Plank - Um dock leve

Publicado por Andre (pinduvoz) em 29/06/2012

[ Hits: 17.479 ]

Blog: http://casadopinduvoz.wordpress.com/

 


Plank - Um dock leve



A Plank (ou será o Plank?) é uma doca, ou dock, e serve tanto para embelezar, quanto para melhorar o uso do seu desktop GNU/Linux.

A aplicação foi criada pela mesma equipe que produziu a Docky, e é usada por padrão no Elementary OS Luna e no DreamLinux 5.

Os principais avanços em relação à Docky são a simplicidade e a leveza. A inicialização é praticamente instantânea e a capacidade de gerenciar janelas abertas está presente.

Faltam os famosos "ajudantes", como paginador, lixeira etc, mas eles certamente podem ser utilizados no painel do Xfce (que combina bastante com o Plank), ou no do MATE.

No Ubuntu, a partir da versão 10.10, é possível instalar a Plank com os comandos abaixo:

sudo apt-add-repository ppa:ricotz/docky
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install plank


Ao abrir a Plank, pelo menu (deve estar em: Acessórios), alguns lançadores estarão disponíveis.
Linux: Plank - Uma 'Dock' (Doca) Leve
Outros poderão ser colocados simplesmente abrindo o programa desejado, clicando no ícone dele (na doca) com o botão direito do mouse, e escolhendo: Manter na Dock (k)
Linux: Plank - Uma 'Dock' (Doca) Leve
Para arranjar os lançadores a seu gosto, arraste-os dentro da doca.
Linux: Plank - Uma 'Dock' (Doca) Leve
A Plank também suporta temas, mas aqui é preciso um pouco mais de trabalho.

Baixe os temas pelo link abaixo:
Agora é preciso descompactá-los e movê-los para a pasta própria (faça backup do tema padrão, isso se quiser voltar a usá-lo).

Aqui, no meu desktop Xfce, deixo todos os temas compactados na pasta em questão, descompactando um deles a cada troca.

A pasta onde devem ficar os temas, inclusive aquele descompactado e em uso, é: ~/.config/plank/theme

Onde: ~ = /home/usuário_logado/

O tema em uso é representado pelos seguintes arquivos:
  • dock.theme
  • hover.theme

Uma imagem da minha pasta de temas da Plank, com todos eles compactados e um em uso:
Linux: Plank - Uma 'Dock' (Doca) Leve
O arquivo de configuração da Plank, por sua vez, está na pasta: ~/.config/plank/dock1/

E chama-se: settings

Para configurá-la, edite as seguintes opções:

IconSize=48

Aqui é possível reduzir o tamanho dos ícones (sugiro 42).

HideMode=1

Onde:
  • 0 = não ocultar
  • 1 = ocultar inteligentemente (sai do caminho das janelas)
  • 2 = auto-ocultar (aparece apenas quando em uso)

Monitor=0

Se você usa dois monitores ou mais, pode escolher aqui em qual deles o Plank deve aparecer.

UnhideDelay=0

Tempo em milissegundos para "levantar" a doca. Útil para que ela não atrapalhe a interação com a parte de baixo de janelas maximizadas.

Position=3

Onde:
  • 0 = doca à esquerda, vertical
  • 1 = doca à direita, vertical
  • 2 = doca acima, centralizada
  • 3 = doca abaixo, centralizada

Offset=0

Use um número de 0 a 100 para mover a doca em relação ao centro da borda onde ela está (número negativo, move para um lado; positivo, para o outro).

Referências


Tutorial:
Até a próxima dica.

Outras dicas deste autor

Verificando a versão do Java em qualquer navegador

Para os fãs de cinema...

Resolvendo problemas com a pasta "Área de Trabalho"

Resolvendo de vez os erros envolvendo arquivos .save em /etc/apt/sources.list.d

Mudando o wallpaper do Acer Aspire One (Linpus Linux Lite)

Leitura recomendada

ttyrec - Gravando sessões do terminal Linux

Freecraft suspenso pela Blizzard

Resposta "ao topo" no Thunderbird

Compiz instalado e não funcional? Eis a solução!

Instalação de template para monitoramento do Samba no CACTI (Debian)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 29/06/2012 - 11:18h

Instalei no Ubuntu com Gnome Classic.

Gostei da leveza e simplicidade do dock.
É rápido e muito fácil de configurar.

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 29/06/2012 - 19:03h

Posta uma screen, izaias.

Quero ver seu "Classic" com a "Plank".

E, é claro, obrigado pelo comentário.

[3] Comentário enviado por izaias em 29/06/2012 - 19:29h

Aqui está: http://www.vivaolinux.com.br/screenshot/Gnome-Plank/

Espero que goste!


Um abraço.

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 01/07/2012 - 02:39h

Troquei o Plank pelo Docky para ver no que dava.

Com ele são 100 MB de RAM no início da sessão do XFCE.

[5] Comentário enviado por xgrind em 18/08/2012 - 01:20h

Ele é mais leve ou mais pesado que o painel do Xfce?

[6] Comentário enviado por pinduvoz em 19/08/2012 - 19:16h


[5] Comentário enviado por xgrind em 18/08/2012 - 01:20h:

Ele é mais leve ou mais pesado que o painel do Xfce?


Se vc configurar um monte de lançadores no painel do XFCE, ele fica mais pesado do que o Plank.

[7] Comentário enviado por pinduvoz em 08/11/2012 - 23:58h

* * * TEMA NÃO MUDA - SOLUÇÃO * * *

Os temas que tem a palavra "Renderer" no início das seções não funcionam nas versões mais novas do Plank, mas isso é fácil de resolver.

Basta abrir os arquivos dock.theme e hover.theme com um editor de texto básico (gedit, leafpad, kate etc.) e remover a palavra "Renderer" do texto entre colchetes (são duas ocorrências em dock.theme, uma em hover.theme), salvando-os na pasta própria.

[8] Comentário enviado por CKcaio em 25/09/2016 - 00:10h

Como tiro a barra de menu padrão do xfce

[9] Comentário enviado por pinduvoz em 25/09/2016 - 01:59h

É só procurar pelas configurações do menu no XFCE. Só não passo o caminho aqui porque não tenho mais o XFCE em minhas máquinas. Tenho apenas KDE e Mate.

[10] Comentário enviado por izaias em 25/09/2016 - 12:24h


[8] Comentário enviado por CKcaio em 25/09/2016 - 00:10h

Como tiro a barra de menu padrão do xfce



Aconselho a não fazer isso!

Veja nas configurações dele para ESCONDER. Deixe transparente e remova seus applets.
Mas não remova o painel. É nele que ficam os aplicativos da systray, como o ícone de rede.



Contribuir com comentário