Informações da bateria no Acer Aspire One

Publicado por Andre (pinduvoz) em 30/04/2009

[ Hits: 11.135 ]

Blog: http://casadopinduvoz.wordpress.com/

 


Informações da bateria no Acer Aspire One



Se você quer saber a quantas anda a capacidade de carga da bateria do seu "One", use o seguinte comando no terminal:

cat /proc/acpi/battery/BAT1/info

Você receberá como resultado uma tela parecida com esta (a minha):
present:                 yes 
design capacity:         2400 mAh 
last full capacity:      1950 mAh 
battery technology:      rechargeable 
design voltage:          11100 mV 
design capacity warning: 300 mAh 
design capacity low:     78 mAh 
capacity granularity 1:  32 mAh 
capacity granularity 2:  32 mAh 
model number:            UM08A72 
serial number:           0C3A 
battery type:            LION 
OEM info:                SIMPLO 

Já se você quiser saber apenas um dado específico e já tem uma ideia da saída do comando, use o "grep". Por exemplo, para saber apenas a última carga completa:

cat /proc/acpi/battery/BAT1/info | grep last

E a resposta será:
last full capacity:      1950 mAh 

No meu caso já se percebe a perda da capacidade de carga (2400 mAh de capacidade ideal e 1950 mAh na última carga completa), decorrente do uso diário do meu "One" por mais de seis meses.

Esta dica vale para qualquer notebook com o ACPI (gerenciamento de energia) habilitado, sendo que o nome da bateria pode variar: BAT1 no "One", BAT0 (é zero) na maioria dos casos.

Outras dicas deste autor

Clone do RHEL 6.4 já disponível

DLNA no Linux

Mais papéis de parede para seu Ubuntu

Drivers Adicionais no Ubuntu

Corrigindo tema de ícones no Ubuntu 12.04

Leitura recomendada

Emerald: Pacotão de temas (Slackware Linux)

K3B em português no Slackware Linux 13

Áudio de gravador WAV para MP3 no Linux

Jogo estilo Super Metroid: Cave Story (rodando em Linux)

Cliente SSH para Windows

  

Comentários
[1] Comentário enviado por pinduvoz em 04/05/2009 - 13:47h

Esqueci na dica:

a) abra o Terminal e digite:

alias bateria='cat /proc/acpi/battery/BAT1/info'

b) digite agora:

bateria

e vc verá a mesma informação obtida com o comando 'cat /proc/acpi/battery/BAT1/info'
sem precisar digitar a linha inteira.

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 07/05/2009 - 08:46h

Mais um detalhe.

Para que a aliase fique permanente, coloque-a no arquivo .bashrc que que está na sua pasta de usuário. O meu está assim:

# .bashrc

# User specific aliases and functions

alias rm='rm -i'
alias cp='cp -i'
alias mv='mv -i'
alias bateria='cat /proc/acpi/battery/BAT1/info'

# Source global definitions
if [ -f /etc/bashrc ]; then
. /etc/bashrc
. /etc/env_setup.sh
fi

[3] Comentário enviado por felipe.facundes em 24/05/2013 - 02:08h

Este comando é valido se a sua distro tiver a pasta 'battery' em /proc/acpi, se essa não se encontrar nesta, a solução não é criar a tal pasta com o comando mkdir, com permissões de root (sudo mkdir), até mesmo porque o sistema não permite a criação de pastas neste diretório, quando iniciado, então a referida resolução para a questão é usar uma distro 'live CD', logicamente com à sua já instalada no HD, e finalmente criar a pasta 'battery' em /proc/acpi.

Bom, não é de pertinência com a questão aqui discutida neste tópico, mas a sobredita técnica de usar distro 'live CD', para criar pasta em distros já instaladas no HD, é útil até para o reconhecimento, por exemplo, da porta USB. Até mesmo, para quem usa maquina virtual, esta técnica é útil, principalmente, se a referida maquina de virtualização for o Virtual Box, pois este é falho neste ponto. O procedimento em comento, é criar simples pastas em /proc, criando as pastas subsequentes, quais sejam: /bus/usb. Ficará assim: '/proc/bus/usb'.

Agora, voltando a esse 'post', este tópico. Como criar à pasta com 'live CD', se a distro que eu instalei no HD, fora a usar: "LVM"? Bom, não vou explicar para não fugir do assunto principal e, lá vai: para aqueles que não conseguem usar o comando suprarelatado terá essa simples forma, com as seguintes alternativas:

Instalando o 'pacote' acpi, para;

Ubuntu e "Debian's afins":

su -c 'apt-get install acpi'

Fedora (o melhor na minha opinião), ou Red Hat's afins:

su -c 'yum install acpi'

E depois, finalmente, executar: "acpi" (sem as aspas, é óbvio, corolário lógico).

Mas o rol de alternativas, não param por aí. Então, instale:

su -c 'yum install powertop'

Depois, execute, como super usuário: su -c 'powertop' (o powertop é o melhor de todos, pois se auto atualiza).

Temos, outrossim, "gkrellm", adicione a opção bateria, lembrando que este é de interface gráfica (ultra leve). Há o conky, mas este é problemático, pois a distro tem que ter a pasta 'battery' em /proc/acpi.

Abraço a todos, que usam a inteligência e usam o Linux. E, afinal, fiquem espertos, há falha de segurança no gnome screesaver, o removam se não quiserem ser invadidos. Aliás, a falha é para todos os 'bobinhos' screen savers linux. Que vamos lá né, se deve é usar: openbox ou, até mesmo, fluxbox. Estes representam o Linux e não os 'windows "likes"': "Gnome e pior ainda, KDE".



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts