sidux foi a única distro das que tenho instaladas que me tirou do aperto

Publicado por meinhardt, jorge g em 06/06/2009

[ Hits: 5.887 ]

 


sidux foi a única distro das que tenho instaladas que me tirou do aperto



sidux foi a única distro que me tirou do aperto com wifi.

Neste longo processo de migração do Kurumin e definição das distros que vou manter ativas para uso em trabalho, a que me tirou do aperto foi o sidux!

Primeiro explico as razões pelas quais posso fazer esta afirmação. A primeira distro Linux que testei com este objetivo (migração do Kurumin) foi o sidux, que ainda está aqui instalado em sua partição de teste, atualizada até o 2.6.29-4, ainda com KDE 3.5.

Posteriormente a isto, instalei o BigLinux 4.2, onde para poder usar o wifi, tive que ativar o módulo madwifi adequado ao meu NoBo para poder usar a rede principalmente em viagens a serviço, já que o kernel do BigLinux é o 2.6.24 que não suporta a placa Atheros AR5007EG.

Foi preciso também instalar o Wicd para facilitar a configuração do wifi, porém não havia testado ainda em situação de "combate".

A última distro instalada e ainda em fase de ajustes é o Debian 5 (Lenny).

Ontem a noite, ao tentar acessar a rede wifi do hotel, tentei primeiro usando as mais recentes, Debian 5 e BigLinux 4.2, agora com o Wicd.

Não consegui acessar de forma nenhuma, tentando todas as alternativas de aplicativos de configuração posteriormente inclusive na unha.

Tentei por último o sidux, que já havia funcionado anteriormente quando configurei conexão em situação semelhante usando o Ceni.

Não foi preciso nenhum ajuste adicional, o sidux e o Ceni, "engatou" direto abrindo a tela com os dados de contrato do provedor (Guestnet), pedindo os dados correspondentes como nome de usuário, número RG e numero do cartão de acesso por 24 horas.

Foi entrar com os dados e "voilá", a conexão já estava concluída e operando.

Obviamente, depois de feita a conexão usando o sidux, o BigLinux mesmo com Wicd ficou fácil de configurar, pois a identificação de hardware da minha placa wifi a partir da primeira conexão feita pelo sidux, passou a ser reconhecida pelo sistema (Guestnet) e não foi necessário nem mesmo entrar novamente com o numero do cartão de acesso.

Infelizmente ainda não consegui o mesmo com o Debian 5 (Lenny), onde já sei que terei que fazer tudo na unha já que não estão disponíveis aplicativos amigáveis de configuração para o wifi. Vou precisar baixar as informações, salvar em pendrive e depois na unha tentar configurar o acesso.

Mais uma vez aprendi a necessidade de algum nível de redundância em termos de distros, para não ter que voltar a usar o XP.

Mesmo sabendo da facilidade da identificação já existente do meu hardware neste provedor, vou também fazer outras tentativas usando alguns dos CDs ou DVDs-Live de outras distros que sempre carrego para emergências como experiência.

Outras dicas deste autor

KDE 4.3.0 no sidux Aethir (2009-02) após distr-upgrade - desempenho excelente

Como identificar seu hardware no Linux

LXDE também uma excelente alternativa para netbooks

Ativação WIFI Atheros AR5007EG quando ndiswrapper não funciona

Configuração do GRUB no PCLinuxOS 2009-2 - muito interessante e prática

Leitura recomendada

Instalando fontes do Android no Slackware/Zenwalk

Usando XMMS para tocar mp3 nas últimas versões do Red Hat

Atualizando Fedora 21 para 22 sem usar FedUp, Yumex ou Fedy

Configurando o SMART no Fedora Core 5

Impressora de rede no Ubuntu 12.04 - "FirewallD não está sendo executado" [RESOLVIDO]

  

Comentários
[1] Comentário enviado por pinduvoz em 07/06/2009 - 04:08h

Se vc atualizar do Lenny para o Squeeze (testing), o Kernel será o 2.6.29.

Eu acabei de atualizar aqui e não tive problemas (só um, com o network-manager, que informa que a conexão com fio está desabilitada, mas mesmo assim navego na internet).

[2] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 07/06/2009 - 20:27h

Obrigado pela dica porém ainda vou pelo menos por um tempo, seguir usando o Lenny sem atualizar o Debian 5 para o Squeeze, já que objetivo é justamente manter esta distro como ancora pelo longo período entre atualizações de maior porte. Vou partir para a tentativa de configuração do wifi no Lenny, quando puder acessar a Internet por rede cabeada, já que precisarei baixar e instalar o build-essential e as outras dependências para poder ativar o módulo madwifi especifico da minha placa, que terá que ser compilado.

Valeu também a dica do Network-manager. Com isto para não perder tempo, vou partir direto para a instalação do Wicd que é muito superior, pelo menos na minha experiência.

Para ter acesso às versões mais atuais de kernel porém com a segurança possível sem as típicas quebras de pacotes com o testing no Debian, prefiro ainda seguir usando o sidux, que já vem mastigado, testado e funcionando redondinho.

No sidux, com o mesmo kernel 2.6.29-4, não ocorreram problemas como este que você relata referente a não reconhecimento correto da rede cabeada. Tudo está funcionando perfeitamente, até mesmo o LED que indica a atividade durante as conexões wifi.

O trabalho de adaptação e estabilização do kernel e pacotes críticos muito bem feito no sidux, definitivamente diferencia esta distro em relação a tentativas de atualização de outras distros usando repositórios testing ou unstable do kernel onde podem ocorrer com frequencia quebra de pacotes e falhas de reconhecimento de hardware como você reporta em seu post.

[3] Comentário enviado por albfneto em 08/06/2009 - 15:30h

O Sidux é uma boa distro, para quem gosta de Debian SID e pacotes muito novos, é ótima...

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 09/06/2009 - 01:57h

Bom, meu problema é com o network-manager e não com a conexão, que está sendo habilitada normalmente no boot via DHCP (arquivo /etc/network/interfaces).

E para não ficar recebendo os avisos "furados" do nm-applet, eu o removi da minha sessão.

Agora resta esperar uma atualização do network-manager/nm-applet e ver se ele passa a se comportar como deve.

[5] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 09/06/2009 - 09:57h

Pinduvoz,

Na primeira instalação que fiz do Debian 5 Lenny, substitui o network-manager pelo Wicd, principalmente visando uma maior facilidade de configuração em conexão wifi. Naquela instalação não consegui testar o wifi porque não tinha sinal. Na instalação atual, como tive que viajar antes e não tinha instalado todos os itens anteriores, estou sem ele e não posso te informar se funcionaria bem, porém acredito que sim, baseado nas experiencias anteriores com o BigLinux 4.2 e mesmo com o Kurumin-NG que tinha instalado anteriormente. Sugiro que você experimente o Wicd que é muito bom e na minha opinião superior ao aplicativo padrão network-manager. Como ambos, BigLinux 4.2 e Kurumin-NG tem a mesma raiz do Ubuntu e por extensão também do Debian, no Debian 5 acredito que não tenha problemas e deva funcionar melhor que o aplicativo de rede instalado por padrão.

[6] Comentário enviado por ashmsx em 29/06/2009 - 09:44h

tive um problema parecido, mas com o suse e o slackware. coloquei o debian unstable e o madwifi com o wicd e foi só correr pro abraço. o melhor foi com o ubuntu que foi só rodar mesmo e pronto

[7] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 09/07/2009 - 14:24h

Estou muito satisfeito com o desempenho das instalações tanto do Debian 5 Lenny quanto do sidux.

Aguardo apenas o lançamento da nova versão do sidux codinome Aethir (2009-02), que deve ser ainda melhor que a versão atual codinome Ouranos (2009-01).



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts