Substituir o hotplug pelo udev no Debian

Publicado por Fernando de Sá Moreira em 30/11/2006

[ Hits: 9.385 ]

Blog: http://lattes.cnpq.br/2269235326367932

 


Substituir o hotplug pelo udev no Debian



Apesar de todas as facilidades de usar o gerenciador de pacotes do Debian, ele pode lhe deixar na mão quando você quiser substituir o hotplug pelo udev.

O hotplug é um software interessante, serve para detectar os dispositivos que são plugados no computador, principalmente os dispositivos usb. Ele faz o gerenciamento dos módulos que devem ser carregados para que os dispositivos possam ser devidamente usados. Hoje existe um outro software que faz esse gerenciamento, o udev. A maioria das distros usadas para desktop usa o udev como padrão. Mas, o Debian (sarge) não.

Tudo bem, caso haja o desejo de atualizar, basta usar o apt:

# apt-get install udev

Note que o pacote udev será instalado e o pacote hotplug removido. Em verdade, o udev não substitui o hotplug, mas trabalha em conjunto com ele; mas o pacote .deb fornecido pela Debian, já contém o hotplug, por isso quando instalado o udev, o pacote hotplug é removido.

Reinicie o computador e comece a arrancar os cabelos. Ao terminar de reiniciar a máquina você perceberá que nem o hotplug, nem o udev e nem o X irão funcionar.

Só para constar: a mensagem de erro do X será "failed to inicialize core devices".

Agora o passe de mágica:

# apt-get install linux-image-2-6-17-2-386
(cuide para instalar a versão mais apropriada para o seu processador)

Feito!

Explicando: O udev precisa do kernel no mínimo na versão 2.6.15. Mas o kernel padrão do Debian hoje é 2.4.27, podendo ser atualizado para 2.6.8. O segredo é atualizar para uma versão do kernel do Linux que não foi mexida pelo pessoal da Debian.

Para constar: os pacotes do kernel mexidos pela Debian são chamados kernel-image-x-x-x-x-x, os pacotes do kernel "intactos" são chamados linux-image-x-x-x-x-x; onde os "x"s correspondem a versão específica do kernel.

Reinicie a máquina e corra para o abraço.

OBS: Se você não faz idéia do que é kernel, qual a vantagem de atualizar a versão do kernel de 2.4 para 2.6, ou para que mudar o hotplug para o udev, não recomendo mexer em nada.

Outras dicas deste autor

Achando pacotes RPM

Como editar arquivos ODF sem um editor com suporte a ODF

Instalar o Xpde no GDM

TDE - ambiente desktop brasileiro

Para tocar arquivos MPC no XMMS

Leitura recomendada

Alterando o bootsplash do SuSE

Cisco - Reload, um comando simples que pode salvar sua vida

Visualizando o cache do Firefox

Slackware + Gentoo - Dual-boot sem live-CD/USB

oVirt no Centos 7

  

Comentários
[1] Comentário enviado por FelipeAbella em 01/12/2006 - 00:44h

Muito bom a dica, mas por curiosidade, quais são as vantagens do udev sobre o hotplug?

[2] Comentário enviado por fsamoreira em 01/12/2006 - 11:40h

ambos são usados para detecção de dispositivos, sua maior aplicação é para detecção automática de dispositivos usb (embora o uso seja mais generalizados). Em verdade o udev, usa o hotplug, mas gerencia melhor que ele os dispositivos. O udev organiza melhor o diretorio /dev, só permite que existam dispositivos reais, se não existir conectado ao computador um dispositivo usb chamado sdb, não haverá um arquivo /dev/sdb. o udev também é mais rápido e possibilita a criação de scripts mais desenvolvidos.

[3] Comentário enviado por Marco Carvalho em 01/12/2006 - 21:15h

Correção:

"os pacotes do kernel mexidos pela Debian são chamados kernel-image-x-x-x-x-x, os pacotes do kernel "intactos" são chamados linux-image-x-x-x-x-x"

Esta informação está incorreta, os pacotes "kernel-imagem" são apenas pacotes de transição para a nova nomenclatura "linux-image".

Os pacotes "kernel-image" são pacotes vazios, tem apenas o pacote "linux-image" correspondente como dependência.

Esssa mudança de nomenclatura se deve ao fato do Debian estar caminhando para a utilização de outros núcleos além do linux, como FreeBSD, netBSD e GNU-Hurd. No Debian unstable (Sid) já existe o pacote "kfreebsd-image" com o kernel do FreeBSD.



[4] Comentário enviado por lourenzo em 02/02/2007 - 09:56h

Na verdade pelo que eu entendi nos sites de hotplug e udev, o udev não serve para a detecção, e sim cumpre uma parte da detecção, que é manter exclusivamente os nódulos respectivos a dispositivos existentes no diretório /dev .
Ele não faz a detecção de fato, e não pode substituir o hotplug.
O hotplug recebe mensagens diretamente do kernel quando algum dispositivo é conectado, e executa scripts relacionados às informações do dispositivo.
Um dos scripts pode executar o udev para criar o nódulo, ao invés de esperar que o nódulo já exista no diretório /dev. Além disso, o udev é acionado quando da remoção do dispositivo para remover o nódulo.

Fonte: http://www.tummy.com/journals/entries/kevin_20041219_131044

[5] Comentário enviado por fsamoreira em 02/02/2007 - 10:08h

bom, talvez esse ponto deve ter ficado um pouco confuso, quando eu digo "substituir hotplug por udev no debian" eu quero dizer: "substituir o pacote hotplug pelo pacote udev no debian". Isso porque o pacote udev do debian contém os softwares hotplug e udev, por isso ele conflita com o pacote hotplug.

nesse sentido que eu coloquei a seguinte frase:
"Note que o pacote udev será instalado e o pacote hotplug removido. Em verdade, o udev não substitui o hotplug, mas trabalha em conjunto com ele; mas o pacote .deb fornecido pela Debian, já contém o hotplug, por isso quando instalado o udev, o pacote hotplug é removido. "



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts