Atualizando Fedora 21 para 22 sem usar FedUp, Yumex ou Fedy

Publicado por Luís Fernando C. Cavalheiro em 01/06/2015

[ Hits: 5.357 ]

Blog: https://github.com/lcavalheiro/

 


Atualizando Fedora 21 para 22 sem usar FedUp, Yumex ou Fedy



Esquisitos, nerds e falastrões do Viva o Linux, aqui começa mais uma Dica do Dino® trazendo para vocês informações tão confiáveis quanto a Saga de Gilgamesh.

No cardápio de hoje, temos o Fedora 22. Lançado em 26/05/2015, o Fedora 22 é a mais nova versão da distribuição de testes da Red Hat Enterprise Linux (RHEL), uma distro comercial e uma das distros-mãe (ao lado do Debian e do Slackware).

Para melhor entender a relação entre essas figuras, pense no Fedora como o Debian Testing, o RHEL como o Debian Stable e no CentOS como o Debian Old-Stable. Das três, só o RHEL é pago, enquanto as outras duas tem foco na comunidade mesmo.

Existem várias formas de atualizar o Fedora de uma versão para outra, mas a maioria envolve o uso das ferramentas FedUp, Yumex e Fedy. Porém, sempre existirá o usuário à moda antiga que não vê a necessidade de instalá-las no seu dia-a-dia e gosta de fazer as coisas na unha.

Para estes usuários, o Dino aqui compartilha seus conhecimentos sobre como fazer o upgrade usando apenas o yum.

Gostou? Então chame os go-go boys, abra o uísque e vamos aos trabalhos!

* Aviso importante: faça backup de todos os dados sensíveis antes de começar este procedimento. O autor desta dica se exime totalmente da responsabilidade por qualquer perda que seja provocada por estes procedimentos. "Better safe than sorry", como se aprende com o Slackware.

1. Remover arquivos de configuração não usados:

# yum install rpmconf
# rpmconf -a
# find /etc /var /usr -name "*?.rpmsave" -execdir rm {} \;
# find /etc /var /usr -name "*?.rpmnew" -execdir rm {} \;

2. Remover pacotes órfãos e/ou instalados como dependências de algum outro pacote, mas não mais usados pra nada porque o pacote dependente foi removido:

# yum install yum-utils
# package-cleanup --leaves

Isso vai listar os pacotes não requeridos por outros pacotes. Remova-os manualmente:

# package-cleanup --orphans

Isso vai listar os pacotes órfãos. Remova-os manualmente. Se preferir realizar uma remoção assistida, instale o rpmreaver :

# yum install rpmreaver
# rpmreaver

Ele é um programa com menu NCurses, que permite verificar o que vai acontecer com os outros pacotes, caso um pacote seja desinstalado. Muito útil na hora de limpar o sistema de pacotes desnecessários.

Os passos 1 e 2 permitem remover pacotes e arquivos de configuração desnecessários no sistema. Por se tratar de um procedimento administrativo pouco conhecido, foram incluídos aqui.

3. Realizando o upgrade:

a) Modo automático: instale e execute o script provido pela comunidade:

# yum install fedora-upgrade
# yum clean all
# fedora-upgrade

Vale lembrar que, embora o fedora-upgrade seja a maneira Dobbsiana de fazer as coisas, ele não é uma ferramenta oficial do Fedora (que recomenda, por "ubuntisse" pura, o uso do FedUp).

O script emitirá um alerta, que pode ser ignorado com segurança pressionando Enter . Acompanhe as ações do script, revisando-as sempre antes de avançar para o próximo passo.

Caso você tenha algum repositório que não tenha sido atualizado para o Fedora 22 ainda (no meu caso, eu tinha o VirtualBox), o script falhará. Remova o repositório complicado e tente novamente.

Se tudo der certo (e vai dar, em nome de "Bob" Dobbs três vezes root todo poderoso), você vai ser agraciado com uma pequena lista de pacotes a serem atualizados. Olha o resumo dela aqui:

Instalar        27 Packages (+197 Dependent packages)
Upgrade       2513 Packages (+  1 Dependent package)
Remove           4 Packages
Desatualizar     1 Package


2,0 GB de downloads. Após atualizar, ele vai perguntar se sua instalação é Server, Cloud, Workstation, ou se é NonProduct. Escolha Workstation, já que estamos trabalhando com um desktop e siga em frente.

b) Modo manual:

Não testei, porque o modo automático funcionou pra mim, mas fica como registro para quem quiser fazer a coisa bem à moda slacker:

Vá para o modo texto puro: com Ctrl+Alt+F2, e então rode os comandos:

# yum update yum
# rpm --import /etc/pki/rpm-gpg/RPM-GPG-KEY-fedora-22-$(uname -i)
# yum clean all
# yum --releasever=22 distro-sync

4. Adeus, yum! Bem-vindo, dnf!

Após realizar todos os procedimentos descritos aqui, você já estará usando o Fedora 22. Para verificar isso, rode o comando:

# dnf repolist

O retorno do comando deverá ser algo parecido com:

Google - x86_64                                   7.6 kB/s | 3.6 kB     00:00
google-earth                                      12 kB/s | 4.8 kB     00:00
Fedora 22 - x86_64                                886 kB/s |  41 MB     00:47
RPM Fusion for Fedora 22 - Free - Updates         920  B/s | 399  B     00:00
RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree - Updates      885  B/s | 399  B     00:00
RPM Fusion for Fedora 22 - Free                   240 kB/s | 551 kB     00:02
Fedora 22 - x86_64 - Updates                      2.1 MB/s | 3.4 MB     00:01
google-chrome                                     10 kB/s | 3.6 kB     00:00
RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree                116 kB/s | 148 kB     00:01
Last metadata expiration check performed 0:00:00 ago on Wed May 27 21:36:54 2015.

id do repo              nome do repo                                status
*fedora                 Fedora 22 - x86_64                          44.762
google                  Google - x86_64                             3
google-chrome           google-chrome                               3
google-earth            google-earth                                1
rpmfusion-free          RPM Fusion for Fedora 22 - Free             493
rpmfusion-free-updates  RPM Fusion for Fedora 22 - Free - Updates   0
rpmfusion-nonfree       RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree          163
rpmfusion-nonfree-updates   RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree - Updates   0
*updates                Fedora 22 - x86_64 - Updates                2.073


Se a saída indicar que os repositórios foram atualizados para o Fedora 22, parabéns. Você já realizou o upgrade. Com isso diga adeus ao yum, o gerenciador de dependências da distro até o F21, e diga oi para seu filho mais novo, o dnf.

Sinceramente, a diferença se resume a: o yum usa Python 2 e o dnf, o Python 3. Com isso, o dnf consegue ganho de velocidade e otimização de processamento. Finalize o upgrade com o comando:

# dnf --best group install "Minimal Install"

Para atualizar os pacotes centrais da distro e marcá-los como instalados. Faça o mesmo para todos os grupos de aplicativos que você tenha instalado. Infelizmente, o yum não listará quais grupos você havia instalado e dnf não os reconhecerá como tal automaticamente. Tentativa e erro, garotões!

Após todas as checagens, atualize o sistema (novamente, mas ei, esse é Fedora-way):

# dnf upgrade

5. Atualizar o GRUB

Hora de preparar o computador para as próximas reinicializações. Em primeiro lugar, atualize a ordem dos scripts usados na inicialização:

# cd /etc/rc.d/init.d; for f in *; do [ -x $f ] && /sbin/chkconfig $f resetpriorities; done
# grub2-mkconfig -o /boot/grub2/grub.cfg
# grub2-install /dev/sda

Substitua "/dev/sda" pelo disco a ser usado para gravação do GRUB. Salve todos os seus trabalhos e reinicie o computador.

Conclusão

Meus parabéns. Com isso, você acabou de atualizar seu F21 para o F22 sem usar o FedUp ou o Yumex pra isso!

E agora, o Dino® se despede de todos vocês, desejando meses de compilação longa e próspera!

Outras dicas deste autor

Compilando OpenJDK e IcedTea no Slackware usando SlackBuild de AlienBOB

Configurando o controle do Xbox no Fedora 21

Corrigindo erro "File in wrong format" durante compilação de pacotes no Slackware 64

Instalação do Discord no openSUSE 42.3

Instalação do Spotify no openSUSE Leap 15

Leitura recomendada

Travamentos aleatórios e constantes do Linux na arquitetura Intel Bay Trail [Resolvido]

Facilite a navegação pelo Konsole

O arquivo motd

MP3 no K3b

HP Laserjet P1005/P1006/P1007/P1008/P1505 no Linux

  

Comentários
[1] Comentário enviado por danniel-lara em 02/06/2015 - 08:07h


Parabéns , vou atualizar o o meu fedora via fedup hehe

[2] Comentário enviado por sidneywba em 02/06/2015 - 09:30h

UAU! Dar o comando "sudo 'yum install fedup; fedup--network 22'" é muito mais complexo que digitar 200 outros comandos!!!
Enquanto lia essa dica, o fedup concluiu a atualização :-)

"Don't make me laugh" (Shao Kahn)

[3] Comentário enviado por lcavalheiro em 03/06/2015 - 01:00h


[2] Comentário enviado por sidneywba em 02/06/2015 - 09:30h

UAU! Dar o comando "sudo 'yum install fedup; fedup--network 22'" é muito mais complexo que digitar 200 outros comandos!!!
Enquanto lia essa dica, o fedup concluiu a atualização :-)

"Don't make me laugh" (Shao Kahn)


Sou contra procedimentos que automatizem um processo tão delicado quanto o upgrade de versão. O script fedora-upgrade é transparente, isto é, ele diz o que está sendo feito a cada passo dado. Isso foi importante porque no meu computador o processo deu pau algumas vezes, mas graças à transparência eu soube em quais etapas o upgrade falhava e pude corrigi-las.

Agora, um usuário tem o total direito de permanecer alienado com relação ao que acontece em sua máquina. Pra esse usuário existem coisas como o FedUp :-)

[4] Comentário enviado por andre_martins em 06/06/2015 - 19:20h


Uma pergunta: Instalei o Fedora 21 recentemente em meu X220, mas venho de muitos anos usando Mac OSX. Estou impressionado com o Fedora, realmente gostando muito. Gostaria de atualizar, mas li vários reviews dizendo problemas com o Fedup ou mesmo que o F22 ainda está instável. O que vcs me recomendariam? Obrigado.

[5] Comentário enviado por lcavalheiro em 07/06/2015 - 00:28h


[4] Comentário enviado por andre_martins em 06/06/2015 - 19:20h


Uma pergunta: Instalei o Fedora 21 recentemente em meu X220, mas venho de muitos anos usando Mac OSX. Estou impressionado com o Fedora, realmente gostando muito. Gostaria de atualizar, mas li vários reviews dizendo problemas com o Fedup ou mesmo que o F22 ainda está instável. O que vcs me recomendariam? Obrigado.


O F22 está redondinho na minha opinião. Quem diz que ele está instável é usuário de Ubuntu recalcado. O FedUp não está estável pra realizar o upgrade (aviso publicado na própria Fedora Magazine online), então esta dica é o jeito garantido (publicado também na wiki da distro) de fazer a coisa.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts