Atualizando Fedora 21 para 22 sem usar FedUp, Yumex ou Fedy

Publicado por Luís Fernando C. Cavalheiro em 01/06/2015

[ Hits: 4.980 ]

Blog: https://github.com/lcavalheiro/

 


Atualizando Fedora 21 para 22 sem usar FedUp, Yumex ou Fedy



Esquisitos, nerds e falastrões do Viva o Linux, aqui começa mais uma Dica do Dino® trazendo para vocês informações tão confiáveis quanto a Saga de Gilgamesh.

No cardápio de hoje, temos o Fedora 22. Lançado em 26/05/2015, o Fedora 22 é a mais nova versão da distribuição de testes da Red Hat Enterprise Linux (RHEL), uma distro comercial e uma das distros-mãe (ao lado do Debian e do Slackware).

Para melhor entender a relação entre essas figuras, pense no Fedora como o Debian Testing, o RHEL como o Debian Stable e no CentOS como o Debian Old-Stable. Das três, só o RHEL é pago, enquanto as outras duas tem foco na comunidade mesmo.

Existem várias formas de atualizar o Fedora de uma versão para outra, mas a maioria envolve o uso das ferramentas FedUp, Yumex e Fedy. Porém, sempre existirá o usuário à moda antiga que não vê a necessidade de instalá-las no seu dia-a-dia e gosta de fazer as coisas na unha.

Para estes usuários, o Dino aqui compartilha seus conhecimentos sobre como fazer o upgrade usando apenas o yum.

Gostou? Então chame os go-go boys, abra o uísque e vamos aos trabalhos!

* Aviso importante: faça backup de todos os dados sensíveis antes de começar este procedimento. O autor desta dica se exime totalmente da responsabilidade por qualquer perda que seja provocada por estes procedimentos. "Better safe than sorry", como se aprende com o Slackware.

1. Remover arquivos de configuração não usados:

# yum install rpmconf
# rpmconf -a
# find /etc /var /usr -name "*?.rpmsave" -execdir rm {} \;
# find /etc /var /usr -name "*?.rpmnew" -execdir rm {} \;

2. Remover pacotes órfãos e/ou instalados como dependências de algum outro pacote, mas não mais usados pra nada porque o pacote dependente foi removido:

# yum install yum-utils
# package-cleanup --leaves

Isso vai listar os pacotes não requeridos por outros pacotes. Remova-os manualmente:

# package-cleanup --orphans

Isso vai listar os pacotes órfãos. Remova-os manualmente. Se preferir realizar uma remoção assistida, instale o rpmreaver :

# yum install rpmreaver
# rpmreaver

Ele é um programa com menu NCurses, que permite verificar o que vai acontecer com os outros pacotes, caso um pacote seja desinstalado. Muito útil na hora de limpar o sistema de pacotes desnecessários.

Os passos 1 e 2 permitem remover pacotes e arquivos de configuração desnecessários no sistema. Por se tratar de um procedimento administrativo pouco conhecido, foram incluídos aqui.

3. Realizando o upgrade:

a) Modo automático: instale e execute o script provido pela comunidade:

# yum install fedora-upgrade
# yum clean all
# fedora-upgrade

Vale lembrar que, embora o fedora-upgrade seja a maneira Dobbsiana de fazer as coisas, ele não é uma ferramenta oficial do Fedora (que recomenda, por "ubuntisse" pura, o uso do FedUp).

O script emitirá um alerta, que pode ser ignorado com segurança pressionando Enter . Acompanhe as ações do script, revisando-as sempre antes de avançar para o próximo passo.

Caso você tenha algum repositório que não tenha sido atualizado para o Fedora 22 ainda (no meu caso, eu tinha o VirtualBox), o script falhará. Remova o repositório complicado e tente novamente.

Se tudo der certo (e vai dar, em nome de "Bob" Dobbs três vezes root todo poderoso), você vai ser agraciado com uma pequena lista de pacotes a serem atualizados. Olha o resumo dela aqui:

Instalar        27 Packages (+197 Dependent packages)
Upgrade       2513 Packages (+  1 Dependent package)
Remove           4 Packages
Desatualizar     1 Package


2,0 GB de downloads. Após atualizar, ele vai perguntar se sua instalação é Server, Cloud, Workstation, ou se é NonProduct. Escolha Workstation, já que estamos trabalhando com um desktop e siga em frente.

b) Modo manual:

Não testei, porque o modo automático funcionou pra mim, mas fica como registro para quem quiser fazer a coisa bem à moda slacker:

Vá para o modo texto puro: com Ctrl+Alt+F2, e então rode os comandos:

# yum update yum
# rpm --import /etc/pki/rpm-gpg/RPM-GPG-KEY-fedora-22-$(uname -i)
# yum clean all
# yum --releasever=22 distro-sync

4. Adeus, yum! Bem-vindo, dnf!

Após realizar todos os procedimentos descritos aqui, você já estará usando o Fedora 22. Para verificar isso, rode o comando:

# dnf repolist

O retorno do comando deverá ser algo parecido com:

Google - x86_64                                   7.6 kB/s | 3.6 kB     00:00
google-earth                                      12 kB/s | 4.8 kB     00:00
Fedora 22 - x86_64                                886 kB/s |  41 MB     00:47
RPM Fusion for Fedora 22 - Free - Updates         920  B/s | 399  B     00:00
RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree - Updates      885  B/s | 399  B     00:00
RPM Fusion for Fedora 22 - Free                   240 kB/s | 551 kB     00:02
Fedora 22 - x86_64 - Updates                      2.1 MB/s | 3.4 MB     00:01
google-chrome                                     10 kB/s | 3.6 kB     00:00
RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree                116 kB/s | 148 kB     00:01
Last metadata expiration check performed 0:00:00 ago on Wed May 27 21:36:54 2015.

id do repo              nome do repo                                status
*fedora                 Fedora 22 - x86_64                          44.762
google                  Google - x86_64                             3
google-chrome           google-chrome                               3
google-earth            google-earth                                1
rpmfusion-free          RPM Fusion for Fedora 22 - Free             493
rpmfusion-free-updates  RPM Fusion for Fedora 22 - Free - Updates   0
rpmfusion-nonfree       RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree          163
rpmfusion-nonfree-updates   RPM Fusion for Fedora 22 - Nonfree - Updates   0
*updates                Fedora 22 - x86_64 - Updates                2.073


Se a saída indicar que os repositórios foram atualizados para o Fedora 22, parabéns. Você já realizou o upgrade. Com isso diga adeus ao yum, o gerenciador de dependências da distro até o F21, e diga oi para seu filho mais novo, o dnf.

Sinceramente, a diferença se resume a: o yum usa Python 2 e o dnf, o Python 3. Com isso, o dnf consegue ganho de velocidade e otimização de processamento. Finalize o upgrade com o comando:

# dnf --best group install "Minimal Install"

Para atualizar os pacotes centrais da distro e marcá-los como instalados. Faça o mesmo para todos os grupos de aplicativos que você tenha instalado. Infelizmente, o yum não listará quais grupos você havia instalado e dnf não os reconhecerá como tal automaticamente. Tentativa e erro, garotões!

Após todas as checagens, atualize o sistema (novamente, mas ei, esse é Fedora-way):

# dnf upgrade

5. Atualizar o GRUB

Hora de preparar o computador para as próximas reinicializações. Em primeiro lugar, atualize a ordem dos scripts usados na inicialização:

# cd /etc/rc.d/init.d; for f in *; do [ -x $f ] && /sbin/chkconfig $f resetpriorities; done
# grub2-mkconfig -o /boot/grub2/grub.cfg
# grub2-install /dev/sda

Substitua "/dev/sda" pelo disco a ser usado para gravação do GRUB. Salve todos os seus trabalhos e reinicie o computador.

Conclusão

Meus parabéns. Com isso, você acabou de atualizar seu F21 para o F22 sem usar o FedUp ou o Yumex pra isso!

E agora, o Dino® se despede de todos vocês, desejando meses de compilação longa e próspera!

Outras dicas deste autor

Problema com acentuação das pastas do usuário no XFCE sob Slackware e de quebra altere as pastas de usuário padrão

Steam for Linux no Slackware usando SlackBuild de AlienBOB

FFmpeg: criando dois ou mais arquivos de saída simultaneamente

Configurando o controle do Xbox no Fedora 21

Habilitando o 'sudo' no Slackware

Leitura recomendada

Problemas para colocar Windows 2003 no domínio Samba + LDAP

Acelerando o apt-get ou similares

Mudando a pasta /home para outro HD

Compiz no Debian Jessie (LXDE)

Bloqueio de sites por horário: Squid + IPtables

  

Comentários
[1] Comentário enviado por danniel-lara em 02/06/2015 - 08:07h


Parabéns , vou atualizar o o meu fedora via fedup hehe

[2] Comentário enviado por sidneywba em 02/06/2015 - 09:30h

UAU! Dar o comando "sudo 'yum install fedup; fedup--network 22'" é muito mais complexo que digitar 200 outros comandos!!!
Enquanto lia essa dica, o fedup concluiu a atualização :-)

"Don't make me laugh" (Shao Kahn)

[3] Comentário enviado por lcavalheiro em 03/06/2015 - 01:00h


[2] Comentário enviado por sidneywba em 02/06/2015 - 09:30h

UAU! Dar o comando "sudo 'yum install fedup; fedup--network 22'" é muito mais complexo que digitar 200 outros comandos!!!
Enquanto lia essa dica, o fedup concluiu a atualização :-)

"Don't make me laugh" (Shao Kahn)


Sou contra procedimentos que automatizem um processo tão delicado quanto o upgrade de versão. O script fedora-upgrade é transparente, isto é, ele diz o que está sendo feito a cada passo dado. Isso foi importante porque no meu computador o processo deu pau algumas vezes, mas graças à transparência eu soube em quais etapas o upgrade falhava e pude corrigi-las.

Agora, um usuário tem o total direito de permanecer alienado com relação ao que acontece em sua máquina. Pra esse usuário existem coisas como o FedUp :-)

[4] Comentário enviado por andre_martins em 06/06/2015 - 19:20h


Uma pergunta: Instalei o Fedora 21 recentemente em meu X220, mas venho de muitos anos usando Mac OSX. Estou impressionado com o Fedora, realmente gostando muito. Gostaria de atualizar, mas li vários reviews dizendo problemas com o Fedup ou mesmo que o F22 ainda está instável. O que vcs me recomendariam? Obrigado.

[5] Comentário enviado por lcavalheiro em 07/06/2015 - 00:28h


[4] Comentário enviado por andre_martins em 06/06/2015 - 19:20h


Uma pergunta: Instalei o Fedora 21 recentemente em meu X220, mas venho de muitos anos usando Mac OSX. Estou impressionado com o Fedora, realmente gostando muito. Gostaria de atualizar, mas li vários reviews dizendo problemas com o Fedup ou mesmo que o F22 ainda está instável. O que vcs me recomendariam? Obrigado.


O F22 está redondinho na minha opinião. Quem diz que ele está instável é usuário de Ubuntu recalcado. O FedUp não está estável pra realizar o upgrade (aviso publicado na própria Fedora Magazine online), então esta dica é o jeito garantido (publicado também na wiki da distro) de fazer a coisa.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts