A fidelidade no mundo de Tux

Publicado por Eduardo Querido em 30/03/2015

[ Hits: 2.260 ]

 


A fidelidade no mundo de Tux



Com apenas uma rápida passadinha num site como o DistroWatch, qualquer interessado em conhecer um pouquinho mais sobre Linux poderá rapidamente perceber que usuários desse S.O. terão muita dificuldade em ser fiel à uma só distribuição.

Vejo a coisa como um rapazola no final do Ensino Médio que diante de milhares de belas e encantadoras mocinhas se vê incrivelmente tentado a jogar seu charme sobre a maior quantidade delas para ver qual a ele responderá e assim engatar o namoro.

O processo de fidelização à essa ou aquela ocorrerá dependendo das respostas que o usuário obter das distros testadas e do grau de intimidade que tem com o Linux.

Daí vem a pergunta, quando o carinha depois de "namorar bastante" e escolher sua versão "preferida", o que acontecerá caso a "fabricante" descontinue o "produto" ou até mesmo por qual razão somos tão frequentemente questionados pela tal distro secundária?

Ninguém aqui no mundo de Tux ouviu falar em homens casados fieis e felizes para sempre (hehehe!).

Então poderá surgir a pergunta. Por que diabos migrou do Windows, não é mesmo?

Responderei que não foi uma questão de escolha, nos empurraram goela abaixo quando da morte do DOS. Por isso, quis mudar, ser livre, vir para cá.

Muito obrigado pela oportunidade e até a próxima!

Eduardo Querido

Outras dicas deste autor

Dicas úteis ao mudar para o Sabayon Linux

Como atualizar seu Linux Mint sem perder nada

Duzeru - Uma distro que nem DistroWatch conhece, ainda!

openSUSE Tumbleweed Brasil

Corrigindo falhas na Plymounth Screen do openSUSE

Leitura recomendada

Encontro virtual do projeto BrOffice.org

Cronograma de lançamento das versões do sidux

SongBird 1.10, via apt-get, através do repositório Livre SO

xmms-shell - uma maneira eficiente de controlar seu xmms

GNOME e KDE no CentOS 5/6

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 30/03/2015 - 23:54h

Daí vem a pergunta, quando o carinha depois de "namorar bastante" e escolher sua versão "preferida", o que acontecerá caso a "fabricante" descontinue o "produto" ou até mesmo por qual razão somos tão frequentemente questionados pela tal distro secundária?
Essa frase veio a calhar eu ia usar o sabayon por gostei da versao 13.04,mais o criador parou com o suporte para versao de 32 bits entao desisti.
A liberdade indocil e domada pela propria desgraça -William Shakespeare

[2] Comentário enviado por albfneto em 19/05/2015 - 20:46h

Eu uso Sabayon, mas 32 Bits nao tem mais, mesmo.
Se descontinuassem a Distro, eu ficaria meio orfão. rsrsrs
Sabayon é meu Linux favorito, a anos para mim, nada é igual.
uso um pouco de Gentoo, de OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva, mas gosto mais
de Sabayon.
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts