Montar automaticamente partições NTFS no Ubuntu

Publicado por Néscio Ignorante em 02/02/2010

[ Hits: 56.594 ]

 


Montar automaticamente partições NTFS no Ubuntu



Para iniciantes que ainda convivem com o Windows e Linux em dual-boot, este é um jeitinho bem simples para montar as partições NTFS quando inicia-se o sistema.

1. Abra o terminal e digite os comandos:

sudo apt-get update

sudo apt-get install ntfs-config pmount

2. Se as partições NTFS já estiverem montadas, então desmonte-as para fazer as configurações.

3. Depois de instalados os pacotes, siga para o menu Sistema -> Administração -> Ferramentas de Configuração NTFS.

4. Aparecerá uma janela pedindo autorização do root, bastando digitar sua senha.

5. Pronto, agora é só marcar as partições NTFS e APLICAR.

6. Reinicie seu computador e teste se tudo ocorreu conforme previsto.

Outras dicas deste autor

Instalando o Nautilus-terminal

Instalando o Unity

Leitura recomendada

Link simbólico e hardlink

Nautilus-Terminal no Gnome 3

Autenticando máquinas Windows 7 no Samba

Debian - Criando RAID 1 (mirror) rapidamente

Identificando os seus discos

  

Comentários
[1] Comentário enviado por Vitor Mangra em 14/02/2010 - 11:54h

Só para "facilitar" a vida dos newbies, uma outra alternativa:

Menu Aplicativos > Adicionar/Remover e então, digite na caixa de busca "Ferramenta de configuração NTFS".

Marque para a instalação e digite sua senha de root.

Reinicie e pronto...

O mesmo pacote será instalado, mas em modo gráfico, sem a necessidade de usar a linha de comando...

Parabéns pela dica!

[2] Comentário enviado por dbohry em 21/05/2010 - 16:46h

Muito bom. =)

[3] Comentário enviado por lisianoe em 22/05/2010 - 00:28h

Ótimo salvou meu couro! :D vlw galera

[4] Comentário enviado por leonardorfm em 29/05/2011 - 21:09h

Valeu pela dica pessoal.
Acho muito controverso que um sistema operacional não venha com um recurso desse pré-configurado, mesmo porque ele quis inovar com aquela instalação de dentro da plataforma windows.

Quero aproveitar em fazer uma crítica a vocês que se acham tão inteligentes e superiores por saber alguns comandos do Linux:

Para começar queria dizer que sou usuário novo e ainda utilizo windows e mac pelos seguintes motivos:

1-não existem softwares profissionais que eu gosto de usar a altura da linha Adobe no que diz respeito a design gráfico, Logic em produção musical, MindJet para criação de mapas mentais.

2- simplicidade!
O argumento de todo cara que já é expert em Linux é que este é um sistema que exige mais do usuário.
Eu penso que nem todo usuário quer ser desenvolvedor e também não queremos regredir para interfaces ultrapassadas. Há muito tempo não precisamos do MS-DOS no Windows para nada !!! Qualquer instalação e desinstalação é um processo simples, especialmente no Windows 7!
Como que os desenvolvedores do Linux querem que a população troquem de sistema por um que o tempo todo necessita de um Fórum e de linha e mais linhas de código no terminal para fazer operações simples que, na grande maioria, já são automáticas no windows e no leopard?

3- Inovação e maior acesso a softwares: quando olhamos para a interface do Ubuntu 11 o que vemos ? é uma junção de vários elementos de windows e do leopard com algumas modificações visuais!
Confesso que gostei do arranjo e inclusive estou utilizando, porém onde está a originalidade?? O dia que o windows e o mac não evoluirem mais o linux vai parar no tempo ! que dependência é essa ?
E já que é para juntar as coisas porque não desenvolvem uma plataforma que permita rodar softwares de mac e windows ? Isso sim é algo que beneficiaria todos os usuários !




[5] Comentário enviado por Djalma_jr em 16/08/2011 - 08:57h

Mano, valeu pela dica! Muito boa!
Estava tentando montar minhas partições a dias e não estava conseguindo!
Muito obrigado mesmo!
Que a liberdade esteja com você!

[6] Comentário enviado por alexbrunoweb em 26/02/2012 - 06:54h

Correndo o risco de ressuscitar um tópico adormecido, gostaria de fazer algumas observações sobre o comentário do leonardorfm, pois discordo do seu ponto de vista:

Nós que sabemos alguns comandos do Linux não nos achamos tão inteligentes e superiores, você está enganado. Nós nos sentimos livres!

Eu uso diversos sistemas operacionais por profissão, pois sou Analista e Desenvolvedor de Sistemas e o meu SO preferido continua sendo o Linux, até mais que o MacOSX.

1 - só porque não existem no Linux os softwares que vc gosta de usar em outras plataformas (e só por isso vc os chama de profissionais) isso não o desqualifica em nada. Por exemplo, para criação de design e edição de imagens no Linux eu uso o GIMP (editor de imagens semelhante ao Photoshop) e o Inkscape (desenho vetorial semelhante ao Illustrator).
O que faz um bom profissional é o seu talento e suas habilidades e não o software que ele usa. Lenardo Da Vincci, Raphael e outros gênios do passado nunca nem usaram um computador e até hoje nenhum designerzinho expert em Adobe se equipara ao talento que eles tinham.

2 - de todos os SO que uso, o mais simples é o Ubuntu e os outros perdem de longe pra ele. Falo isso como analista, cuja profissão se resume em avaliar qual a melhor solução para um usuário. O Ubuntu tem uma Central de Software integrada ao sistema, onde qualquer criancinha de 5 anos de idade encontraria o que precisa em minutos ou até segundos. Existe algo semelhante no Windows, especialmente o 7?
É possível fazer qualquer operação de nível USUÁRIO no modo gráfico, intuitivamente, sem precisar de nenhum forum ou usar o terminal. E muitas operações de nível ADMINISTRADOR também, aliás, no meu ponto de vista, essa facilidade é uma falha de segurança. Por isso, nem vou falar nada do Windows, o sistema mais falho e sem segurança que existe. Funções administrativas automáticas são tudo o que os vírus e outros malwares e spywares precisam.
Ah, e quando se aprende a usar o terminal, não apenas no Linux, mas em qualquer SO inclusive o Windows e o MacOSX, percebe-se que muitas tarefas comuns são incrivelmente mais práticas, fáceis e rápidas se executadas com comandos no terminal.

3 - Rsss... agora eu tenho que rir!
Os efeitos e a aparência do Windows Vista e o 7 foram uma cópia descarada de tudo o que já existia havia tempos no MacOSX e no Linux com Compiz Fusion já na época do Windows XP.
E o Ubuntu 11 não juntou nada de Windows ou de Mac. Se você já teve a oportunidade de usar um sistema operacional mobile Android, faça uma comparação e perceba que a o foco na usabilidade é o mesmo. E o Ubuntu não é o único, na verdade essa característica é do Gnome 3, presente também no novo Fedora. Ah, e só pra lembrar, Android também é Linux e aliás, se vc não sabe, o MacOSX é desenvolvido sobre a base UNIX, a mesma base donde vem o Linux.
Ao contrário do que vc citou amigo, o Windows só desenvolve copiando ideias dos outros desde o início e o MacOSX só existe porque o Linux existe. A diferença é que o Linux é desenvolvido colaborativamente por mentes abertas que querem sistemas livres e gratuitos para todos enquanto os demais são desenvolvidos por mega empresas capitalistas que querem lucrar vendendo para as pessoas o que elas poderiam ter de graça. Aí sim, eu digo que os que usam Linux são mais inteligente que os outros...
Outra coisa, por que o Linux deve desenvolver uma plataforma que rode softwares Mac e Windows? Por acaso eles permitem rodar softwares Linux? Você sabe responder essa pergunta?
Eu respondo: softwares usados no mundo Linux são de código aberto e muitos deles rodam em outros sistemas (ex.: Libre Office, GIMP, Inkscape, etc.) ou podem ser adaptados por qualquer desenvolvedor que se interesse. Esse, meu caro, é o motivo porque a Adobe e outros fabricantes de softwares comerciais (aprenda o termo correto, não é "profissionais") não desenvolvem para Linux, pois a filosofia do mundo Linux é o código livre e a indústria de softwares capitalistas não lucra com isso.
Aliás, não deve lucrar muito também desenvolvendo para Windows e Mac, pois eu aposto que os seus softwares Adobe e outros são todos crackeados ou com seriais piratas, o que é uma prova de que você também (no fundo, no fundo...) é a favor do software livre e gostaria de ter os seus sem precisar pagar por eles. Se estou errado, então compre a licença de todos eles pague anualmente para continuar usando.
Mesmo assim, só para seu conhecimento, o Linux possui camadas de compatibilidade que o permitem rodar softwares Windows. Wine, por exemplo.

Nós do mundo Linux, amigo, não nos julgamos mais inteligentes do que os outros, apenas mais justos! E não toleramos que as pessoas sejam mantidas na ignorância digital para serem escravas comerciais.

Outra coisa: veja como está sendo desenvolvido o Windows 8 e você saberá quem é que copia de quem!

Informe-se antes de falar o que não sabe!

[7] Comentário enviado por alexbrunoweb em 26/02/2012 - 07:03h

Ah, em tempo...

Desculpem-me se em algum momento no comentário anterior eu tenha parecido convencido ou rude, apenas me expressei em defesa contra falsas acusações e julgamentos sem conhecimento de causa.

[8] Comentário enviado por DrigoRoCosta em 26/07/2014 - 17:04h

Funcionou perfeitamente, basta marcar as partições clicar em ok e fechar mesmo com a segunda janela aberta onde deixa por opção a escrita interna ou externa.
Só marcar a partição que vc quer montar e clicar em ok e fechar a mesma janela. Obrigado pela ajuda! Já não aguentava mais ter que montar sempre a partição do Windows, rs.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts