") [OPÇÕES]

DESCRIÇÃO:
   Instala e gerência os programas instalado pelo código fonte.

Argumentos:
   -i <nome.ext> <caminho>  Instala o programa.
   -h                       Mostra esta tela de ajuda e sai.
   -l                         Lista todos os programas instalados.
   -s   <nome>            Pesquisa os programa instalado.
     -u   <nome>              Desinstala o programa.
   -w                  Exibe os caminhos dos programas instalados.
   -v                       Mostra a versão do programa e sai.

OBSERVAÇÕES:
   Os argumentos -i necessitam que sejam expresso o 
   nome do arquivo junto com a extensão do arquivo, além 
   do caminho onde está localizado o arquivo.

   USO: 
   installsrc -i  leafpad-0.8.17.tar.gz /home/mac/Downloads/

   Os argumentos -u necessitam que sejam expresso o 
   nome do arquivo. 

   USO: 
   installsrc -u leafpad
"


arq_caminho="           ###################
#
# Autor: Mac Brener - Skylen
# Local: /home/.programasrc/logs
# Data: `date`
#
# DESCRIÇÃO:
#   Arquivo para registro dos caminhos dos programas
#    instalados. Utilizado para a desinstalação e outros
#    funcionalidades do installsrc.
#
#
           ###################
#
#         <CAMINHO>
#
"

arq_programas="           ###################
#
# Autor: Mac Brener - Skylen
# Local: /home/.programasrc/logs
# Data: `date`
#
# DESCRIÇÃO:
#   Arquivo para registro dos nomes dos programas
#    instalados. Utilizado para a desinstalação e outros
#    funcionalidades do installsrc.
#
#
           ###################
#
#      <NOME>
#
"

if [ -e /home/.programasrc/logs/programas.log ]; then
   linha=$(cat /home/.programasrc/logs/programas.log | sed -n '18, 18p')
fi

# Variáveis para a verificação.
Configure=configure
makefl=Mekefile

# DECLARAÇÃO: Funções.

# Desinstala o programa, (prefixo: -u <nome_do_programa>).
desinstalar(){

# Variáveis para a desinstalação.

#Pega o nome do programa no arquivo caminho.log.
programa=$(grep "${arquivo}" /home/.programasrc/logs/caminho.log | cut -d"/" -f5)
 
# Caso tenha algum caminho duplicado, é selecionado somente um.
caminho_duplicado=$(grep "${arquivo}" /home/.programasrc/logs/caminho.log | uniq -d | cut -d"/" -f5) 

# Testa se a variável caminho arquivo está vazio.
if test -z "${caminho_duplicado}"; then

# É executado a desinstalação.
   if [ -d "/home/.programasrc/programas/${programa}" ]; then
      cd  /home/.programasrc/programas/"${programa}" 
      make uninstall && make clean
      echo
      echo -e  "Programa desinstalado com sucesso!!"
      sleep 1.3
      clear 
   exit 0

         else

# Erro 001: Programa não encontrado.
# Solução: Verificar a variável programa.
      echo -e  "Programa não encontrado."
   exit 1
fi

    else
# Erro 002: Desinstalação impossível.
# Solução: Variável caminho_duplicado vazia.
# Verificar o arquivo caminho.log.
       echo
       echo "Não foi possível desinstalar o programa."
       sleep 0.8
   exit 0
fi
}

# Instala o programa, (prefixo: -i <nome_do_programa> <caminho>).
instalar() {

# Verifica se o arquivo configure existe.
if [ -e "/home/.programasrc/programas/${nome_arquivo}/${Configure}" ]; then
   ./configure && make && make clean && make install 
   echo
   echo "Trabalho Concluído!!!!!" 
   sleep 1.7
       clear 
   exit 0

# Verifica se o arquivo Makefile existe.
elif [ -e "/home/.programasrc/programas/${nome_arquivo}/${makefl}" ]; then
   make && make clean && make install
   echo
   echo "Trabalho Concluído!!!!!"  
   sleep 1.7
   exit 0

         else
# Erro 003: Arquivos para instalação inexistentes.
# Solução: Abra a pasta do programa e verifique as orientações
# no arquivo INSTALL ou REDME. Em seguida faça a instalação manualmente. 
        echo "Arquivos Makefile e configure inexistentes."
        echo "Operação cancelada."
   exit 1
fi
}

# Verifica a existência dos arquivos Makefile e configure.
verificar_arquivos(){

# Variável para a identificação do programa instalado.
nome="#####################################################

     PROGRAMA: ${nome_arquivo}
     DATA: `date`
"
# Registros.
   cd /home/.programasrc/programas/"${nome_arquivo}" 
   echo "${nome}" >> /home/.programasrc/logs/programas.log
   echo "${PFONTE}/${nome_arquivo}" >> /home/.programasrc/logs/caminho.log
   clear

# Verifica se o arquivo configure existe.
if [ -e "configure" ]; then
   sleep 0.8
   instalar

# Verifica se o arquivo Makefile existe.
elif [ -e "Makefile" ]; then
   sleep 0.8
   instalar   

         else     
# Erro 003: Arquivos para instalação inexistentes.
# Solução: Abra a pasta do programa e verifique as orientações
# no arquivo INSTALL ou REDME. Em seguida faça a instalação manualmente. 
        echo "Arquivos Makefile e configure inexistentes."
        echo "Operação cancelada."
   exit 1                           
fi
}

# Extrai o programa comprimido.
extrair(){
#
# TODO: Descompactação de .tar e .zip apresentou conflito com os
# comandos tar e zip.
#
# Distribuição testada: Debian 10.  
#

cd /home/.programasrc/fontes

# Variáveis para a extração.
extencao=$(echo ${arquivo}|rev|cut -d'.' -f1,2|rev)
nome_arquivo=$(echo ${arquivo}|rev|cut -d'.' -f1,2 --complement|rev)

# Verifica qual extenção é o arquivo.
if [ "${extencao}" == "tar.gz" ]; then   
      tar -xzvf ${arquivo} -C /home/.programasrc/programas
      rm ${arquivo}
      echo
      echo "Extração concluída!!!"
      sleep 1
   verificar_arquivos

elif [ "${extencao}" == "tgz" ]; then   
      tar -xzvf ${arquivo} -C /home/.programasrc/programas
      rm ${arquivo}
      echo
      echo "Extração concluída!!!"
      sleep 1
   verificar_arquivos

elif [ "${extencao}" == "tar.bz" ]; then
      tar -xjvf ${arquivo} -C /home/.programasrc/programas
      rm ${arquivo}
      echo
      echo "Extração concluida!!!"
      sleep 1
   verificar_arquivos

elif [ "${extencao}" == "tar.bz2" ]; then
      tar -jxvf ${arquivo} -C /home/.programasrc/programas
      rm ${arquivo}
      echo
      echo "Extração concluída!!!"
      sleep 1
   verificar_arquivos

elif [ "${extencao}" == "tar.xz" ]; then
      tar -xJvf ${arquivo} -C /home/.programasrc/programas
      rm ${arquivo}
      echo
      echo "Extração concluída!!!"
      sleep 1
   verificar_arquivos

   else 
# Erro 004: Não foi identificado a extensão do arquivo.
# Solução: Caso o arquivo seja .tar, .zip ou .rar. 
# Faça a descompactação manualmente, assim como a instalação.
      echo "Não foi possível extrair o programa."
      echo
    exit 1
fi
}

# Copia o arquivo para a extração.
copiar_arquivo(){

if ! [ -e ${PFONTE}/${arquivo} ]; then
   cp -r ${local}/${arquivo} /home/.programasrc/fontes
   extrair
fi
}

# Função verifica a inexistência das pastas e arquivos.
verificar_dados(){

# As três próximas condições verifica as pastas.
if [ ! -d "/home/.programasrc" ]; then
   echo "Criando a pasta: programasrc"
   sleep 0.7
   mkdir -m 775 /home/.programasrc
fi

if [ ! -d "/home/.programasrc/programas" ]; then
   echo "Criando a pasta: programas"
   sleep 0.6
   mkdir -m 775 /home/.programasrc/programas
fi

if [ ! -d "/home/.programasrc/fontes" ]; then
   echo "Criando a pasta: fontes"
   sleep 0.6
   mkdir -m 775 /home/.programasrc/fontes
fi

# As três próximas condições verifica os arquivos.
if [ ! -d  "/home/.programasrc/logs" ]; then
   echo "Criando a pasta: logs"
   sleep 0.6
   mkdir -m 775 /home/.programasrc/logs
fi

if [ ! -e  "/home/.programasrc/logs/programas.log" ]; then
   echo "Criando a arquivo: programas.log"
   sleep 0.7
   echo "${arq_programas}" >> /home/.programasrc/logs/programas.log
fi

if [ ! -e  "/home/.programasrc/logs/caminho.log" ]; then
   echo "Criando a arquivo: caminho.log"
   echo "${arq_caminho}" >> /home/.programasrc/logs/caminho.log
   sleep 0.7
fi


copiar_arquivo
}

           ###################


# Verifica se o root está logado no sistema.
if [ $(whoami) != 'root' ]; then 
   echo "Usuário root não está logado."
   echo "Saindo..."
   exit 1
fi


# Chama a ajuda. 
if test -z "$1"; then
   echo "${MENSAGEM_USO}"
   exit 0 

else   


while ! test -z "$1"
do
# Verifica os argumentos.
   case "$1" in

      -i)
      if test -z "$2"; then
         echo "Faltam argumentos."
         echo
          exit 1
      fi

      if test -z "$3"; then
         echo "Faltam argumentos."
         echo
          exit 1

          else  
         verificar_dados
      fi
   ;;

      -h) 
      echo "${MENSAGEM_USO}"
      exit 0 
   ;;
      
      -l)
      if [ -z ${linha} ]; then
      # Erro 005: Nenhum programa instalado. 
      # Solução: Verificar linha 18 do arquivo programa.log
         echo "Nenhum programa instalado."
         echo
          exit 1

         else
            clear
            cat /home/.programasrc/logs/programas.log
            echo
          exit 0 
      fi
   ;;
      
      -s)
      if test -z "$2"; then
         echo "Faltam argumentos."
         echo
          exit 1
      fi

      if [ -z ${linha} ]; then
      # Erro 005: Nenhum programa instalado. 
      # Solução: Verificar linha 18 do arquivo programa.log.
         echo "Nenhum programa instalado."
         echo
          exit 0

          else
            if ! grep "$2" /home/.programasrc/logs/programas.log; then
         # Erro 006: Programa não encontrado. 
         # Solução: Verifique a digitação do nome do programa. 
                  echo "Programa não encontrado."
            echo
          exit 1 

          else
             clear
             grep "$2" /home/.programasrc/logs/programas.log
             echo 
          exit 0
        fi
      fi
   ;;

      -u)
      if test -z "$2"; then
         echo "Faltam argumentos."
         echo
          exit 1

        else
              desinstalar

      fi
   ;;

      -w)
      # Erro 005: Nenhum programa instalado. 
      # Solução: Verificar linha 18 do arquivo programa.log.
      if [ -z ${linha} ]; then
         echo "Nenhum programa instalado."
         echo
          exit 1

          else 
           clear
         cat /home/.programasrc/logs/caminho.log | uniq
         echo
          exit 0 
      fi 
   ;;

      -v)
      echo "Versão 1.0"
      exit 0
   ;;

      *)
      echo Opção inválida: "$1"
      exit 1
   ;;

   esac
   done
fi
   

Scripts recomendados

Script de Backup que compacta Segmentado.

Script q ue cria uma galeria de imagens

Firewall com iproute2 para 2 links com ip fixo

iptables para cyber

Atualizando o kde para kde3.5.7


  

Comentários
[1] Comentário enviado por maurixnovatrento em 28/08/2020 - 12:50h


Tá muito bom.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]

[2] Comentário enviado por maurixnovatrento em 28/08/2020 - 12:54h


Você poderia incluir melhorias, no confirgure acrescentando --prefix=/usr, por exemplo e soluções de instalação para um diretório específico para quem desejasse criar um pacote.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]

[3] Comentário enviado por Skylen em 28/08/2020 - 19:15h

Boa noite,
Obrigado, pelo comentário!!! Eu cheguei a pensar nessa ideia, porém não da forma que colocou acima. Estava com uma outra ideia, seria montar um "gerenciador de instalação de código fonte". Funcionaria da seguinte forma:

Pegaria alguns repositórios de código fonte de algumas distribuições, a partir deles faria a procura pelo programa e o download.

O que acha? Não sei se seria interessante...

[4] Comentário enviado por maurixnovatrento em 28/08/2020 - 22:12h


Bom. Quanto mais métodos surgirem para ajudar os usuários e optar por instalar via código fonte melhor. O problema é que teria que gerenciar também a questão das dependências.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]

[5] Comentário enviado por aguamole em 24/04/2021 - 00:43h

Mac eu tenho uma critica, não faz varias paginas para postar um mesmo script modificado coloca em uma só.
Desta forma os seus script tem controle de versão centralizado em uma só pagina para ficar de fácil acesso para os usuários do fórum achar todas as versão.

CPU i5-8400 GTX 750 SofRaid 4xSSD 16GB DDR4 mesmo assim uso Lubuntu.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts