Debian Wheezy - Removendo módulo indesejável através de uma blacklist

Publicado por Alex Marques em 25/02/2015

[ Hits: 3.003 ]

 


Debian Wheezy - Removendo módulo indesejável através de uma blacklist



Nesse caso, o módulo removido será o de sua escolha.

* Advirto-o que caso remova um módulo específico de um hardware, o mesmo poderá parar de funcionar. Entretanto, se você tiver certeza do que está fazendo, adicione o nome do módulo em uma blacklist para que ele não seja levantado na inicialização do sistema.

Não se assuste se der algo errado, você terá que apenas remover o nome do módulo que adicionou na blacklist e tudo voltará a funcionar novamente.

Para remover o módulo na forma convencional, faça:

# modprobe -r nome-do-módulo

Para remover o módulo de forma que ele não seja levantado ao inicializar o sistema, faça:

# cd /etc/modprobe.d ; ls
# touch modulo.blacklist ; chmod +x modulo.blacklist; vim modulo.blacklist

Adicione a seguinte linha dentro do arquivo:

blacklist nome-do-módulo

Feche e salve, reinicie o sistema.

O módulo não será carregado, visto que que ele estará contido em uma blacklist.

Outras dicas deste autor

Google Drive no Debian Wheezy 7.8 64 bits

Módulo para Bluetooth AR30XX no Debian Wheezy 7.8

Personalizando GNOME Shell no Debian Wheezy

Winffi - Conversor de vídeo no Debian Wheezy 7.8

Instalando o Mobile Media Converter i386 no Ubuntu 64 bits

Leitura recomendada

CPU-G: Capturando informações de hardware no Linux

Transformando o modem QuickConnect em roteador

Descobrindo quais são seus dispositivos de entrada

Quando a placa 82845G não funciona (driver i810)

Cartão Atheros sob Slackware 12.2 com driver Madwifi

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 28/02/2015 - 05:55h

Eu crio blacklists de módulos por funcionalidade em arquivos individualizados.
--
Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden

[2] Comentário enviado por alex.deb em 28/02/2015 - 11:57h



[3] Comentário enviado por alex.deb em 28/02/2015 - 12:01h

Não, faço como no exemplo acima. No arquivo modulo.blacklist escreva o nome de todos os módulos que desejas para que o sistema não incialize exe:
blacklist modulo.a
blacklist modulo.b
e assim por diante.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts