Google Chrome e os discos SSD

Publicado por Andre (pinduvoz) em 10/11/2010

[ Hits: 8.760 ]

Blog: http://casadopinduvoz.wordpress.com/

 


Google Chrome e os discos SSD



Se você tem um computador com SSD (Solid State Disk) e usa o navegador Google Chrome, vai experimentar um ganho de performance movendo o cache para um "ramdisk", ou seja, para um disco virtual criado na memória RAM.

Quem acompanhou os artigos abaixo, que tinham por objeto o AAO com SSD, já deve ter modificado o /etc/fstab para acomodar no "ramdisk" (tmpfs) a pasta /tmp.

Artigo para o Fedora:
Artigo para o UNR:
Então basta mover o cache para /tmp, abrindo o editor de menus (no KDE ou no Gnome, tanto faz) e alterando o comando para abrir o Google Chrome, que deve ficar assim:

/opt/google/chrome/google-chrome --data-cache-dir=/tmp

A dica deve valer também para o Chromium, onde deve ser acrescentado o parâmetro do comando acima:

--data-cache-dir=/tmp

Até a próxima.

Outras dicas deste autor

Kernel 3.5 no Ubuntu 12.04-LTS

Eclipse 4.2 - Instalação no Ubuntu e derivados

Ajustes para o Firefox 3 no Acer Aspire One

Efeitos do KDE 4 no Slackel

Kernel 3.5.0 no Ubuntu 12.04

Leitura recomendada

Instalando o tema do Lucid no Karmic

HTC Touch

Musica no Android

Meet The Gimp - Baixando os videocasts do site

Criar CD/DVD com os pacotes do cache no Ubuntu 9.04

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 10/11/2010 - 17:45h

Só uma coisa, eu tentei fazer isso, e o firefox e o OpenOffice (e derivados, como o BR e o Libre) não funcionam com o cache sendo salvo na memória RAM

E essa dica só deve ser feita com quem tem mais de 1 giga de memória RAM (mais 2 gigas, de preferência)

E como a RAM é usada pelos programas que estão sendo executados, se você executa muitos programas (como o firefox que consome muita ram) esse processo não é recomendado, a menos que crie uma partição SWAP

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 10/11/2010 - 19:27h

@ seninha

No Firefox vc simplesmente "desliga" o cache.

Siga os links dos artigos sobre Fedora e UNR no AA1 e vc verá como desabilitar o cache do Firefox e também o "readahead".

No Google Chrome não há como desabilitar o cache, daí a solução de movê-lo para a RAM.

Tenho 1 GB de RAM no meu AA1 e consigo navegar com várias abas do Google Chrome abertas ao mesmo tempo. E o ganho de velocidade pela não gravação de dados no lento SSD do AA1 compensa bastante.



Contribuir com comentário