VMVolMan - Dockapp para gerenciar mídias removíveis no Window Maker

Publicado por Luís Fernando C. Cavalheiro em 26/07/2013

[ Hits: 3.844 ]

Blog: https://github.com/lcavalheiro/

 


VMVolMan - Dockapp para gerenciar mídias removíveis no Window Maker



Zoosfera do Viva o Linux, aqui começa mais uma dica do Dino, trazendo mais uma informação fresquinha e apetitosa para todos vocês!

Embalados pelo meu artigo sobre o Menu de Aplicações do Window Maker, hoje nós iremos aprender como adicionar uma funcionalidade muito interessante ao Window Maker: um Dockapp para gerenciar mídias removíveis chamado WMVolMan (ou Gerenciador de Volumes do Window Maker, em uma tradução livre).

Dependências

As dependências do WMVolMan são o "libdockapp" e as bibliotecas de desenvolvimento do "dbus-glib". Vamos ao processo de instalação das dependências.:

1. libdockapp:

Instale a última versão do "libdockapp", que é a 0.6.2. Isso não é problema para usuários do Arch Linux, mas significa que nas distribuições Debian-like, você precisará compilar a fonte, visto que nos repositórios está disponível a versão 0.5.0.

Para tanto, vá em:
Faça o download do código fonte em um diretório qualquer e o descompacte. Configure as fontes com o comando:

./configure --with-examples --with-font

* Observação importante: caso você tenha instalado seu Window Maker de acordo com as orientações do artigo Window Maker 0.95.4 no Debian Testing - Instalação, configuração e dicas, será preciso acrescentar o parâmetro --prefix=/usr ao configure.

E depois disso, conclua a instalação com:

make

# make install


Obviamente, usuários do Slackware podem simplesmente usar o SlackBuild para isso. ;-)

2. Bibliotecas de desenvolvimento do dbus-glib:

Felizmente, essas bibliotecas costumam estar atualizadas nos repositórios das distribuições, então você pode instalá-las de acordo com o método padrão de seu gerenciador de pacotes.

Nas Debian-like, por exemplo, instale os pacotes:
  • libdbus-glib-1-2
  • libdbus-glib-1-dev

Instalando o WMVolMan

Para instalar o WMVolMan, pegue o código fonte em:
Descompacte o pacote em um diretório qualquer e configure as fontes com o comando:

./configure

* Observação importante: caso você tenha instalado seu Window Maker de acordo com as orientações do artigo Window Maker 0.95.4 no Debian Testing - Instalação, configuração e dicas será preciso acrescentar o parâmetro --prefix=/usr ao configure.

E depois disso, conclua a instalação com:

make

# make install


Com isso, o WMVolMan já está disponível para uso. Adicione ao seu "~/GNUstep/Library/WindowMaker/autostart" a linha:

wmvolman &

Para que o WMVolMan inicie automaticamente na próxima vez que você iniciar seu Window Maker, abra uma janela do terminal e rode:

wmvolman &

Para ter o WMVolMan à sua disposição antes mesmo de reiniciar seu Window Maker.

Usando o WMVolMan

Compare os ladrilhos docados nas imagens do artigo Menu de Aplicativos do Window Maker [Artigo] com a imagem abaixo:
Linux: VMVolMan: dockapp para gerenciar mídias removíveis no Window Maker

Vocês verão um Dockapp novo, ali embaixo do meu wmsystemtray. Vamos ampliar para vê-lo melhor:
Linux: VMVolMan: dockapp para gerenciar mídias removíveis no Window Maker

Créditos do corte e da ampliação ao convert, da suíte ImageMagick.

O quarto ladrilho dessa imagem ampliada, é justamente a interface do WMVolMan quando não tem nenhuma mídia removível espetada no computador. Vamos espetar alguma coisa:
Linux: VMVolMan: dockapp para gerenciar mídias removíveis no Window Maker

Temos no quarto ladrilho algumas informações novas. Primeiro, no letreiro digital, bem retrô, aparece o nome dos dispositivos espetados e suas partições. Use as setinhas para a esquerda e para a direita para selecionar qual partição será montada, e então, clique no botãozinho da esquerda para montá-la.

O ladrilho do WMVolMan vai ficar assim:
Linux: VMVolMan: dockapp para gerenciar mídias removíveis no Window Maker

Agora o WMVolMan não exibirá o nome da partição, mas seu ponto de montagem "/media/VOLUME_LABEL", caso a partição tenha algum rótulo de volume, ou "/media/usb0", caso a partição não tenha um rótulo de volume. Clique mais uma vez no botãozinho da esquerda para desmontar a partição.

Conclusão

Aqui termina mais uma dica do Dino!

Aproveitem mais esse recurso fantástico oferecido pelo Window Maker para seus mais fiéis seguidores, enquanto eu me despeço aqui, sentado no meu velho e querido banco e desejando a vocês uma excelente Páscoa e um ótimo desaniversário amanhã!

Outras dicas deste autor

Criando o comando grub-update no Fedora

Recuperando inicialização do Slackware após atualização do kernel via slackpkg

Desabilitando o indexador de arquivos Baloo no KDE Plasma

Como configurar programas para usar a saída de áudio HDMI sob o ALSA

Telegram Desktop parou de funcionar após atualização ou troca de idioma? Corrija isso já!

Leitura recomendada

Básico sobre XMAME para emular jogos de Neogeo no Linux

Instalando Mercury no Ubuntu Feisty

Autalizando o PORTS do FreeBSD com o portupgrade

Mantendo o cache de pacotes no Fedora

Introdução a Ruby on Rails

  

Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 26/07/2013 - 09:47h

que legal, mais coisas para eu colocar no meu Window Maker. Favoritado



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts