Apple Swift no Slackware 14.2

Publicado por Ruan em 19/05/2016

[ Hits: 2.872 ]

 


Apple Swift no Slackware 14.2



Swift é a nova linguagem de programação de código aberto da Apple. É possível programar em Swift no OSX (obviamente) via IDE Xcode e também no Linux, por meio de um binário que a Apple disponibiliza.

Com Swift, podemos criar aplicativos para OSX e iOS (sistema operacional dos iPads e iPhones). Pra quem não tem um Mac - que é o único meio para se criar apps para OSX/iOS - o Swift se torna uma vantagem para desenvolvedores que utilizam GNU/Linux.

Na documentação oficial da Apple, o pacote é disponibilizado somente para Ubuntu. Entretanto, o pacote não está no formato Debian (.deb), podendo então adaptar para qualquer distribuição mais recente.

Nessa dica, vou descrever os passos para fazer o Swift 2.2 funcionar no Slackware 14.2.

Primeiro passo

Entre no site oficial - Swift.org - e baixe o pacote mais recente, que no momento em que escrevo esse post, é a versão 2.2.1 - Ubuntu 15.10.

Segundo passo

Descompacte o arquivo em uma pasta segura. Vou usar como exemplo esse local: ~/.local/opt

tar -C ~/.local/opt -zxvf ~/Downloads/swift-*
$ cd ~/.local/opt
$ mv swift-* swift


Terceiro passo

Após concluir o segundo passo, agora faremos os links simbólicos para algumas bibliotecas e a instalação da libbsd.

Link para a libtinfo.so.5:

cd /usr/lib64 (/usr/lib para sistema 32 bits)
sudo ln -s libncurses++.so.5.9 libtinfo.so.5

Link para libicuuc.so.55:

sudo ln -s libicuuc.so.56.1 libicuuc.so.55

Link para libicui18n.so.55:

sudo ln -s libicui18n.so.56.1 libicui18n.so.55

Instalação da libbsd (com sbopkg):

sudo sbopkg -i libbsd

Quarto passo

A partir desse passo, o Swift já deverá funcionar sem rodeios. Crie um arquivo com o conteúdo abaixo para fazer um teste:

let val = "Swift funciona!"
print(val)

Para compilar, chamei esse arquivo de teste.swift:

~/.local/opt/swift/usr/bin/swift teste.swift

O resultado acima deverá ser "Swift funciona!". É recomendado colocar o caminho completo (~/.local/opt/swift/usr/bin) na variável $PATH.

Com um pouco de esforço, é possível adaptar esses passos para outras distribuições. O lance é o nome das bibliotecas nas principais distribuições. Para resolver isso, basta fazer os links simbólicos apropriados.

Após o resultado esperado, agora resta estudar a linguagem e criar aplicativos mais completos! :-)

Outras dicas deste autor

Slackware "Debiano"

Arch Linux - Como listar comando e seu respectivo pacote

Instalando o Java 8 no Debian 10

NVIDIA e Debian 10: resolvendo o problema com lentidão e travamento com GNOME

Obtenha novos esquemas de cores para o seu terminal

Leitura recomendada

SSH sem autenticação

Como instalar a Steam via snap no Debian 9

Grub Customizer no LMDE-2014

ClamAV no Sabayon - Instalando, atualizando e utilizando o antivírus

Amule, DreaMule, Emule: todos juntos pelo mesmo arquivo!

  

Comentários
[1] Comentário enviado por luiztux em 20/05/2016 - 09:01h

Ahh..finalmente saiu a dica heim!?

Ótima dica, parabéns! Favoritado!!

-----------------------------------''----------------------------------

"If it moves, compile it."

[2] Comentário enviado por ruankl em 20/05/2016 - 09:49h


[1] Comentário enviado por luiztux em 20/05/2016 - 09:01h

Ahh..finalmente saiu a dica heim!?

Ótima dica, parabéns! Favoritado!!

-----------------------------------''----------------------------------

"If it moves, compile it."


Valeu @luiztux!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts