Debian GNU/Linux-Libre - Sem softwares proprietários

Publicado por Perfil removido em 29/05/2013

[ Hits: 8.117 ]

 


Debian GNU/Linux-Libre - Sem softwares proprietários



Oi!

O sistema operacional Debian [1] não é reconhecido pela FSF (Free Software Foundation) [2] como sendo um S.O. 100% Free Software [3], isso porque ele possui repositórios que dão suporte a softwares e libs não livres: contrib e non-free, que são adicionadas ao arquivo "source.list".

O primeiro passo para ser feliz no seu computador, com o Debian! Você deve deixar seu arquivo "source.list" com apenas o main após cada mirrors.

O main [4] é o repositório livre do Debian GNU/Linux, são pacotes que não possuem problemas de licenças restritivas e legais.

Depois é usar o kernel livre sem drivers e firmwares proprietários, o Linux-libre [5]. Adicione no seu arquivo "/etc/apt/source.list":

deb http://linux-libre.fsfla.org/pub/linux-libre/freesh/ freesh main


No terminal:

wget http://linux-libre.fsfla.org/pub/linux-libre/freesh/archive-key.asc

# apt-key add archive-key.asc
# apt-get update
# apt-get install linux-libre64-3.9 # Sistemas x86_64
# apt-get install linux-libre32-3.9 # Sistemas x86

Linux: Ter um Debian GNU/Linux-Libre sem softwares proprietários
Pronto! Abraços.

Um comentário no meu blog [6] do usuário Lex Aleksandre (do Debian Maníaco [7]) que acho muito importante acrescentar nessa dica:
"Mas, após uma instalação padrão do Debian, sempre temos um sistema 100% livre. A sources.list do Debian é somente com as fontes principais. Fica por conta do usuário acrescentar ou não o que deseja.

Isso sim é liberdade e democracia.

Compreendo as exigências da FSF, mas suas imposições quanto ao que o usuário deveria ou não usar, é um desrespeito à liberdade de livre escolha do próprio usuário."

Referências:
Outras dicas deste autor

Configurar teclado internacional

f.lux - Aplicativo útil para aliviar desgaste visual

Traduzindo programas no Ubuntu 7.04

Como instalar o Age of Empires2 sem PlayOnLinux ou Lutris

Visualizando exames médicos (formato DICOM) com Aeskulap

Leitura recomendada

Atualizando kernel no Debian 6 - 32 bits

Debian - Kernel 2.6.33 com patch de Con Kolivas

Kernel Libre no Fedora 27

Problema com ALSA após atualização do Debian Lenny 5

Kernel 3.19.3-smp no Slackware Current

  

Comentários
[1] Comentário enviado por cavalo vestido em 30/05/2013 - 12:40h

É o paradoxo da FSF...

[2] Comentário enviado por BobSotnas em 02/02/2017 - 19:09h

Discordo completamente do usuário Lex Aleksandre (do Debian Maníaco). Sou usuário de gnu/linux desde a disto conetiva versão 3.0 e mandrake ( mandriva). Não podemos generalizar que a escolha de andar armado seja liberdade, do mesmo jeito que disponibilizar pacotes proprietários que podem ser alvo de processos judiciários e deixarem de ser pseudo livres. Então não se trata de escolha de liberdade, é o mesmo caso que acontece com usuários RUINDOUS que resolvem escolher "o melhor sistema operacional do mundo" mais não quer pagar pelo software que usa e "escolhe usar softwares livres do pirate bay". Portanto não trata-se de livre escolha, visto que alguém esta disponibilizando algo que não lhe pertence e que não tem autorização para isso. Liberdade real é aquela, em que posso escolher algo que realmente não tem compromisso financeiro ou legal com ninguém, e usar da melhor forma possível mas fazendo referência ao autor do produto.
Só o fato de o usuário referir-se ao Gnu/Linux como sendo apenas Linux já é um erro, pois sem o Gnu o Linux jamais teria decolado, e ainda estaria se arrastando como muitos outros sistemas ficaram até hoje.
Não é uma questão de "liberdade de escolha", mas de uma opção inteligente para que o sistema Gnu/Linux amadureça e tome uma rota de criar um padrão em distros.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts