Como editar arquivos ODF sem um editor com suporte a ODF

Publicado por Fernando de Sá Moreira em 10/11/2006

[ Hits: 8.846 ]

Blog: http://lattes.cnpq.br/2269235326367932

 


Como editar arquivos ODF sem um editor com suporte a ODF



Situação extrema:

Você precisa entregar um trabalho urgente em odt, está tudo pronto, mas descobriu tem algum erro muito grave. O único computador que você tem disponível não tem nenhum editor de texto com suporte a ODF (digamos, Windows com Microsoft Office na casa de um amigo). Não há tempo ou acesso a internet para baixar o OpenOffice ou qualquer outra suite com suporte. O que fazer?

Simples: aproveite-se das vantagens do formato livre baseado em XML. O odt não é um formato compilado e é baseado em XML, uma linguagem compreensível para humanos parecida com HTML. Em verdade, é uma série de arquivos XML compactados em um arquivo no formato zip. Para ter acesso aos arquivos, basta descompactar usando um programa qualquer como o winzip, winrar, brazip, unzip, etc. Depois que tenham sido feitas as alterações, basta compactar os arquivos novamente. Cuidado para não deixar a extensão .zip e sim .odt.

OBS: O comando para descompactar arquivos zip no Linux é:

unzip <arquivo>

Dada a complexidade do formato, não abordo todas as alterações possíveis nos arquivos, mas apenas a adição, alteração ou remoção de palavras.

O conteúdo do texto fica armazenado no arquivo chamado content.xml, basta abrí-lo com o editor de textos favorito (vi, mcedit, notepad, etc) e procurar pelas passagens a serem alteradas e as editar. Salve o arquivo e o compacte novamente.

OBS 2: Para compactar arquivos no Linux:

zip -r <nome do arquivo>.odt *

(o * serve para compactar todos os arquivos da pasta corrente)

Talvez você nunca chegue a usar esse tipo de informação, mas é interessante conhecer a possibilidade.

Outras dicas deste autor

Sincronizar hora de um host Windows através de um host Linux com Samba

Achando pacotes RPM

TDE - ambiente desktop brasileiro

WindowMaker - Dockando na marra

Instalar o Xpde no GDM

Leitura recomendada

Root foi deletado

Quebrando senhas de arquivos ZIP

Definindo Yaourt como "pacman2"

Monitorar arquivos abertos no SAMBA

Instalando Dropbox no ElemenaryOS 0.4 (LOKI)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por demoncyber em 11/11/2006 - 09:58h

Essa sim é uma ótima dica, garanto que algum dia vai me salvar quando eu for obrigado a usar aquele sistema operacional extremamente pesado e lento e nao ter direito de instação para colocar um suite como a do OpenOffice.

Valew caraaa =] =]

[2] Comentário enviado por tenchi em 11/11/2006 - 16:50h

Ah, não sei pq, mas o odt que eu uso aki na verdade não é um .zip, mas um .7z, um arquivo do 7-zip, ( que diga-se de passagem é o melhor compactador qeu já vi ).
Eu já tive a oportunidade de abrir um arquivo desses assim, e é realmente algo curioso a engenhosidade dessa técnica.
O risco de haver perda total num arquivo corrompido neste caso é muito menor do que num arquivo convencional ( do ms word, por exemplo).

[3] Comentário enviado por rogawa em 11/11/2006 - 23:53h

Dica extrema! Extremamente simples e extremamente útil. Aí está mais uma prova da funcionalidade dos padrões abertos! Parabéns!

[4] Comentário enviado por francodof em 12/11/2006 - 01:53h

Não sabia que fosse possível fazer isso. Dica fantástica!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts