Use o Vim no Slackware

Publicado por Luís Fernando C. Cavalheiro em 18/12/2013

[ Hits: 5.375 ]

Blog: https://github.com/lcavalheiro/

 


Use o Vim no Slackware



Garotada, aqui começa mais uma dica do Dino, ensinando mais uma coisa que já era velha quando São Tomás de Aquino deu as cinco provas da existência de Deus (Existência de Deus – Wikipédia, para quem não as conhece).

Não sei se vocês sabem, mas no Slackware (que "Bob" Dobbs viva para sempre!), o comando vi é, na verdade, um link simbólico que aponta para o Elvis, o primeiro clone do Vi do Unix, desenvolvido por Steve Kirkendall.

O Vim, que todo mundo conhece, foi desenvolvido sobre o Elvis - mas isso é história, e na Wikipédia, mais precisamente aqui Elvis (text editor) - Wikipedia, você pode ler um pouquinho mais sobre isso.

Só que, o que pouca gente sabe, é que o Cara (que viva para sempre!) disponibiliza o Vim como pacote obrigatório padrão do grupo AP, e a tradicional postura do "se vira, manolo!" do Slackware, faz com que muita gente não saiba disso.

De qualquer modo, esta dica curtíssima, vai ensiná-lo a substituir o Elvis pelo Vim como o vi padrão do Slackware.

Na verdade é bem simples. Rode o comando:

# ln -sf /usr/bin/vi /usr/bin/vim

... e divirta-se!


Com essa eu me despeço de todos vocês, até que o sol se erga vermelho sobre o Grande Mar Ocidental e o Pai Tempo jogue as estrelas sobre nós!

P.S.: sim, eu andei relendo Nárnia...

Outras dicas deste autor

Reiniciando o KDE 5 Plasma sem reiniciar o computador

NetworkManager: corrigindo erro "DHCP failed to start"

Habilitando supressão de ruído no PulseAudio

Snownews no Fedora - Instalação e utilização

Instalando o controle do Xbox no Fedora 17

Leitura recomendada

e2label

wget - Comando para baixar imagens sequenciais de uma página

Criando uma árvore de diretórios com o mkdir

auto-apt - Erro: "dpkg warning obsolete option --print-installation-architecture" [Resolvido]

Fazendo mágicas com o watch

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts