Configurando ambiente Java no sistema operacional Linux

Publicado por José Cleydson Ferreira da Silva em 20/12/2009

[ Hits: 24.697 ]

 


Configurando ambiente Java no sistema operacional Linux



Para que os programas javac (responsável por compilar a aplicação) e java (responsável por executar a aplicação) sejam reconhecidos pelo shell, é necessário que a variável de ambiente $PATH seja modificada. Além disso, também deve ser definida a variável de ambiente $JAVA_HOME, que deve apontar para o diretório onde o JDK foi instalado.

Para isso devem ser adicionadas as seguintes linhas ao arquivo bash.bashrc (lembrando que o local de instalação do JDK pode variar, como no exemplo abaixo).

Exemplo 1:

export JAVA_HOME=/opt/java
export PATH=/opt/java/bin:$PATH

O pacote de instalação da Máquina Virtual Java está disponível no site java.sun.com/javase/downloads/. Há dois tipos de arquivos binários, um com extensão rpm.bin para distribuições Linux derivadas do Red Hat, outro com extensão .bin para as demais distribuições.

Após fazer o download, faremos o processo de instalação do pacote. Para padronizar o processo de instalação usaremos o diretório /opt. Usaremos esse diretório com o intuito de centralizar somente um diretório para o java no sistema, uma vez que ao instalá-lo poderíamos adicioná-lo ao diretório /usr/bin - mas caso haja necessidade de atualização de versão, acrescentar novas bibliotecas ou fazer backup, o diretório /opt se tornará mais acessível.

Para iniciar o processo de instalação, copie o arquivo jdk-6u13-linux-i586.bin para o diretório /opt. A execução do mesmo se dará pelo comando "sh" seguido do nome do arquivo. Após a compilação, um subdiretório será gerado no diretório corrente com o mesmo nome do arquivo binário, portanto, renomeie a pasta para o nome "java" e, em seguida, defina no PATH o diretório no qual a pasta renomeada "java" está; esse processo não é uma convenção, é somente uma forma de padronização de instalação. No quadro 1 temos o passo-a-passo para a instalação.

Quadro 1:

Comandos executados no terminal.

Copiar para diretório /opt:

# cp jdk-6u13-linux-i586.bin /opt/

Executar o arquivo:

# sh jdk-6u13-linux-i586.bin

Renomear diretório:

# mv jdk1.6.0_13 java

As duas linhas abaixo devem ser acrescentadas ao arquivo bash.bashrc:

# vim /etc/bash.bashrc

export JAVA_HOME=/opt/java
export PATH=/opt/java/bin:$PATH

Testando variáveis de ambiente:

# echo $JAVA_HOME
# echo $PATH


É importante testar a variável de ambiente após definí-la, pois ela só é reconhecida após sair da sessão atual. Em seguida, ao abrir uma nova sessão, podemos usar o comando echo nas variáveis de ambiente. Desta maneira padronizada, seu ambiente Java está pronto para ser usado.

Outras dicas deste autor

Servidores Apache em Linux derivados do Debian

Compiz Atlantis 2: Transforme seu desktop num aquário

Lenda urbana, simpatia com HD

Bioinformática - Montagem de genoma com AMOS

Compiz, conhecendo a fundo (parte 1)

Leitura recomendada

Promoção da Livraria Tempo Real e site Java Free

Java no Ubuntu 11.10

Netbeans 6 vs OpenSuSE 10.3

Evento sobre Java na UFSCar

Eclipse Helios: Resolvendo problemas com o proxy

  

Comentários
[1] Comentário enviado por SMarcell em 20/12/2009 - 11:18h

E caso queiram que estas variáveis sejam configuradas independentemente do shell (exceto csh) utilizado, basta acrescentá-las ao arquivo '/etc/profile'.

-----
É importante testar a variável de ambiente após definí-la, pois ela só é reconhecida após sair da sessão atual. Em seguida, ao abrir uma nova sessão
-----

Para isso bastaria um simples 'source /etc/profile' ou 'source /etc/bash.bashrc' e todas as definições contidas nesses arquivos serão recarregadas.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts