MATE 1.6 - Habilitando o compositor

Publicado por Andre (pinduvoz) em 10/04/2013

[ Hits: 5.559 ]

Blog: http://casadopinduvoz.wordpress.com/

 


MATE 1.6 - Habilitando o compositor



Eu escrevi sobre a mesma coisa na dica abaixo:
Ocorre que ela não funciona no novo MATE 1.6, onde o compositor, ou Software_Compositing Window Manager, só pode ser habilitado pelo menu, em:

Sistema → Preferências → Janelas

Confiram a imagem:
Linux: MATE 1.6 - Habilitando o compositor

Ficou mais fácil, em minha opinião.

Até a próxima dica, então, pois esta acabou na linha cima.

Outras dicas deste autor

Opera 10 "final" no Ubuntu 9.04

Tap-to-Click No X (Fedora 15)

Nem todas as janelas maximizadas no UNR

Efeitos do KDE 4 no Slackel

Debian "Backported" ISOs

Leitura recomendada

Gravando CDs de áudio a partir de arquivos MP3

Menu do FluxBox com ícones

Teste simulado LPI estilo Show do Milhão

Formas de corrigir texto

Convertendo pacotes RPM em DEB

  

Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 11/04/2013 - 10:16h

Estou baixando o Linux Mint 13 (LTS) com o MATE.
Está na hora de experimentar este ambiente.

Dizem que é mais leve, vamos ver.

Acredita que no Ubuntu 12.04, apenas com o GVim aberto dá umas travadas?!
No Slack isso não acontece.

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 11/04/2013 - 10:37h

Não tinha gostado do Mate no Ubuntu, mas gostei no Mint.

Ainda há bugs, até mesmo no compositor do Marco, que substitui pelo Compton aqui.

Resumindo: Mate 1.4 (retornei a ele, pois o 1.6 do Ubuntu trouxe problemas de dependência) + Compton (compositor) + QuickTile = desktop tão bom quanto XFCE 4.10 e,na minha opinião, mais "completo".

[3] Comentário enviado por izaias em 11/04/2013 - 10:41h

Bom saber.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts