Alterando o gerenciador de sessão no Fedora 21

Publicado por Luís Fernando C. Cavalheiro em 19/05/2015

[ Hits: 5.196 ]

Blog: https://github.com/lcavalheiro/

 


Alterando o gerenciador de sessão no Fedora 21



Meninos do computador e técnicos de refrigeração aqui do Viva o Linux, aqui começa mais uma Dica do Dino®, trazendo informações fresquíssimas com a tradicional delicadeza de causar inveja no Gérson.

Na pauta de hoje, temos a questão do gerenciador de sessão no Fedora 21.

Como a maioria das configurações realmente importantes da distro, alterar de um gerenciador de sessão para outro (por exemplo, GDM para KDM ou para LightDM ou para SLiM), requer uma pequena pajelança de linha de comando.

Como o gerenciador padrão é o lixo do GDM e, como tudo no GNOME, ele deixa de funcionar do nada, é natural que usuários que realmente apreciem a eficiência do computador joguem esse trambolho de bits fora.

Vamos ao "como faz"? Então, pegue seus bonecos vodu, os alfinetes e aos trabalhos!

1. Instalar o gerenciador de sessão:

Caso ainda não esteja instalado, escolha entre:

# yum install slim   # SLiM
# yum install lightdm   # LightDM
# yum install kdm   # KDM

2. Definindo o gerenciador de sessão:

# ln -sf /usr/lib/systemd/system/XXX.service /etc/systemd/system/display-manager.service

Troque XXX por slim, para definir o SLiM como gerenciador de sessão. Por lightdm para usar o LightDM. Por kdm para usar o KDM.

Caso queira voltar para o GDM, troque o XXX por gdm.

Reinicie o computador e veja a mudança já em ação!

Conclusão

Esse é o lance, gente.

Com isso, eu encerro esta Dica do Dino®.

E que "Bob" Dobbs esteja com todos vocês!

Outras dicas deste autor

Instalação do Discord no openSUSE 42.3

Testando microfone pelo terminal sob o ALSA

Atualizando Fedora 21 para 22 sem usar FedUp, Yumex ou Fedy

Boot no openSUSE Tumbleweed demorando demais: erro "A start job is running for Wait for chrony to synchronize system clock" [Resolvido]

Desabilitando o UEFI e o Secure Boot na BIOS

Leitura recomendada

Mostrar ou ocultar ícones da área de trabalho do Fedora MATE

Módulo de Segurança do BB no Debian 10 - Sem Frescuras

Habilitando o SWAT para configurar o Samba

Atalho de teclado para aumentar e diminuir o brilho da tela

KDE 5 - Não abre Centro de Controle do KDE [Resolvido]

  

Comentários
[1] Comentário enviado por eldermarco em 19/05/2015 - 20:38h

Uma outra maneira é tu desabilitar o gerenciador ativo e habilitar aquele que deseja (e já se encontra instalado):

# systemctl disable gdm.service
# systemctl enable kdm.service

E no próximo reboot ele já deve estar lá.

[2] Comentário enviado por lcavalheiro em 20/05/2015 - 08:09h


[1] Comentário enviado por eldermarco em 19/05/2015 - 20:38h

Uma outra maneira é tu desabilitar o gerenciador ativo e habilitar aquele que deseja (e já se encontra instalado):

# systemctl disable gdm.service
# systemctl enable kdm.service

E no próximo reboot ele já deve estar lá.


Tem esse jeito também, mas é a velha questão: mostrar como fazer na unha tem seu valor para quem quer conhecer como o systemd funciona por baixo dos panos. E convenhamos, o systemd parece usar burka de tanto pano sob o qual ele se esconde...



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts